sábado, 28 de setembro de 2019

Juros altíssimos? Dinheiro fácil? Fuja, é uma cilada, Bino!


Bom dia, camaradas diabistas. Estou vindo de uma semana muito corrida, muitas reuniões, muitas consultorias e muito trabalho. Isso é bom demais, pois tem dado resultado todo o esforço que fiz durante toda minha vida e posso dizer que estou fechando ótimos contratos e ganhando um bom dinheiro. Minha vida pessoal tem sido um pouco zoada, pois tenho bebido e fumado todo dia, além de ter exagerado essa semana em minhas visitas às damlux, foram três vezes que fui ao templo do pecado e fiz amor com 5 damas da luxúria. Só nessa semana eu gastei o que o Roliço e o Chuppa Pau ganham no mês inteiro vendendo lanches vencidos.

Como todos sabem, eu tenho um bom dinheiro investido e comecei a observar nos últimos tempos a quantia de mentiroso que se diz trader de sucesso e que não precisam trabalhar, pois fazem day trading em casa e faturam salários incríveis sem sair de casa. Pior ainda os que se dizem traders de criptomoedas, tenho mais raiva ainda. Eu na verdade fico com pena desses caras, uma por ser idiotas iludidos, outra por serem mau caráter e enganar as pessoas e por fim tenho pena dos iludidos e extremistas que compram esses cursos idiotas. Você sabia que 92% dos traders só perdem dinheiro? Os traders de criptomoedas são piores ainda, 97% só perde. 

Todos sabem, também, que eu sou especialista em investimentos, mercado financeiro e empreendedorismo, podendo afirmar com absoluta certeza que estamos em um cenário de grande agitação por conta de vagabundos mentirosos e golpistas, os quais vendem ilusões para idiotas que acreditam que existe dinheiro fácil e sucesso sem esforço. No final, os espertos sempre enchem os bolsos de grana em cima desses idiotas, e quanto os animais que compram cursos e tentam fazer igual perdem tudo, isso quando não caem nas pirâmides financeiras que prometem ganhos elevadíssimos.


Quem aqui não viu aquele coitado fracassado que abandonou o emprego de 4,5k, vendeu o carro de 30k, pegou 4k da avó, 8k do amigo e fez o coitado do padrasto emprestar 100k no banco, "investindo" 152k no Bitcoin Banco, dizendo que ganharia juros de 1250% em 3 meses? A ilusão e extremismo, aliada a ganância burra, fez o perdedor achar que facilmente transformaria esse dinheiro em 2 milhões. Resultado: perdeu tudo e colocou sua família, seu amigo e a si mesmo na merda. Dá para acreditar que o sujeito achou que do nada ficaria milionário assim? E ele não é o único, milhões de pessoas estão caindo em golpes assim por aí! 

Ou o caso do cara que ganhava 10k ao mês, mas abandonou tudo para virar trader de opções e mercado futuro. Exibia nas redes sociais elevados ganhos diários. Teve mês que ganhou 100k. Porém teve mês que perdeu 70k. Depois só começou a perder. Vendeu o carro de 80k e emprestou 16k da mulher, dizendo que pagaria as dívidas, parem "investiu" tudo novamente e perdeu. Mas ele continuava se exibindo como trader de sucesso, mostrando ganhar 10k em um dia, enquanto no mesmo período perdia 20k. Em julho desse ano, ao perder 37k em uma única manhã, ele se jogou do 14° andar. Dias depois, sua viúva descobriu que ele deixou uma dívida de 285k ao banco e mais 105k em corretoras, totalizando 390k.

Enfim, como sempre eu digo aqui, não existe dinheiro fácil, se assim fosse, todos estariam ricos. Se 92% perde, é sério que você acha que vai ganhar algo, logo você que é um beta burro e fracassado? Se quer vencer, escolha se desenvolver de forma diabística, pois é a única forma de vencer. Portanto, abandone as ilusões e extremismos, vivendo na mais completa racionalidade e estratégia. Não tem como não vencer assim.


Um abraço do Pobre-diabo! 

domingo, 22 de setembro de 2019

A maior verdade sobre os relacionamentos


Ontem eu saí de tarde com uma gatinha que já estávamos conversando há um certo tempo. Ela é bonitinha, corpinho mignon e na cama é uma delicia. Tem 19 anos. Eu diria que 99% dos betas burros aqui do reduto iriam ficar doidos para namorar ela, por terem mentes fracas e resumirem suas vidas insignificantes e medíocres na busca por mulheres, principalmente as mais joviais, esquecendo que existe um mundo todo para explorarem e conquistarem.

É claro que foi muito gostoso os momentos íntimos com ela, porém o que elas em geral têm de tão especial assim a oferecer ao ponto de betas as colocarem ao patamar de deuses e fazerem delas a razão de suas vidas? Os animais fazem de tudo e até se matam por causa delas. Para mim todos homens e mulheres são apenas carnes e ossos, um saco cheio de fluídos e excretor de urina e bosta, com um intelecto parco e uma certa quantidade de dinheiro nos bolsos (este último o mais importante).

Eu que sou um cara que já teve bastante vivência no mundo, posições altas socialmente e profissionalmente falando, além de já ter tido muitas mulheres em minha vida, posso dizer que no fundo tudo é igual nos relacionamentos. Depois de um tempo tudo perde a graça, o sexo fica chato e cada vez mais raro e as pessoas vão ficando chatas. Pode ser novinha, linda ou gostosa, depois de uma tempo tudo fica igual. Aliás, piora, pois cada vez mais aparecem cobranças, contas e infernos mentais.

Não se iluda com isso. É óbvio que é uma delicia e deixa qualquer um louco, mas o preço a se pagar é muito alto (não estou falando só em dinheiro). Por isso prefiro as minhas damlux, tenho ótimos momentos com elas e depois vou embora sem nenhum compromisso

Então, betinha imaturo, o meu conselho diabístico é que você pense e reflita melhor sobre sua vida e busque de todas as formas vencer e, consequentemente, ganhar muito dinheiro, pois só ele vai te fazer feliz. Esqueça essa infantilidade de ficar fazendo "socialzinho", ficar "burguesando", pois isso é extremamente ridículo e só vai te fazer passar vergonha e ver como é um fracassado perto dos alfas. Pior ainda é ficar se exibindo com bombas falsificadas para magrelas de 35kg que não têm nada a oferecer intelectualmente e financeiramente. Fingir ser o que não é no final só te fará mal, além de ser o cúmulo do fracasso. 

Quando eu falo do sonho de ter uma vida idílica e bilzeriana, o foco que dou é unicamente e totalmente em mim mesmo e unicamente no meu prazer. O maior problema dos betinhas é acharem que terão a posse de uma mulher, a qual eles acham que serão só deles e vão os amar para sempre como nos contos de fadas. Aí qualquer problema que acontece na relação está feita a tragédia. Em nossa sociedade atual ninguém é dono de ninguém, então foque só em você, na sua felicidade, na sua paz, no seu prazer, no seu futuro e no seu sucesso. 

O amor é lindo!

Eu, por exemplo, fiquei a tarde toda com a garota, primeiro almoçamos em um restaurante de alto nível, depois transamos loucamente e no fim da tarde fomos tomar um café em um lugar top. Dava para ver em seus olhos como ela estava vislumbrada em sair com um cara de alto nível financeiro. Mas depois disso eu mandei ela ir embora porque tinha um churrasco de noite com meus amigos, regado à cervejas e muita carne. Ela ficou brava, falou que eu estava trocando ela e mandou eu não a procurar mais. Ótimo para mim, pois economiza meu tempo de ouvir chatices e mulher é o que mais tem por aí.

Se for para me relacionar como uma mulher, que a companhia seja agradável, que a conversa seja boa, que não me traga problemas e que tenha dinheiro para não usar o meu. A beleza nem é tão fundamental assim, afinal, ela sempre enjoa e o sexo sempre se torna chato e sem graça. Princesas de contos de fadas não existem, betinhas, seja racional nos relacionamentos! Por isso a Filosofia Diabística é a salvação para os betas, pois ela prega o abandono das ilusões e extremismos e vivência na mais completa racionalidade e estratégia, focando sua vida unicamente em você e em seu prazer. Ela te ensina a não se iludir e saber viver de verdade.


Um abraço do Pobre-diabo! 

quarta-feira, 18 de setembro de 2019

Um pobre-diabo pinguço


Outrora apenas degustador de cervejas artesanais, também conhecidas como elixir dos deuses, ao longo do tempo, em virtude de uma vida extremamente estressante profissionalmente, passei a beber cada vez mais, incluindo whisky e cachaça no rol dos elixires, acompanhados de cigarros e charutos.

Antes eu bebia mais quando estava estressado ou para socializar. Depois comecei a beber logo após o trabalho. Na sequência passei a beber tanto depois do trabalho como antes de dormir. Hoje eu bebo todos os dias, muitas vezes até após acordar, passando o dia todo e até dormir. O pior é que agora eu estou apreciando tomar cachaça, também conhecida como pinga, porém tomo uma gourmet e altamente sofisticada.


Mas o objetivo desse post não foi falar que sou um pinguço por conta de estar bebendo excessivamente. Na verdade foi uma situação chata e escrota que aconteceu comigo. Estava eu ontem muito feliz por causa de um bom negócio que fechei, decidindo por tomar uma boa pinga para comemorar. Fui ao meu bar favorito e já pedi a melhor pinga e tomei em um só gole. Fiz isso na segunda, terceira e quarta doses que vieram na sequência.

Como não havia comido nada, isso foi o suficiente para me deixar levemente alcoolizado. Nesse momento, eu estava me sentindo ótimo, pois estava com um look matador composto por uma camisa vinho, suspensório e uma boina italiana xadrez. Estava me achando um verdadeiro galã, contudo, como estava um pouco bêbado, acredito que isso não causou uma boa imagem aos brotos.

Em dado momento olhei para uma garota sozinha no bar e já cheguei junto com uma abordagem irresistível: "Você vem sempre aqui?", perguntei. A moçoila nem olhou na minha cara. Então eu toquei em seu braço e repeti a pergunta. Na mesma hora ela olhou brava para mim, com cara de nojo, dizendo: "Sai daqui, seu pinguço!". Confesso que fiquei desconcertado e saí no mesmo momento.


Como sei que sou um beta B mais feio que cu cagando não deixei isso me afetar, olhei para outra garota e já fui em sua direção. "A noite está gostosa hoje, não é?", perguntei eu. Não sei se ela entendeu errado, principalmente quando falei a palavra "gostosa", só sei que a mulher me empurrou e disse: "suma daqui, seu bêbado!". Como fiquei bravo, retruquei: "Está se achando demais". Ela só respondeu de forma alterada: "Você acha que eu vou perder tempo com um pinguço ridículo como você?".

Nesse momento, já apareceram três caras envolta de mim, pois achavam que eu estava brigando com a mulher. Para acalmar a situação eu falei: "Calma, galera, não precisa disso". Nisso um deles que era baixinho e magrelo, aparentando ter 14 anos, chegou me intimando e falou: "Respeita a mina, por que não mexe comigo?". Antes que eu explicasse que não tinha nada a ver, levei um tapa na cara que me deixou furioso, então empurrei o garoto, momento em que tomei mais um tapa na cara dele.

Perdi o controle e fui para cima o esbofetear, porém, nessa hora, fui contido pelos seguranças, que me tiraram do bar e me levaram ao caixa, mandando que pagasse a conta e sumisse, enquanto todo mundo me vaiava. Não pude nem me explicar, os caras ficaram me chamando de bêbado, fizeram eu pagar a conta e me jogaram para fora do bar. Eu estava possesso de tanta raiva que entrei no carro e comecei a socar o banco com força e gritar. Se a desgraça ainda não foi pouca, ainda machuquei meu punho em um dos socos e agora está doendo muito.

Para me acalmar, adivinhem o que fiz quando cheguei em casa? Tomei mais pinga  ainda e acordei hoje vomitado no meio da sala. Isso não foi nada legal. 


Um abraço do Pobre-diabo! 

sábado, 14 de setembro de 2019

Ficar rico empreendendo?


Como todos sabem, faz cerca de 3 meses que fui demitido de um emprego em que eu tinha um ótimo salário, porém com uma responsabilidade gigantesca, que me levou a um estresse fora do comum, além da acentuação do meu alcoolismo e vício em cigarro. É claro que não foi nada fácil perder o emprego dessa forma e a segurança que ele me trazia, sendo isso ainda algo que me deixa pensativo às vezes, pois hoje eu tenho que correr atrás do meu dinheiro, não tenho mais aquele salário gordo que caia na minha conta automaticamente todo mês. 

Alguns idiotas sem conhecimento algum do mundo me pintavam como um adorador da CLT e um inimigo do empreendedorismo, o que nunca foi verdade. O que eu sou sim é um especialista nesses assuntos, portanto, abomino qualquer ilusão e extremismo. Promessas de elevados ganhos sem fazer nada é a chave certa para o fracasso, afinal, não existe dinheiro fácil e nem sucesso sem esforço. Se você pesquisar na internet vai ver que os dados não são nada animadores, afinal, se fosse fácil qualquer idiota abriria uma lanchonete na garagem da mamãe e ganharia 20k por mês e ainda abrindo uma rede de franquias em menos de 2 anos (o Roliço dizia isso, pasmem). 

Em uma rápida busca você encontra vários anúncios mentirosos desses, sempre prometendo uma oportunidade única de ganhar bastante dinheiro de forma fácil. Tem um idiota aqui do reduto que tem o nome de um personagem do Dragon Ball Z que tenho certeza que deve acreditar

Poderia citar muitos nomes aqui de charlatães que prometem elevados ganhos e para tanto vendem cursos caríssimos para você. Mas não vou fazer isso não, afinal, compra essas merdas quem quer, pois burros sempre existiram e sempre existirão nesse mundo. Ontem mesmo saiu uma pesquisa sobre empreendimentos, contatando que 75% fecham antes dos 5 anos. E você idiota ainda acredita naquele mentiroso que fala que sabe fazer 6 dígitos em 7 dias? Ou aqueles mentirosos que dizem multiplicar seu dinheiro facilmente por 3, 5 ou 10 vezes? Será que os animais não entendem que esses golpistas só querem te vender cursos? 

Se você quer se dar bem nos empreendimentos, antes de tudo terá que abandonar toda e qualquer ilusão e extremismo. Deve se ater unicamente nos números, no que é racional. As grandes empresas, aquelas sólidas e sustentáveis, além de terem bons capitais iniciais e de giro, fazem pesquisas profundas quanto ao mercado de seus produtos, projetos de viabilidade, análise da concorrência, inovação, análises de marketing, estudos sobre o design dos produtos, pesquisas de consumo, análises robustas sobre os estoques, linha de produção, fornecedores, transportes, sustentabilidade, imagem da empresa etc etc etc.

Esse é o ponto comercial que o Roliço abriu na garagem da mamãe no subúrbio. Com certeza esse mega empreendimento deve faturar facilmente 1 milhão por mês. Segundo ele, em 1 ano já estaria com pelo menos 6 franquias abertas. 

Aí vem dois idiotas fracassados e de baixo QI, um falando que abriu um dog com 5 sócios (que milagrosamente em 6 meses está valendo mais de 100k, sendo que antes valia 15k) e o outro uma lanchonete na garagem da mamãe, ambos sem nada de dinheiro, querendo falar em empreender? Sinceramente, tenho muita pena desses coitados. No fundo eles sabem que só estão se afundando e fodendo os coitados dos seus pais, os quais lhes emprestaram dinheiro e nunca receberão de volta, além de ter que pagar toda a dívida que eles irão acumular. Pobrezinhos, dos pais em terem filhos tão burros e aproveitadores. 

Muitos idiotas se iludem achando que terão lucros altos sobre o faturamento. Você sabia que a maioria dos empresários não tira nem 5% de tudo que faturam? Apresentei esses tempos uns dados de que 4 de 5 empresas fecham antes de 4 anos. Aí você vem querer falar de empreender se você nunca teve bosta nenhuma e nunca fez dinheiro? Você merece apanhar por ser tão burro. Para empreender você precisa ter condições. E não caia no papo daquele Érico que fala que você não precisa nem ter o produto antes, que é só vender e pronto, como se ele fosse o Deus das vendas. Que eu saiba ele vende cursos e ilusões para iludidos que pensam que o dinheiro cai do céu. 

Esse é o novo negócio do Chuppa Pau, vender hot dog e x-salada de forma sustentável, sem poluir a natureza com combustíveis fósseis. Em 1 ano acredito que já estará faturando 1 bilhão por ano. 

Empreender te fará rico? Dificilmente se você for uma betoso sem dinheiro. Mas, se você tiver boas condições financeiras, trabalhar muito, tiver um bom projeto, um bom processo, um bom produto, boa estratégia, boa ideia e muita sorte, pode ser que em alguns anos você poderá estar ganhando um bom dinheiro, mas nada incomum também, não vai estar andando de Porsche Cayenne por aí não. Outra coisa, se acha que vai ser patrão e não mais funcionário pau mandado do chefinho está enganado. Cada cliente vai ser pior que um chefe e você trabalhará horrores, as vezes até mais que 15 horas por dias! 

Além disso, nunca esqueça a enorme concorrência que enfrentará e que o mercado já é dominado pelos grandes, os quais cada vez mais são donos de tudo. Entrar não é difícil e até dá para ganhar um dinheiro, desde que tenha condições, boa estratégia, paciência, trabalhe muito e tenha dinheiro para investir, porém se acha que terá uma rede de franquias ou uma multinacional em 5 anos, então esqueça. Aconselho você que comece a jogar na loteria, pois será mais fácil. 



Um abraço do Pobre-diabo! 

quarta-feira, 11 de setembro de 2019

Beta + dinheiro = muito sexo


O post anterior causou um debate encalorado sobre minha relação com uma damlux (dama da luxúria). Daisy é simplesmente perfeita, é daquelas garotas que aonde vai faz o mundo parar para observá-la desfilar. Homens ficam embasbacados perante ela e não podia ser diferente, afinal, seu rosto lindo, seus olhos claros, seu corpo delicioso, sua pele jovem e mais alva do que a neve, seus cabelos longos e sedosos, sua bunda grande e redonda e seus seios apetitosos não têm como não deixar qualquer um hipnotizado. Como eu disse há duas semanas aproximadamente, ela virou minha “namoradinha”, mas o que isso quer dizer? Unicamente que saímos juntos, causei inveja geral e transamos loucamente, porém com um presentinho fixo, nada a mais por hora.

No sábado passado fechamos em 500 reais a noite e posso dizer que arrebentei a boca do balão. Foi ótimo ver a cara de espanto de todo mundo no bar ao ver uma aberração como eu com uma diva daquelas. Era nítido os caras olhando com desgosto para suas companheiras feias ao me ver com aquela deusa do pecado. Bebemos bastante e nos divertimos muito. Melhor ainda foi na saída, entramos no carro e ela foi brincando com o little devil até a minha casa. Depois que entramos, fizemos um sexo louco já na sala, depois fomos para a cozinha e finalmente meu quarto. Demos uma pausa para um soninho, porém, de madrugada já acordei com sua boca massageando o “gigante diabístico” e já iniciamos mais uma brincadeira. Dormimos. Ao acordar, agora foi a minha vez, pois não tinha como aguentar ver aquela bunda grande e redonda de fio dental na minha frente. Acordei ela e já iniciamos mais umas peripécias, que começou de ladinho e depois tomou proporções loucas – e gostosas. Por fim, tomamos um café e a deixei em sua casa.


A moçoila estava realizada. O garotão aqui também. 500 reais foi caro? Absolutamente não! Saímos de noite, humilhei todo mundo ao me verem com uma beldade, ganhei uma carícia oral no carro, transei três vezes e de forma incrível. Uma namorada ou esposa custa muito mais do que isso e o benefício não chega nem perto. Se duvida disso, eu vou explicar. Você pode até falar que gasta pouco com sua namorada/esposa, porém vai ver que isso não procede. Primeiro porque sua namorada é feia, gorda, chata e não sabe transar, logo, o preço dela no mercado “damluxístico” seria baixíssimo, tipo uns 50 reais. Segundo que sempre que você sai vai gastar algo, seja restaurante ou motel, vai gastar sim e muitas vezes só para ouvir uma conversa chata e para nem transar. Terceiro que vocês não vão transar gostoso e, mesmo que façam sexo, o que é raro, vai ser sem graça, pois o corpo dela é feio, ela não sabe fazer direito e ainda tem nojinhos. 

O que eu paguei foi praticamente de graça pelo que recebi em troca, afinal, sendo damlux ou não, sempre pagaremos de alguma forma. Mas como nada é para sempre, mandei mensagem para a querida e doce Daisy hoje de tarde, pois já estava com saudades. A resposta dela foi fria, como se não me conhecesse, como se tivesse me descartado de sua vida amorosa. Foi daquelas mensagens que são padrões das damlux: “Oi amor, estou te esperando em meu local. Faço completinho desde que a higiene esteja em dia. Meu presentinho é 350 (500 completo). Venha logo, estou te esperando e você não irá se arrepender. Beijinhos!”.

É obvio que não fiquei chateado, pois nosso contato era apenas profissional e visando unicamente o prazer, como deve ser a vida de um beta diabístico. Fiz esse post e os outros dois tratando a Daisy como “namoradinha” apenas para debater sobre relacionamentos e mostrar para os betas que o que importa de verdade é o nosso bem. Esse negócio de viver em função de mulher é ridículo. Ver caras inteligentes como um amigo nosso que fica falando em estratégias para fazer um “socialzinho” nos ambientes e no Instabosta, tudo para chamar a atenção e “pegar muié” é triste e só mostra como o beta é um ser fracassado. Mais triste ainda é ver caras como o roliço que se entopem de bombas falsificadas e colocam sua saúde em risco só para chamar a atenção de faveladas de 35kg. Ou ainda o outro tiozão do reduto que mantem um casamento infeliz com uma gorda problemática, achando que a “exclusividade” de seu corpo cheio de gordura, flácido e feio é melhor que sua felicidade, liberdade e prazer.


No fundo, tudo são interesses. Nós queremos transar; elas querem conforto e emoções. O que você beta pode oferecer? Quanto você pode pagar? Quanto mais você tem em termos de dinheiro, social e beleza, mais acesso a vaginas de qualidade tem. Já para elas o que manda é a beleza, ou seja, quanto mais linda e gostosa, melhores caras elas podem ter. Resumindo, tudo se trata do quanto de barganha você tem no mercado. Se você é beta e pobre, então se contente com notas baixas. A única forma de um beta reverter isso é através do dinheiro, pois ele é o maior afrodisíaco de todos. O problema de todos os betas é que acreditam nos contos de fadas e que vão encontrar uma mulher que os ame de verdade, sem nenhum interesse. Ou também os idiotas que acham que vão burlar o sistema e vão conseguir namorar Amandas Lee, mesmo sendo feios, asquerosos e pobres. Patético.

Enfim, betosos, eu não assumi nenhum relacionamento sério com a Daisy, apenas curtimos momentos gostosos juntos. Acredito que até mesmo ela que é linda, inteligente e divertida iria me fazer enjoar depois de certo tempo, caso estivéssemos namorando (e ela não fosse damlux), pois no fundo todas as mulheres são iguais, assim como a maioria dos homens também são. A única forma de fazer diferente e romper com o ciclo de fracasso que o universo destinou a nós betas é através da Filosofia Diabística. Agora, estou indo para um templo da luxúria aproveitar mais um pouco dessa vida que só a FD e o dinheiro proporcionam. Já estou preparado para hoje: cigarro de cereja e piteira no bolso, além do dinheiro na carteira para comprar whisky e espumantes. O presentinho das minhas princesas da promiscuidade também já está separado. Daisy agora é passado. Estou na pista para encontrar a próxima damlux que roubará o meu coração por algumas horas. 


Um abraço do Pobre-diabo!

quarta-feira, 4 de setembro de 2019

Diga NÃO ao negativismo e SIM à Filosofia Diabística!


É incrível como betas tendem a ser negativos, invejosos e rancorosos. Aqui no reduto vemos muito disso. Toda hora tem betinha chorando por não beijar novinhas lindas na boca, por ganhar mal ou por se sentirem rebaixados perante alfinhas playboys ao verem sua vida de ostentação e sociabilidade perante as mulheres.  Tem até os haterzinhos virgens que morrem de inveja de mim por eu ter uma vida amplamente diabística. Sinceramente isso aqui está parecendo uma reunião de adolescentes problemáticos. 

Se eu fosse pensar como muitos negativistas aqui permaneceria a vida toda como um fracassado problemático, afinal, eu sou um beta B mais feio que cu cagando, ridículo, escroto, sem graça e doente por poder e dinheiro. Mas diferente disso eu sempre decidi por lutar e dar meu sangue pelo sucesso, não é a toa que cheguei aonde cheguei, sem ter tido absolutamente nada na vida. Quando eu crítico pessoas iludidas e extremistas é porque o que eu mais desejo é ver betas vencendo na vida e não se afundando ainda mais por conta desses engodos. 

Entendam que a Filosofia Diabística não tem nada a ver com esses negativismo e sim com o abandono das ilusões e extremismos, priorizando o pensamento absolutamente racional. Não se iludir não significa ser negativo, significa ser realista e maduro para priorizar projetos efetivos para sua vida. Significa você enxergar que existe um "funcionamento" do sistema e nós betosos estamos fora dele, por isso precisamos saber como devemos agir e qual estratégia usar. Não adianta chorar e espernear, pois nada vem de graça nessa vida. 


A Filosofia Diabística está aí para tirar as vendas dos olhos dos que estão cegos. Ficar querendo se comparar com alfas ou ficar chorando que é um beta desprezado pelas mulheres não vai resolver nada. Somente o dinheiro pode te fazer vencer, somente ele é capaz de tirar você dessa situação de ostracismo social. Só que o dinheiro nunca vem fácil, como alguns animais pregam por aí, ele é difícil de se obter e requer esforço, inteligência e estratégia. Não é abrindo uma lanchonete na garagem da mamãe ou um dogão em 5 sócios que você vai vencer. Isso não é empreendedorismo, isso é burrice! 

Todos sabem que fui demitido de um emprego de altíssimo nível e remuneração e agora estou apostando em uma área nova profissional. Semana passada tive uma reunião com empresários, a fim de fechar um contrato que me renderia uma boa grana. Infelizmente não fechamos contrato, pois apostei em um valor muito alto, porém o que importa é que estou dando as caras e fazendo contatos, uma hora virão os frutos. A Filosofia Diabística não falha! 


Fiquei triste? É claro que não, hoje às 16h tenho outra reunião, amanhã e sexta tenho outras. O importante é não parar. Você só é derrotado quando assume o fracasso e deixa de lutar. Eu estou muito feliz nessa nova fase, estou tendo mais tempo para mim e para curtir a vida. Tenho bebido e fumado todos os dias, mas não como antes que era uma espécie de fuga da realidade, hoje faço isso por puro prazer mesmo.

Agora mesmo já estou alcoolizado, pois estou tomando whisky desde manhã, e espero que passe o efeito até a hora da reunião. Saindo de lá já irei direto para um bar experimentar uma cachaça top que o dono disse que chegou lá e depois vou sair para jantar com uma damlux deliciosa que virou minha "namoradinha", a qual carinhosamente chamo de Daisy (em homenagem a uma linda e talentosa atriz). Ela ainda pede seu "presentinho" quando nos vemos, mas estamos nos curtindo bastante e acredito que mais um pouco isso mudará.


Só a Filosofia Diabística e o dinheiro salvam, então pare de chorar como uma marica e vá à luta, betoso! 



Um abraço do Pobre-diabo!