quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020

5 formas fáceis e rápidas de ganhar dinheiro!


Esqueça operações em opções, mini índice ou dólar. Esqueça opções binárias, forex e trading de criptoativos. Esqueça marketing digital ou jogos de poker. Esqueça fazer canais no YouTube ou perfis no Instagram, pois já é passado. Esqueça vender cursos online também. Enfim, esqueça qualquer fundo e suas rentabilidades diversas. Já foi provado que mais de 90% de todos os trouxa que entram nisso só perdem dinheiro.

É um dilema na vida de qualquer jovem e até de marmanjos que já passaram da idade, mas ainda continuam com suas vidas beirando ao fracasso, sobre o que devem fazer para saírem do limbo, de como poderão dar a volta por cima e serem alguém na vida. Bem, o jeito mais seguro é você planejando sua vida, se especializando, trabalhando e fazendo contatos, porém é mais demorado. Sou um exemplo disso, pois hoje tenho um excelente salário e qualidade de vida, porém foram anos de muita dedicação e dando o sangue no mercado de trabalho.

Mas, como a maioria dos betas não quer pagar o preço de ser alguém na vida e sempre procuram as soluções mais fáceis e fracassadas, a exemplo de um animal que abriu uma lanchonete na garagem da mamãe sem alvará ou um betinha que abriu um hot dog em 5 sócios e passa vergonha no YouTube com vídeos infantis, eu apresentarei aqui algumas formas rápidas e fáceis de ganhar dinheiro, as quais não requerem qualquer especialização ou trabalho duro. Sem mais delongas, vamos ao que interessa!



5 FORMAS FÁCEIS E RÁPIDAS DE GANHAR DINHEIRO


1ª Opção: pedir dinheiro no sinal

Para que fazer faculdade e se matar de trabalhar depois? Esse tipo de trabalho não requer qualquer especialização, muito menos traje social ou um bom traquejo. Basta simplesmente vestir um trapo velho, não tomar banho, fazer cara de coitado e pedir um trocado no sinal, fingindo ser mendigo. Você pode aperfeiçoar o negócio e fazer malabarismos com bolinhas ou cuspindo fogo também, pedindo um dinheirinho depois. Outra coisa que funciona é você parar perto de carros estacionados na rua, fingir que está cuidando deles e pedir uma moeda em troca. Não precisa de muito esforço e é um dinheiro fácil e rápido de ganhar.

2ª Opção: viver de mesadas dos pais

Para que passar o dia todo como um escravo servindo a um chefe gordo, tetudo e bafento? Para que perder quase o seu dia todo num escritório tomando esporros e sendo humilhado? O melhor é você cair em uma depressão profunda (ou fingir estar), ficar trancado em casa como um incapaz e viver às custas dos pais. Imagine que vidão você acordando todo dia às 11:00, ficando o dia todo coçando as bolas assistindo tv e jogando vídeo game? Morrer de fome você não vai, pois seus pais jamais te negariam comida.

3ª Opção: tentar programas de subsídio do governo

Você pode também tentar viver de subsídios do governo, como é o caso do Bolsa Família, que deve dar algo em torna de R$100,00 acredito eu. Você só precisa preencher os requisitos do programa, então terá que sair da casa dos seus pais e comprovar ter uma renda muito baixa, além de outras questões que o programa especifica. Tem também igrejas que tem projetos voltados a desabrigados e mendigos, dando marmitas e roupas, sendo uma opção também. Se o dinheiro for muito pouco, você pode complementar a renda com as outras opções desse post.

4ª Opção: vender guloseimas por aí

Considero essa opção a mais trabalhosa de todas, embora seja mais fácil que bater o ponto todo dia no trabalho e ter que aturar um chefe careca pançudo e suas cobranças e grosserias. O bom é que você também terá o gostinho de ser um empreendedor, um empresário! Será dono do seu próprio negócio, não terá horário, não precisará dar satisfação para ninguém e será chefe de você mesmo. É só comprar pacotes de balas, pirulitos e chicletes e sair vendendo em sinais de trânsito, em filas, no centro da cidade ou outros lugares de grande movimentação. Requer um investimento inicial baixo e não necessitará de nenhuma licença do governo.

5ª Opção: fazer empréstimos e não pagar

Como o beta só pensa a curto prazo, pois sua pequena inteligência não permite mais que isso, que tal procurar financeiras e bancos que emprestam o máximo possível para você? Tem até aqueles que emprestam para negativados. Empreste o máximo que puder e não ligue para os juros, o importante é ter dinheiro na mão e sair torrando por aí. Não importa se ficará com o nome sujo, pois quando acabar o dinheiro você pode escolher seguir as opções anteriores que citei.

----------

Espero que tenham gostado das opções, foram muito bem analisadas e estudadas. Elas foram direcionadas principalmente aos iludidos e extremistas do reduto, que acham que dinheiro brota em árvore. Nunca se esqueçam, não existe dinheiro fácil e nem sucesso sem esforço. Agora se me dão licença, vou terminar algumas coisas aqui no trabalho e ir direto ao templo cervejístico, degustar os mais deliciosos elixires dos deuses, acompanhado de um saboroso cigarro de cereja. Só vou tirar a gravata, colocar um suspensório e uma boina italiana, chegando com grande estilo.


Um abraço do Pobre-diabo!

sábado, 15 de fevereiro de 2020

Melhores investimentos para betas pobres em 2020


Andei fazendo uma retrospectiva dos últimos 2 anos, tanto do reduto como de vídeos no YouToba, reportagens, blogs e etc, referentes a investimentos e empreendedorismo. Sabem qual a minha conclusão? Que as pessoas adoram ser enganadas. Parece ser um vício a busca pelo mais fácil e o sucesso sem esforço. O problema é que isso não existe, meus amigos. Sabe aqueles traders que vivem mostrando suas operações de sucesso (Win)? Eles mostram meia dúzia de operações que ganharam e escondem a maioria de derrota. Mas como eles ganham dinheiro? Vendendo cursos idiotas para você iludido e extremista que compra acreditando que será bem sucedido em 1 ano, simples assim. Se ganhassem tanto investindo, porque perdem tempo vendendo cursos e não investindo mais?

Frases de auto ajuda misturadas com frases de motivação e alguns termos difíceis (alguns em inglês para parecer mais "profissional") tudo para convencer os trouxas que é fácil ganhar dinheiro. Virou moda falar que é um investidor, trader ou empreendedor, como se  isso fosse sinônimo de sucesso. Chegou um tempo que começaram a operar opções binárias, forex, arbitragens e criptomoedas, tentando mostrar ser fácil ganhar dinheiro com negócios "diferentes", pois nomes assim chamam a atenção de idiotas iludidos. Mais ridículo ainda era o pessoal do marketing digital e suas incríveis vendas mentirosas e lucros falsos. Para chamar mais atenção ainda, os caras postam fotos em praias paradisíacas, fotos de carrões e viagens top, tudo para hipnotizar os imbecis e fazer eles comprarem ainda mais cursos (os mesmos disponibilizados de graça por toda a internet). Neste cenário, entram ainda os famosos esquemas ponzi, chamados de pirâmides, que atraem milhões de iludidos e extremistas a perderem muito dinheiro.

Como eu sempre digo, as pessoas amam ser enganadas, adoram promessas ilusórias de ganhos alto sem esforço.

Eu li alguns posts e comentários antigos meus em que eu desmascaro todos esses farsantes que se dizem empreendedores, investidores e traders, evidenciei estatísticas que mostram que mais de 90% dos traders perdem dinheiro, que mais de 80% dos empreendedimentos fecham em 4 anos, que os tradings em criptomoedas seriam um fiasco, desmascarei esquemas de pirâmides, mas eu fui duramente atacado por todos, que diziam que eu era um burro escravo da CLT (mesmo eu sendo especialista e tendo muita experiência em investimentos e empreendedorismo). No final de tudo, quem estava certo era eu. Todos para quem eu falei que não daria certo eu acertei, sejam amigos, familiares ou os betas aqui do reduto mesmo. Quem ganhou dinheiro foram apenas os espertinhos que ganham com propagandas e venda de produtos para idiotas iludidos que acreditaram nas suas mentiras.

Mas sabe o que é o pior disso tudo? É que isso não vai mudar. As pessoas adoram ilusões e são viciadas em procurar caminhos fáceis. É só observar a quantidade enorme de pirâmides financeiras travestidas de negócios que estão caindo e trazendo milhões de prejuízos aos brasileiros. Eles enganam os idiotas dizendo que são investimentos em criptos, ações, opções, arbitragens com uso de robôs, prometendo até 3% ao dia de lucro (lembrando que a poupança te dá isso em um ano), e como as pessoas são iludidas e extremistas, caem nesses engodos. Cheguei a conclusão que isso nunca acabará, só mudará os produtos, investimentos e nomes difíceis, pois o golpe sempre será o mesmo, inclusive o processo utilizado se repetirá.

Esse é só mais um esquema que prometia juros elevados diários, que deixou milhares de pessoas mais pobres. O dono já foi embora do país curtir a grana fácil que ganhou em cima dos coitados enganados

Sabe como esses caras que se dizem de sucesso e especialistas em investimentos e empreendedorismo ostentam uma vida de luxo nas redes sociais? Investindo e empreendendo? Não! É em cima do seu suado dinheiro te enganando. Quando não é uma pirâmide, é vendendo cursos que não te ajudarão em porcaria nenhuma, embora prometam te deixar ricos empreendendo ou investindo. Nem Warren Buffett consegue multiplicar anualmente e triplicar seus investimentos e você vai acreditar no cara da Empiricú ou na Betina que fez milão virar 1 milhão e, depois de ser escrachada, agora volta com a maior cara de pau falar besteiras? Se nem Jorge Lemann consegue triplicar seu lucro você vai acreditar nesses mentirosos e seus cursos de marketing no YouToba e InstaBosta? Nem os maiores investidores do mundo conseguem juros de 10% anuais e você acredita que essas pirâmides te darão 30% ao mês?

Enfim, antes que eu fique mais nervoso, vamos logo para a pergunta principal do post:  quais os melhores investimentos para betas pobres para 2020? A resposta é fácil, invista na sua educação para você deixar de ser burro e não ser mais enganado, além de virar gente e deixar de ser um animal, invista em um bom psicólogo e psiquiatra para tratar sua mente beta doentia e fracassada (os comentários do último post mostraram isso), invista tempo em criar amizades, relacionamentos e networking, pois isso faz bem para sua mente e negócios, e, por fim, invista o principal da sua renda em investimentos seguros, arriscando apenas aquilo que não fará falta. Aos que sempre me criticaram, mostrem aí o seu incrível dinheiro (onde estão os mega empresários Roliço e Chuppa Pau?), eu já provei aqui que tenho um excelente salário, um bom patrimônio e vivo uma vida semi-idílica, viajando, comendo, bebendo e transando muito bem. Só a Filosofia Diabística e o dinheiro podem salvar o beta!


Um abraço do Pobre-diabo!

sábado, 8 de fevereiro de 2020

O que move o mundo? A vagina!


Você pode dizer que o que move o mundo é o dinheiro e o poder. Não está de todo errado. Mas o que move na verdade o mundo é a vagina! Enfim, já faz algum tempo que não escrevo sobre questões reflexivas, principalmente as que mais atormentam a vida dos betas, ou seja, a falta do carinho feminino. Homens são criados desde a mais tenra idade no colo da mamãe e passam a vida toda querendo esse mesmo colinho, porém o projetando em mulheres que não querem cuidar de um bebê chorão como eles. Para tanto, impregna-se em suas mentes limitadas que eles devem ser os melhores homens e devem “cuidar” de uma mulher da melhor forma para que possam as merecer.

A parte instintiva do homem sempre vai querer uma vagina. A parte psicológica, por sua vez, irá traçar os caminhos para tentar “possuir” uma segundo os padrões já tidos como certos em nossa sociedade, ou seja, dando sua vida, seu tempo, sua paz, sua dignidade e tudo o que tem. Quanto a elas, a parte instintiva sempre vai dominar, não precisando elas fazer qualquer mudança de mindset ou agir contra sua essência, pois em suas mentes, as fêmeas sempre se atraem pelos melhores machos e sempre procuram segurança em primeiro lugar ao invés de um “amor” abstrato. Enquanto você dá tudo o que você tem, elas só precisam oferecer a sua beleza. Os homens são burros ou não?

Que lindo o casal, só provando que o amor não escolhe idade, beleza e nem dinheiro. Só que não! Estamos falando do grande Romário, campeão da Copa de 94, já eleito o melhor do mundo, o rei dos gols e dos dribles, rico e influente. E você, betinha, quem você é?  (Obs: ele já trocou e está com uma ainda mais linda)

Homens, como são seres inferiores, se iludem com qualquer gesto de delicadeza ou mesmo com qualquer figura doce e meiga feminina que aparece em sua frente. Nessas ocasiões, automaticamente, o animal aciona as áreas mais idiotas de seu cérebro e as respostas que têm é que ele deve dar a sua vida e todo o seu dinheiro em troca de ter a atenção de uma mulher e, se merecer, sentir a sensação de copular. Os homens fazem tudo o que fazem, ou seja, estudam e trabalham unicamente para poder ter acesso a uma mulher. Vivem e morrem por elas. Elas, por sua vez, vivem somente para elas mesmas e seus filhos. O que acontece no final é que o desespero e o medo de ficar sozinho fazem o beta casar com a primeira mulher que ele "acha" que o ama e depois nós somos obrigados a ver esses casais horrorosos andando de mãos dadas pelas ruas e betas arruinando as suas vidas.

A vida do homem infelizmente é uma vida de escravo. O animal só serve para trabalhar, pagar contas, servir, cuidar e proteger sua mulher e prole. Em contrapartida, o coitado não ganha absolutamente nada em troca, menos ainda sexo ou quando ganha é bimestral e com má vontade. Além de se sentir na obrigação de pagar tudo, os imundos agem como verdadeiros serviçais, abrindo mão de suas vidas, de seus prazeres e conforto, tudo para que sua família feiosa viva o melhor possível nas costas dele. O pior ainda é que a maioria se sente ainda orgulhoso de se chamar pai de família como se fosse grande coisa ou pior ainda os que falam para os amigos que quem manda em casa é a "muié" e os que chamam elas de "patroa". Patético.

Esse é o nosso amigo Gersão e sua adorável esposa. Olha que lindo a felicidade do casal! Mas não se engane, isso é só nas fotos, porque esse coitado não transa faz 6 meses e trabalha igual um cavalo para bancar ela e os filhos que ela teve com o Pedrão da borracharia 

Além disso, os animais trazem consigo um desejo idiota de propriedade sobre as mulheres, algo mais cultural que instintivo, que se funde a um medo gigante de perder sua fêmea, a única que lhe deu atenção, e ficar sozinho, nunca mais tendo alguém para dar colinho para o fracassado. Entenda, seu verme fedorento, ninguém é dono de ninguém e mulher alguma é obrigada a te dar atenção ou ficar com você. Ninguém tem culpa de você ser um escroto sem dinheiro e nem tem obrigação de gostar de você. Não se compare com alfas sendo um feioso pobre, um verdadeiro repelente de mulheres. Se quer que alguém se atraia por você então seja atrativo. O mundo é assim e não vai mudar por causa da sua parca existência. Imagine o nojo que as novinhas lindas e patricinhas tem de você que a única opção de vida foi vender lanches vencidos na garagem da mamãe?

Por fim, eu só posso dizer que a única solução para o beta é se desenvolver de forma diabística, através do dinheiro. Eu sou um exemplo vivo disso, um beta B, mais feio que cu cagando, um filhote de urubu, uma mistura de Batoré, Cerveró, Raul Gil e Ronaldinho Gaúcho, covarde como uma cadela, alcoólatra, fumante compulsivo e com sérios problemas de retardo mental, mas que mesmo com todas essas limitações, aprendi a lutar com unhas e dentes para crescer cada vez mais na vida, sem colocar a culpa nos outros. Hoje sou um homem de prestígio, financeiramente e socialmente realizado. Hoje eu colho os frutos e não são poucas as garotas que já passaram pela minha vida, além da vida de glamour que venho tendo, regata a muito luxo, conforto e sofisticação. Sustentar esposinha feia e folgada? Fique isso para vocês, betas, pois hoje a tarde sairei com uma loira gostosa, que eu apelidei de Amanda Lee!



Forte abraço!

sábado, 1 de fevereiro de 2020

Crônicas de um pobre-diabo alcoólatra


Ontem eu estava com os  nervos a flor da pele, devido ao dia estressante de trabalho. Além disso, os poucos dias de folga que peguei não foram suficientes para recarregar minhas energias. Enfim, saindo do trabalho, fui diretamente ao primeiro bar que achei no caminho. No trajeto fui refletindo sobre várias coisas em minha vida e comecei a chorar como uma criança. Ao entrar no bar, logo de cara pedi uma dose de pinga, depois outra, outra e outra... Em dado momento, uma mulher tocou em meu ombro e com sua voz bela e aveludada perguntou se eu estava bem, provavelmente porque eu estava com a maior cara de fracassado chorão. Era a garçonete, uma mulher com seus 45 anos, rosto um pouco sofrido devido ao trabalho pesado, porém com ainda boas curvas em seu corpo.

Respondi que estava levando a vida e pedi que ela me trouxesse mais pinga, pois precisava espairecer, pedido esse prontamente respondido. A essa altura eu já estava alcoolizado, mas precisava de mais dessa poção da alegria. Percebi que Sara (nome que eu dei a ela em homenagem a uma conceituada atriz) não parava de me olhar enquanto trabalhava, provavelmente por ter visto algum potencial em mim, devido ao meu terno social, a minha classe e talvez aos meus itens pessoais de luxo (relógio Tag Heuer, pulseira de ouro e chave do meu belo carro). Como não tinha certeza do motivo, fiquei na minha e continuei bebendo, como um verdadeiro alcoólatra fracassado, que desconta todas suas mágoas na bebida.

O tempo foi passando e eu já estava muito alcoolizado, não percebendo que já não havia mais ninguém no bar e já estava fechando. Sara veio ao meu encontro e perguntou se eu precisava de ajuda, tendo eu respondido que estava tudo bem e se ela gostaria de uma carona. Ela perguntou se eu tinha condições de dirigir, eu respondi que sim, mas que se ela quisesse poderia conduzir meu carro e foi isso que aconteceu. - Quer ir para minha casa? Disse a doce mulher. - Pode ser, respondi. - Tenho um quarto sobrando e você pode dormir lá, continuou ela. Como eu estava sem condições de dirigir, aceitei, porém, nesse momento, eu sinceramente não havia percebido nada de diferente, nenhuma maldade, achei realmente que ela só queria me ajudar. Ledo engano.


Ao entrarmos no apartamento de Sara, um apartamento bem simples e mal localizado, porém bem cuidado e limpo, ela já me empurrou para o sofá, montou em mim e começou a me beijar loucamente, para o meu espanto. Ela já foi tirando a roupa, mostrando o seu corpo que já estava um pouco judiado pelo tempo, tendo sofrido forte com os efeitos da gravidade. Achei melhor não ficar olhando muito para não desanimar e deixei ela abrir minha calça, começando a praticamente engolir o little Devil, sentando logo na sequência nele, sem preservativo. Eu estava ainda muito alcoolizado e fiquei parado, enquanto ela quicava muito, com uma sede imensa de sexo. Quando eu falei que estava prestes a ejacular, a doce senhora, parecendo uma bezerra faminta, abocanhou o palmito diabístico e tomou todo o meu néctar, o que me deixou muito relaxado.

Depois disso, Sara ainda me deu banho e me levou para sua cama, onde dormimos de conchinha. Ao acordar hoje cedo, já fui recebido na cama com uma xícara de café e algumas torradas com manteiga, que a doce Sara fez para mim. Depois de passar um pouco o efeito do álcool e com a luz do dia pude perceber que ela é mais feia do que eu imaginava, pois o álcool havia mascarado isso. Procurei ver o lado positivo, ou seja, além de transar, ganhei carona, comida e tratamento vip. Agora eu senti um pouco na pele a boa vida das espertinhas que procuram os caras com grana para se relacionar e serem servidas como princesas. Insaciável, Sara mais uma vez veio para cima de mim e começou a chupar o gigante diabístico, como se fosse um delicioso sorvete, e mais uma vez cavalgou em mim. Confesso que ver tudo aquilo balançando, um festival de estrias e flacidez não foi muito legal, mas eu tinha o dever de agradar aquela admirável senhora.

Depois de novamente ingerir lacticínios diabísticos, Sara disse que precisava sair, para buscar os netos (sim ela já é avó!), mas que se eu quisesse poderia ficar lá. Só respondi que precisava ir embora, vesti minhas roupas e me despedi dela. Fiquei pensando no caminho, o que faz uma mulher levar para casa um beta horroroso, fedido, fracassado, desconhecido e bêbado como eu? Será que o tempo foi cruel e o que sobrou para ela foi apenas um refugo da natureza como eu, esse cocô de braços e pernas que vos fala? Enfim, já estou em casa, fumando um delicioso cigarro de cereja e bebendo um bom whisky, enquanto reflito sobre essa minha vida de beta...


Um abraço do Pobre-diabo!

domingo, 26 de janeiro de 2020

Metas diabísticas para 2020


Sei que cada ano que se inicia é a mesma ladainha de que vamos mudar isso, mudar aquilo, melhorar aquela outra coisa e o caralho a quatro. No final de tudo a vida da maioria continua a mesma merda, quando não piora. Para a classe amaldiçoada dos betas é ainda pior, pois o beta sempre tende a ser mais fracassado, ficar mais feio, mais gordo e fazer menos sexo. Por isso não vou ficar com aquele papo chato e imbecil de ficar desejando coisas boas, porque elas só vem com muito suor.

No meu caso, posso dizer que nesses últimos anos evoluí muito, tanto como pessoa, como financeiramente, apesar de eu ser praticamente um doente mental e a maioria das vezes imaturo. Mesmo assim eu não posso deixar de agradecer a três amigos principais que sempre estiveram comigo nessa jornada e nunca me abandonaram, principalmente nos momentos mais difíceis, são ele: os elixires dos deuses (cervejas artesanais), os cigarros de cereja e as damlux (damas da luxúria).


Enfim, assim como foi 2019, em que tracei várias metas, mas não devo ter cumprido nem metade delas, para 2020 também traçarei várias metas, porém dessa vez eu quero honrar a minha palavra. Quero focar muito na qualidade de vida, na sanidade mental e física e, também, no financeiro. Assim, lá vai a relação de metas para o grande ano de 2020, o verdadeiro ano diabístico:

1) transar com muitas damlux (pelo menos uma vez por semana);
2) provar dos melhores elixires divinos e charutos toda terça, sexta e fins de semana;
3) ir a restaurantes de alto nível todas as sextas e domingos;
4) fazer musculação e ginástica três vezes na semana;
5) ler mais livros;
6) melhorar meu carisma para ser promovido;
7) ajudar pessoas que precisam de ajuda financeira, tipo uma sugar baby;
8) fazer alguma luta, tipo Karatê ou Hapkido;
9) deixar meu visual ainda mais supimpa;
10) subir profissionalmente.

E vocês, quais suas metas para 2020?


Um abraço do Pobre-diabo!

domingo, 19 de janeiro de 2020

Uma verdadeira férias diabísticas


Saudações, betas. Hoje estou retornando a normalidade do reduto, pois peguei uns dias de férias para viajar e espairecer. Posso dizer que já estou com as baterias recarregadas e pronto para mais um ano de sucesso. Gastei uma grana considerável nessa viagem, mas sem arrependimento algum, pois vivi verdadeiramente de forma diabística em uma praia de altíssimo nível em uma suíte para pessoas seletas. Passei horas apreciando o lindo mar de águas límpidas, lindas garotas de biquíni e tomando deliciosas caipirinhas. Além disso, comi em restaurantes selecionados, bebi os melhores elixires dos deuses e transei com belas damas da luxúria.

Só de andar pela praia com minha sunga slip de lateral fina e estampas floridas, óculos modelo aviador, corrente de ouro, cabelo jogado para trás, bigode e uma tattoo de henna com desenho de âncora que fiz no braço percebi muitos olhares vindo das garotas de todas as idades, provavelmente surpresas com alguém diferenciado como eu. Percebi que alguns caras e mulheres riam também, provavelmente de inveja. Mas o que causou ainda mais inveja e furor em todos foi há 3 dias atrás quando saí com uma damlux e acabamos nos curtindo muito. 

Loira, 1,65m de altura, linda e muito gostosa, Riley (usarei esse nome em homenagem a uma linda e talentosa atriz de filmes educativos), realmente conquistou o meu coração. Depois de nos conhecermos, transamos loucamente. Dei o seu devido presente e a convidei para jantar comigo no mesmo dia e ela aceitou. Fomos em um restaurante de alto nível e ela parecia uma verdadeira deusa, exuberante em um belo vestido preto, que colocava em destaque seus lindos seios siliconados em um decote e marcava bem o seu belo traseiro. Tenho certeza que não teve um só cara que não a olhou e a desejou em sua cama, assim como deve ter ficado desanimado em lembrar que nunca transará com uma mulher assim, tendo que se contentar em ficar a vida toda com sua mulher chata e feiosa.


Riley parou o local, pois atraiu o olhar de todos, provavelmente pela grande disparidade de uma verdadeira princesa andando com um beta mais feio que cu cagando, uma mistura de Batoré, Cerveró e Raul Gil como eu. Enfim, depois do jantar, fomos diretamente para seu ap e transamos muito. Não sei se ela cobraria por isso ou não por ter a levado para jantar, mas resolvi dar mais um presentinho para ela, afinal, ela merecia. Por fim, deixei ela lá e, apaixonado, propus para para passearmos no dia seguinte na praia, pois adoraria desfilar com aquela deusa do pecado ao meu lado. Ela gentilmente disse que não poderia, mas que se quisesse vê-la novamente era só mandar mensagem.

Como um adolescente enlouquecido, no dia seguinte de tarde (depois de acordar com uma ressaca desgraçada por ter passado a noite bebendo whisky), mandei a seguinte mensagem: "Oi linda Riley, gostaria de vê-la hoje de novo e quem sabe jantarmos ao por do sol, topa? Ela somente respondeu com uma mensagem pronta e automática: "Olá amor, 1 hora são 300 reais e se quiser completo são 400, beijinhos!” Isso me deixou bastante irritado, como pode ela me esquecer assim e me tratar com tamanha frieza? 

Enfim, nem respondi a mensagem dela e só para me vingar liguei para outra damlux, ainda mais gostosa que ela e fiz muito sexo. Foi facinho esquecer Riley. No dia seguinte, ainda transei com mais uma damlux e terminei com chave de ouro a minha estadia nesse paraíso, bebendo muito e fumando deliciosos charutos cubanos. Queria ter essa vida para sempre, comendo, bebendo e transando muito, mas infelizmente preciso voltar para a vida normal de assalariado. Ainda bem que tenho um salário bom que me proporciona todos esses prazeres. Com dinheiro não tem como o beta não ser feliz, não é mesmo?


Um abraço do Pobre-diabo!

quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

Considerações diabísticas neste ano que se inicia


Ano novo, vida nova... Será mesmo que você, um beta que passou diversos anos atolado no lamaceiro do fracasso, conseguirá mesmo fazer a diferença nesse ano que se inicia? Obviamente não, pois é  bem provável que sua mente te sabotará novamente como ela já vez anteriormente. Então qual seria a melhor forma desse ano de 2020 fazer a diferença nessa sua vida sem graça e ridícula? Se você quer vencer de forma diabística, basta acompanhar os conselhos desse mestre mafagafo.

Inicialmente, você terá que abandonar os vícios que te fazem perder o foco. Pode ser até contraditório isso vir de minha parte, já que alguns betas virão dizer que minha dedicação aos elixires dos deuses e à pinga, assim como aos templos da luxúria, beiram o vício. Mas não se enganem, irmãos betas, o que para alguns seria o caminho da falência, para mim é apenas uma distração em razão do meu alto poder aquisitivo decorrente do meu atual emprego e das sacadas de mestre que tenho que me rendem uma grana supimpa. O que te faz perder o foco são aquelas coisas que ao se tornarem uma rotina, irão minguar sua energia a ponto de você querer viver apenas para elas.


Outra coisa a se fazer é deixar a infantilidade e a ignorância de lado e aceitar que não existe dinheiro fácil e nem oportunidades miraculosas. Por que alguém te ofereceria algo bom se o oferecido poderia ser melhor aproveitado por si? Sendo a natureza do ser humano acumuladora, qual a lógica de oferecer algo bom a alguém e não ficar consigo? Nisso se incluem oportunidades de negócios "da China" que retornam lucros altíssimos com pouco investimento e riscos baixos (o que não existe), "investimentos" em negócios vinculados a criptomoedas, seja como trader ou em empresas que trabalham com arbitragem de bitcoin que na verdade são pirâmides? Ou ainda por discursos como daquele ser fétido que brinca de ser Youtuber e vender cachorro quente com outros 5 sócios falidos e apenas menciona ter um capital financeiro ao qual nunca provou nada? Ou como aquele ser roliço que vende lanche estragado na garagem dos pais a quem ele escraviza, sonhando com uma realidade que não existe?

Por fim, o abandono de relações sociais que servem unicamente para te atrasar ou jogar seu psicológico no lixo. Eu estava saindo com um broto que embora fosse fisicamente uma delícia, ela tinha uma mente bem inferior intelectualmente à minha. Problemas gramaticas, lógica superficial, conteúdo insosso eram características que mais se destacavam nela. Não bastasse isso, começou a me pressionar para assumir relacionamento, porém com minha fugacidade expliquei que não haveriam condições disso ocorrer nesse momento. Ouvi ser chamado de covarde, que existiam homens melhores que eu e que eu estava me achando demais. Posso ser um beta mais feio que cu cagando e mais chato que um mímico de rua, porém meus poderes intelectual e financeiro diabísticos me jogam num patamar acima, além do meu estilo matador com camisa florida, colete cor de vinho, boina italiana, calça de couro e coturno urbano me fazer super estiloso. Cabe nesse parágrafo os amigos oportunistas, mas por estes possuírem uma barganha menor que as mulheres, são mais fáceis de serem dispensados.

Quero apenas pedir desculpas pelo atraso do post, pois como estive extremamente ocupado nessa virada do ano, apenas hoje a tarde consegui uma folga para comparecer em nosso amado reduto. Irei agora degustar uma boa pinga e um delicioso cigarro de cereja. Topam serem meus convidados?


Um abraço do Pobre-diabo!