domingo, 31 de dezembro de 2017

O Ano Novo de um Pobre-diabo e metas para 2018


O congelador está cheio de carnes e as compras já foram feitas para o jantar de hoje, antes dos fogos. Como era de se esperar, litros de elixir dos deuses (cervejas artesanais) já estão me aguardando. Será uma comemoração de ano novo? Não para mim, esse pobre-diabo, beta B, mais feio que cu cagando e escroto, mas para meus familiares símios e é claro que o motivo de existir a necessidade de a geladeira estar cheia da poção mágica da alegria é justamente para eu ter energias mentais, físicas e psicológicas para aturar aquele bando de excrementos. Na verdade eu já estou tomando elixir dos deuses (uma deliciosa IPA) desde às 16:00, que foi a hora que comecei a escrever esse post e já estou um pouco bêbado. Adoro essa sensação. 

Estou sendo muito rude? Talvez, porém só estou falando a verdade. É difícil para mim fingir estar alegre simplesmente pela troca de calendário. Qual a diferença na vida das pessoas por causa disso? Absolutamente nada, pois vão continuar com suas mesmas vidinhas de merda e eu continuarei ficando cada vez mais velho e mais razinza. Vão continuar pobre, burros e endividados, mas mesmo assim estarão com a taça cheia de champagne e dizendo que 2018 será um ano melhor. A vontade que eu tenho quando alguém me deseja feliz ano novo é socar a boca do estômago dele e mandar para a casa do capeta. Só de imaginar as minhas tias gordas gritando de felicidade eu acabei de meter uma porrada na parede e agora a minha mão está doendo.

Esse é o pequeno pedido de chope que fiz para essa adorável moça antes de ir para a festa de Ano novo dos meus parentes para ver se consigo aguentar ficar perto deles

Estava muito bom lá na praia. Sem problemas, tranquilo, bebendo muito elixir dos deuses até atingir o estado transcendental máximo de reflexão diabística, transando e me divertindo, longe de toda a caterva daqui. O pior é que como eu tenho uma condição financeira maior que a maioria da minha família, tenho que ficar aguentando brincadeiras de todo mundo, falando que eu tenho dinheiro, que tenho que casar porque estou ficando velho, sem contar os discursos sobre Deus, família unida etc, ou tendo que vim ficar conversando e fingindo ser sociável com pessoas que só sabem falar sobre o Faustão, Gugu, Futebol, artistas e novela. 

Eu queria arrumar uma desculpa para não ir, mas não quero decepcionar minha mãe. Até pensei em inventar uma caganeira para ir embora mais rápido, mas vai ser pior porque vou virar o assunto da noite. Então o melhor a se fazer é me embebedar com o líquido da alegria, que refrescará a mim e a minha alma. É capaz até de eu suportar essa reunião escrota e me divertir. Talvez a minha prima traga duas amigas dela de fora e me apresente para elas, assim como ela me apresentou a Mia (lembram dela?), quem sabe depois de alguns goles não role algo? Talvez muito bêbadas elas não liguem para essa minha cara horrorosa mais feia que cu cagando. 

O meu sonho era passar a virada de ano assim, rodeado de belas damas, e não no meio de um povo sem educação e cultura, berrando igual a uns loucos ao som de fogos de artifício irritantes

Na festa de Ano Novo, terá churrasco, amigo secreto, brincadeiras e brinde com espumantes de pobre nojento na casa de um tio meu. Depois eles vão soltar foguetes (tem coisa mais idiota que soltar foguetes por isso? Eu só soltaria foguete se eu tivesse ganhado na loteria). Juro que eu queria passar o ano novo no templo da luxúria, junto com as deusas do pecado, as sacerdotisas do prazer, ou em algum lugar bem longe daqui, sozinho e completamente embriagado, pois acho que estou um pouco depressivo de ter voltado daquele paraíso e agora ter que me juntar com esse povo maldito que exala fracasso. 

Sei que é foda pensar assim, mas quando olho meus chefes, caras de sucesso, ou conhecidos bem sucedidos, médicos e concursados de alto escalão, e depois olho para meus parentes pobres fracassados e burros eu fico extremamente desapontado e com raiva. Pessoas que poderiam viver três vidas que jamais conseguiram atingir um estágio de inteligência mínima a ponto de se tornar atrativas para uma conversa de mais de 5 minutos. Não sei se fico com pena ou raiva deles ao ver como são conformistas com suas vidas de merda, sendo felizes apenas por tomar cerveja barata, pagar as contas, fazer filhos e ouvir músicas de merda. Esses dias um tio disse: o Pobre-diabo é rico, ganha R$3.000,00 por mês. Eu só dei um sorriso amarelo e saí de perto. Imagine se ele soubesse o meu salário real... 

Essas lindas garotas me chamaram para passar o ano novo com elas, mas terei que passar com meus familiares, irritado e com vontade de sumir de lá... 

Enfim, não quero mais pensar nessa merda de festa, vamos pensar nas nossas metas para 2018:

Pessoal

Quero fazer uma boa dieta para perder gordura da barriga, beber menos cerveja, pois o excesso pode fazer mal para minha saúde, e treinar mais para melhorar o físico. Quero trocar de carro também (talvez uma caminhonete). Quero ler mais e talvez fazer mais alguma especialização Quero conhecer novas damas também, pois não adianta só guardar dinheiro e não aproveitar as coisas boas que ele pode proporcionar, não é? Dessa forma, quero fazer muito sexo e comer bem, pois é isso que importa, sem comprometer o patrimônio, obviamente. 

Financeiro

Pretendo continuar no trabalho, pois o salário está ótimo para o meu padrão atual. Esse fim de ano decidi gastar bastante para colocar em prática o plano diabístico de vida idílica e tem sido ótimo, pois estou comendo e bebendo do bom e do melhor e não passando vontade. A partir de janeiro quero investir mais (renda fixa. Estou sem saco para acompanhar renda variável e quero segurança por enquanto. Criptomoedas eu estou pensando, só não quero estar quando a bolha estourar) e tentar reduzir meus gastos. Atingirem uma boa marca financeira em meus investimentos e talvez tenha um valor ainda mais expressivo caso venda o meu imóvel, que é a minha intenção. 

Reduto diabístico

Tivemos um ano turbulado, com a reconstrução do reduto diabístico e a perda de vários posts de sucesso em toda a Internet, que serão postados novamente em 2018. Mesmo assim, vencemos as dificuldades e estamos firmes e fortes, com milhares e milhares de visualizações, uma infinidade de comentários, discussões e e-mails. Enfim, pretendo manter as duas postagens semanais, fortalecer a Diabosfera fazendo uma integração entre os blogs parceiros e desenvolver novos temas betísticos para ajudar a comunidade beta. Aos que possuem blogs parceiros, deem suas ideias para fortalecermos os nosso laços, relacionando as nossas postagens etc. Também complementaremos os principais conceitos da Filosofia Diabística, que tem ajudado no desenvolvimento pessoal de milhares de betas.

O paraíso resumido em uma só foto. Se você não tem acesso a isso, você não é feliz. Então não tem nada que ficar festejando aí, seu excremento! 

Por fim, meus camaradas, vocês que estiveram comigo nessa caminhada diabística, que acompanharam a saga da minha vida de merda de um pobre-diabo escroto, beta B e mais feio que cu cagando, entre altos e baixos, desejo sucesso e paz (mesmo que isso não sirva para merda nenhuma, pois só serviria se alguém te desse dinheiro, palavras não matam a fome). Acredito que esse ano teve mais coisas boas que ruins e ano que vem as coisas melhorarão, pois a filosofia diabística têm nos salvado e nos mostrado que devemos nos preocupar apenas com nós mesmos. Nunca se esqueçam que só o dinheiro salva, então vamos atrás dele, amém irmãos??? 


Um abraço do Pobre-diabo e feliz Ano Novo! 

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Um pobre-diabo comedor!


Decidi passar o Natal desse ano longe da minha família. O motivo é que eu precisava de algo novo em minha vida, refletir sobre a minha existência e buscar respostas, além de colocar em prática o plano de vida idílica diabística que vocês têm acompanhado. Vim para uma linda praia junto com um amigo (a família dele mora longe, no Nordeste), que também estava de saco cheio de tudo e queria novos ares. Eu queria somente relaxar, degustar muito elixir dos deuses (cervejas artesanais) e ter momentos de prazer com damas da luxúria (e civis se possível fosse), não sendo esta última a prioridade.

Meu amigo, porém, como todo beta extremista e iludido só falava nas baladas que poderíamos ir e nos lugares que teriam mulheres gostosas (como se alguma delas fosse olhar para a nossa cara mais feia que cu cagando). Acabamos indo para alguns lugares e é óbvio que o fim foi sempre o mesmo: olhares de desdém, nojo e repulsa. Isso não me ofende mais, até porque eu mesmo sinto essas coisas de mim quando me olho no espelho e tenho vontade até de socar a minha própria cara. Antes de ontem eu transei com uma dama da luxúria que conheci na internet, que foi até mais barato que nossas saídas. O sexo foi muito bom e eu nem pensei mais em sexo. 

Porém, ontem aconteceu algo diferente. Estávamos na praia tomando líquidos divinos, quando chegou uma família próxima a nós e alí foram armar seu guarda-sol. Era uma tiazona de 42 anos, sua filha de 19 e seu filho de 7. A filha era simplesmente um espetáculo, era loira, branca e com corpinho de mignon. A mãe tinha várias rugas no rosto, mas ainda era bem cuidado pelo uso de botões. O corpo  era legal, apesar da idade, pois foi esculpido por bons cirurgiães estéticos (era nítido que fez lipoaspiração, lipoescultura, abdominoplastia e silicone nos seios).

O que acham dessa senhora? Sabem quantos anos ela tem? O dinheiro realmente faz milagre, afinal, com o dobro da idade da namorada favelada magricela de um amigo nosso, essa milf consegue ser infinitamente melhor! 

Meu camarada, como um bom matrixiano iludido, começou a secar a filha, como se tivesse alguma chance com ela. O otário até encolhia a barriga e estufava o peito, além de fazer caras e bocas de charme, achando que seduziria a mocinha, que naquela idade e com sua beleza possui barganha estratosfera, incompatível com um beta imundo. Como eu sou prático e racional, analisei a velha e conclui que faria um sexo bem gostosinho comigo, além de ser mais fácil de pegar, pois mulher nessa idade faz de tudo para agradar um bom partido mais jovem.

Me ofereci para armar o guarda-sol dela, sendo agradecido com um belo sorriso que acentuou ainda mais as suas rugas, que naquele momento não faziam diferença alguma, pois o little devil não se apaixona, ele só quer se abrigar em orifício quentes e molhados. Meu amigo já foi correndo ajudar e fazer graça para a filha, que só olhava para o mar (fingindo não ver o otario bobo da corte). - Estamos aqui do lado, se precisar é só chamar, disse eu envergonhado, deixando nítido que queria traçar a coroa. - Obrigada, meninos, vocês são de onde? Perguntou a tiazona. A partir daí juntamos nossas cadeiras e guarda-sol e ficamos conversando.

Como a novinha nem deu atenção para o meu amigo, ele ficou quieto na dele, com uma nítida cara de fracassado. Eu, como sou um estrategista racional, estava garantindo o meu jantar vaginístico. Depois de horas conversando, trocamos celular e fomos embora. Meu amigo ficou tirando onda com a minha cara, dizendo que a velha queria me adotar, no fundo sei que era inveja, pois ficou com a maior cara de trouxa quando rejeitado pela mocinha. Ao chegar em casa, já recebi mensagens da milf, que chamarei de tia Brandi (em homenagem a uma talentosa atriz milf) e já combinamos de na mesma noite sair para comer e assim foi. 

Acreditam que o entregador de pizza falou que os homens não curtem esse tipo de mulher e que não tem tesão nela? Ele afirmou que pegar uma magrela anoréxica de 35kg e sem bunda igual a namorada dele é muito melhor. Eu não pegava aquela magricela nem que me pagassem! 

Cheguei no restaurante a beira mar, lugar de bom gosto, e para minha surpresa a tia trouxe os dois filhos. Aquilo me deixou com raiva, mas contornei o problema chamando meu amigo e falando para ele que a filha estava uma delícia de vestidinho tomara que caia, com lindas marquinhas de biquíni. Obviamente que o otario matrixiano veio correndo, pós betas toscos adoram se iludir. Isso foi ótimo, um trouxa para dividir a conta! Rimos bastante, a novinha foi super simpática com ele (provavelmente sabia que ele pagaria a conta) e até fiz algumas brincadeiras com o filho da tia Brandi, para que ela sentisse mais confiança em mim, pois velhas mães solteiras querem caras legais com seus filhos e bons provedores. Enganei bem!

Como era de se esperar, eu e meu amigo rachamos a conta, que não foi nada barata, pois bebemos bastante e nos encarregamos de deixar o copo das mulheres sempre cheios. Eu me senti um completo otário pagando conta da velha e dos seus filhos (e realmente fui), porém eu queria a todo custo penetrar aquela mulher. O bom disso é que a senhora ficou completamente gamada em mim, enquanto a filha não quis nem saber do meu amigo beta depois do jantar. Nos despedimos e a velha me falou para aguardar que me mandaria mensagem na mesma noite. Meu amigo saiu nervoso pois serviu apenas de pagador de conta, mas o culpado é ele por achar que teria chance com a novinha gostosa. Odeio betas extremistas e iludidos que não se colocam em seu devido lugar. 

Já em casa recebi mensagem da Brandi, que perguntou onde estava e que viria até mim (que novinha que faz isso? Velhas com pouca barganha tentam compensar o tempo a qualquer custo). Deu 15 minutos e ela parou o carro perto e eu fui até lá. Em menos de 5 minutos ela estava se deliciando com o picolé diabístico. Chupei os seus peitos fartos siliconados, depois fomos para o banco de trás e transamos forte ali, finalizando com jatos de lacticínios diabísticos na boca daquela adorável senhora. Confesso que o sexo dela foi melhor do que de muitas novinhas. Ela se limpou e precisou voltar rápido, pois falou para os filhos que iria só à farmácia. 

Vocês preferem a mãe (esquerda) ou a filha (direita)? Eu prefiro a mãe... 

Hoje pela manhã recebi uma mensagem da tiazona querendo me encontrar de tarde. Fui até sua casa e ela estava sozinha, pois os filhos foram para a praia. Ela me mandou sentar e abriu uma garrafa de vinho. Conversamos e rimos, enquanto tomávamos aquele bom vinho. A velha não escondia o seu desejo de copular e se atirou para cima de mim, depois desceu e mamou como se estivesse faminta pelo palmito diabístico. Ainda sentado, ela apenas tirou seu shorts, puxou a calcinha para o lado e sentou forte. Depois ela fez algo que me deixou surpreso: mirou o little devil em outro orifício e foi sentando devagarzinho, até abrigá-lo inteiro lá dentro. Foi incrível! 

Estive até há poucos minutos na casa da Brandi. A velha sabe o que faz, até fez um delicioso café para mim. É incrível como mulheres mais velhas e com filhos tentam a todo custo compensar a perda da beleza e a idade mais avançada. São carinhosas, transam gostoso e correm atrás (pelo menos no início). É incrível se sentir desejado por ter mais barganha que ela. Acredito que eu tive a mesma sensação que mulheres novas gostosas têm quando são paparicada por betas burros que fazem tudo pela atenção delas. É ótimo estar por cima! É por isso que otários aceitam assumir essas mulheres e viram seus provedores. Os fracassados são sempre rejeitados, não tem atenção e nem sexo, daí quando aparece uma que dê a mínima atenção, os excrementos assumem elas e seus filhos, pois são carentes e se iludem facilmente. 

No fundo todas só querem o melhor para elas. Querem atenção, conforto e prazer. A velha não foi diferente, viu um cara mais jovem e com boas condições financeiras e não perdeu tempo para tentar o fisgar. Como não sou nenhum otário e fui salvo pela Filosofia Diabística, ela nunca irá conseguir fazer isso, até porque talvez voltarei para casa antes da virada do ano. Ainda quero transar mais com ela, pois sexo nunca é demais. Hoje de noite a velha quer sair para jantar e provavelmente vai querer levar os filhos dela. Vou contar alguma mentira e tentar ir na casa dela e a pegar no carro de novo, afinal, não sou nenhum mangina provedor pagador de conta de mãe solteira e menos ainda dos filhos dela. Quero só o que for bom para mim!

Antes que me chamem de mangina, eu sei que foi uma merda pagar a conta do jantar da velha e dos filhos, mas isso fez com que ela me desse gostoso (fez serviço completo). Acredito que dá para eu transar pelo menos umas quatro vezes com ela antes de ir embora para casa. Acho que já está pago!  


Um abraço do Pobre-diabo! 

sábado, 23 de dezembro de 2017

SÓ O DINHEIRO PODE SALVAR O BETA


Saudações diabísticas, companheiros betas! Estou muito feliz hoje e o motivo é simples: estou tendo uma vida altamente diabística, curtindo ao máximo minhas férias, gastando o possível para ser feliz (que não tem sido nada pouco). Elixir dos deuses tomados como água. Gatinhas de fio dental para todos os lados. Paisagem natural belíssima. Dinheiro no bolso. Cardápio bom de damas da luxúria loiras dos olhos claros e bunda apetitosa. Estou em um paraíso. Definitivamente eu afirmo: SÓ O DINHEIRO PODE SALVAR O BETA!

Sempre fui um beta B mais feio que cu cagando, brega, escroto, covarde como uma cadela e sofredor dos piores bullyings, misobetia e betafobia que se pode imaginar. Sempre sofri duras repulsas e olhares de nojo das mulheres (eu era um beta extremista e iludido que se apaixonava pelas mais gatas da escola. Obviamente que elas riam da minha cara). Mas agora tudo é diferente, pois com o tempo amadurecemos e, principalmente, nos desenvolvemos (a Filosofia Diabística me salvou). 

Alguns anos depois eu vejo um Pobre-diabo completamente diferente. Um PD que, embora continue horroroso e escroto, é mais confiante e consegue ter outros atrativos devido ao poder que o dinheiro tem conferido a ele. Os anos de sofrimento, de estudo, desenvolvimento, batalhas e tudo o que deixei de curtir por poupar/investir, valeram a pena. Quando você está próximo dos 30 anos, as mulheres não focam mais nos alfinhas bonitos e sarados, elas olham mesmo é o que você tem e o que pode proporcionar, além do que nesta idade você não se importa mais em conquistar ninguém, você quer paz, tranquilidade, conforto e sexo (só betas excrementos querem viver romance).

O único amor que importa: eu e o dinheiro! O restante é acessório.

Usar bombas falsificadas, se vestir como Justin Bieber e andar de moto barata fake esportiva pode funcionar para garotas de 19 anos (pobretonas e medianas) se você tem até seus 21. Com 30 anos as mulheres querem um cara que exale poder, que tenha boas condições (principalmente financeira), que garanta conforto e boas emoções (principalmente com relação a lugares que você a leva, carro que você tem, imóvel, viagens etc). As melhores gatas estão sempre de olho em quem tem mais poder, status e garanta mais conforto, pois elas tem bastante barganha e querem alguém com barganha compatível (a barganha dos homens é o dinheiro). Só feiosas, mães solteiras, faveladas, magricelas anoréxicas, gordas e pobretonas querem coitados sem dinheiro metidos a alfinhas. 

Você acha que uma mulher dessa vai sair contigo só porque seu braço é tão roliço como uma linguiça ou porque você é um "empresário" com uma barraquinha de cachorro quente a qual está dividida entre 6 outros sócios mortos de fome? Não! Apenas Pobres-diabos bem sucedidos e com dinheiro podem se deliciar com esse banquete ambulante!

Ou seja, o que conta é a barganha que você tem. Não é incomum você ver caras horrendos, velhos e gordos com gostosas, entretanto, isso só ocorre quando o cara tem muito para oferecer. Por isso que vemos caras bem afeiçoados andando com mulheres feias e gordas, pois além do físico (menos importante para minha faixa etária), eles não tem nada para oferecer (que mulher que gosta de sair para botecos, comer batata frita e tomar Pepsi, porque namora um coitado?). O entregador de pizza, como é humilde, só tem os braços de linguiça para chamar a atenção (por ser ridículo), por isso arrumou uma favelada de 35kg para namorar (e casar!).

Há um porém nisso tudo e que merece atenção. Qual é a sua prioridade? A maioria dos betas que melhoram de condição, buscam apenas ostentar e arrumar uma mulher (a prioridade do beta sempre é a mulher). Para tanto, encaram como um troféu sair por aí ostentando a mulher que estão pegando e se for gata, o cara se sente uma celebridade. Eu, no entanto, não ligo para isso, pois adoro ser solteiro e dono de mim mesmo. Eu olho para as mulheres apenas como algo a se degustar e sou exigente quanto a isso. Não necessito do carinho falso delas (elas são utilitaristas e só gostam de você pelo que pode proporcionar).

Uma deliciosa refeição confirmando a reserva feita por este Pobre-diabo (para ser degustada). Após nossos momentos de amor e luxúria, ela vai para o canto dela e eu ao meu. Nada de encheção de saco!

Enfim, a Filosofia Diabística prega que o beta deve sempre pensar em si mesmo, abandonar extremismos e ilusões e viver na tranquilidade e paz de espírito. A busca da felicidade depende de você mesmo e não de uma mulher feia do seu lado que só quer a tua grana e regula sexo como uma mercadoria. Saiba que o dinheiro pode comprar absolutamente tudo! Conforto, amigos, mulheres, orgias, prazeres, paz, viagens, carros, casas, bebidas e comidas. Será que o Dan Bilzerian tem tempo para ser triste? Obviamente que não!

Finalizando este texto, estou aqui na praia já pela manhã tomando uma deliciosa cerveja. Tem três gatinhas sentadas na minha frente com corpinhos mignon. Obviamente que elas jamais olhariam para minha cara horrenda de bosta, e isso é absolutamente normal, pois elas querem algo de destaque. Agora imaginem se eu tivesse uma cobertura de frente para o mar e chamasse elas para curtir o por do sol comigo? Tudo depende do seu poder. Enfim, talvez eu chame alguma dama gostosas para conhecer o little devil hoje de noite. Ou quem sabe duas ou três gatinhas deliciosas? Tudo depende da minha vontade, pois dinheiro não é o problema, ele é a salvação dos betas! Aloha!



Um abraço do Pobre-diabo! 

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

A culpa é das mulheres ou dos manginas?


Essa pergunta é muito intrigante a todos os homens, em especial ao betas, pois são os maiores sofredores das agruras da solidão, repulsas, rejeições, traumas e humilhações. Com isso, passam a viver cada vez mais em função das mulheres, sonhando com sua princesa encantada. Isso acontece porque os betas, que são verdadeiros excrementos humanos, nunca têm atenção feminina (avós e mães, que são as únicas que beijam os betas, não contam), não se sentem especiais e nem integrantes de nenhum grupo. O que acontece, então, é que os anos de solidão e rejeição fazem o beta idealizar ainda mais as mulheres, enxergando-as como deusas, passando a desejar somente as mais perfeitas. O betoso acaba se afundando em ilusões e extremismos, não se dando conta que mulheres perfeitas não existem e que nunca uma mulher minimamente linda e gostosa vai olhar para ele, mas mesmo assim o animal imundo ainda acha que um dia vai namorar uma gatinha com rosto de boneca e corpinho mignon.

Somando a isso, a sociedade sempre passa a imagem de que a felicidade só existe se você formar uma família e se assim não for você é uma aberração nesse mundo. Não é difícil vermos caras com mais de trinta anos serem motivo de chacota e vistos como irresponsáveis ou viados unicamente por serem solteiros, como se isso fosse errado, quando na verdade os casadinhos é que são verdadeiros escravos, burros de carga, que vivem uma vida de merda, sem dinheiro, sem sexo, sem tempo e tendo que viver em função de esposinha gorda chata e filhotes burros e mortos de fome. Nem param para pensar que o solteiro pode estar muito bem, com dinheiro sobrando, comendo mulheres a rodo e vivendo na mais completa paz e tranquilidade, por não ter problemas para carregar nas costas (50% dos problemas do homem advém do casamento e 40% dos filhos, pois além de resolver problemas diretos deles, o miserável deve se acabar de tanto trabalhar para ser um bom provedor). Porém, o que muito se vê são solteiros vivendo tristes porque esses maricas se sentem sozinhos por não terem um amorzinho para dar florzinhas no dia dos namorados e tirar fotos cheias de frescura nas redes sociais.

A garota da esquerda é a namorada do nosso amigo que acabei de falar. À esquerda temos Amansa Elise Lee e seu belíssimo traseiro apetitoso. Vocês acreditam que o excremento falou que pega facinho a Amanda só porque ele faz o uso de anabolizantes falsificados e tem um braço de linguiça? Acreditam que ele falou que a magrela anorexa anêmica é melhor que a deusa Amanda? Blasfêmia!!! 

Um exemplo disso aconteceu no último post, um verdadeiro exemplo de manginismo e matrixianismo extremo. Nosso colega que outrora defendia com unhas e dentes sua filosofia de vida que era unicamente se vestir com roupas de adolescentes no estilo Justin Bieber (mesmo tendo 30 anos na cara), usar boné de aba reta, andar com moto lixo e velha que imita esportiva e se entupir com anabolizantes altamente prejudiciais, que apenas o deixaram inchado feito uma linguiça, tudo isso unicamente para chamar a atenção de faveladas magrelas ou gordinhas e leva-las para comer batata frita em alguma espelunca (imagine o nível da vadia para aceitar isso), agora mudou e o motivo foi porque arrumou uma namoradinha favelada, pobre, magricela, sem bunda e feia. Por ser a única mulher que deu moral para ele em sua vida toda, o cara ficou vislumbrado e acha que ela é a última mulher no mundo. Ele mudou totalmente sua vida e virou um ultra mangina matrixiano. O cara não tem olhos para nenhuma outra mulher e até crente o imundo virou porque a namoradinha mandou. Agora já está marcando o casamento e pensa em ter 3 filhotinhos. Quem não lembra quando ele disse que Amanda Elise Lee era um lixo e que pegava mulheres muito melhores? Realmente é digno de pena.

Outro exemplo vergonhoso veio de uma conversa com minha velha mãe esses dias quando fui a visitar. Ela me contou uma história que, ao mesmo tempo que me fez rir, deixou-me extremamente irritado com manginas, a ponto de se eu visse um na minha frente eu iria o espancar até fazer ele chorar na frente de sua namoradinha gorda, depois ia pegar ela na frente do betoso e o humilhar ainda mais. Enfim, Diabo mother falou assim (os nomes são fictícios):
- Didi, te contei do filho da Rosecleide, a mãe do Manginaldo? Acredita que ele tá em depressão e quase se matou porque a namorada largou ele e levou todo o dinheiro dele? Ele trancou a faculdade porque ficou pagando a mensalidade da faculdade dela, pagou lipo e silicone ainda. O coitadinho ainda financiou um carro e um apartamento para ela. Daí foi só terminar a faculdade que ela largou ele e arrumou um playboy bonitão. Agora parece que o cara tá terminando o namoro e ela tá pedindo pra voltar com o Manginaldo e a mãe dele tá morrendo de medo que ele volte com ela.

O que vocês acham que as mulheres preferem? Um cara que tenha grana e proporcione prazer e conforto ou um bombado inchado igual linguiça que no máximo pode pagar uma porção de batata frita em um boteco para ela? Vejam que a garota da esquerda preferiu o PD, cheio da grana e adepto à Filosofia Diabística que considera o dinheiro como a única salvação do beta;  o gramunhão à direita preferiu o pobre coitado sem grana e com a aparência de borracheiro adepto à sua filosofia destrutiva de vida (usar bombas falsificadas altamente prejudiciais e torrar todo o salário). PD só mostra a grana e come quem ele quer. O cara da direita precisa manginar muito para pegar esse lixo aí 

Outro caso que me deixou extremamente irritado foi sobre o filho de uma amiga da minha mãe. O pau no ânus foi estudar em uma cidadezinha do interior, bancado pela mamãe. O otário arrumou uma namorada mais feia que cu cagando, pançuda e do cabelo sarará e passou a viver em função dela. Fez a coitada da mãe dele comprar um carro para ele somente para levar e buscar a folgada da namoradinha no trabalho dela, dar mais dinheiro ainda para levar a horrenda para jantar e engordar ainda mais. Para acabar o retardado mudou de cidade e está desesperado com medo de ser abandonado, então faz a mãe dele comprar passagens de avião todo mês para visitar a demônia. E sabe porque a mamãezinha dele faz tudo isso? Porque esse merda começa a chorar igual a uma marica dizendo que a vida dele vai acabar se ele perder essa namorada, e tem que agradar ela para que isso não aconteça. Agora que ele começou a trabalhar, ele está gastando todo o salário dele e mais o dinheiro da mãe com a namorada. Sabe quando ele levou a mãe dele para jantar ou comprou um presentinho qualquer para a coitada da velhinha que daria a vida por ele? Nunca!

O pior é que isso não é incomum de acontecer, pelo contrário, acontece em todos os lugares e em todas as famílias. Os animais já aceitam como certo terem que viver em função delas, esquecer-se de sua própria vida e pagar tudo para as vadias, fazendo isso para tentar compensar alguma coisa que não eles não são ou não têm. Para tentar segurar a mulher e fazer com que ela não o largue, o excremento passa a paparicá-la de todas as formas, torrando tudo o que tem em função da sua gorda, que mal dá sexo para ele, tudo por medo de ser largado e ficar solitário. Saiba que você me dá nojo, seu mangina imundo! Coloque nessa sua cabeça de merda que elas são utilitaristas e só pensam no que você pode oferecer para elas e não no que você de fato é. Quem ama de verdade, faz loucuras de amor e é capaz de se entregar por alguém são só os homens trouxas. Mulher jamais faz isso por homem algum e te largam sem nenhum remorso quando acham alguém melhor que você e que dê alguma segurança na relação em termos de conforto, prazer etc. Mesmo assim, os otários fazem papeis ridículos fazendo declarações de amor, dando flores e pagando viagens, jantares, joias e presentes caros. Idiotas!

À esquerda vemos o fisiculturista Jeff Seid, que na foto está em extremo cutting e em período de competição (ou seja, em off ele é muitíssimo maior que isso, mas com menos definição). À direita temos o entregador de pizza usuário de mijo de rato (bombas falsificadas), que só o deixam inchado de retenção de água, ridículo e destroem sua saúde. Ele ainda acha que é forte e que as mulheres se sentem atraídas loucamente por ele. Tenho pena desse manginão

Finalmente, de quem é a culpa pelos olhares de insignificância das mulheres para conosco? De quem é a culpa de elas se acharem tão especiais a ponto de exigirem tratamento de rainhas apenas para darem sua atenção para nós homens? Obviamente que a culpa não é delas e sim dos manginas. Esses otários ficam correndo como cães sarnentos famintos atrás delas, dão flores, mandam infinitas mensagens, convidam para jantar, dão presentes, curtem todas suas fotos, fazem brincadeirinhas infantis etc, o que faz com que o passe delas valorize cada vez mais. Um jogador de futebol do Real Madrid aceitaria jogar no São Caetano, que nem na série D está mais? Um bilionário aceitaria dirigir um Uno Mille ou andar numa moto 125cc velha que imita uma esportiva? Da mesma forma acontece com elas, pois ao receberem tantos mimos e paparicos, acabam se sentindo celebridades. Com isso a concorrência masculina para tentar algo com elas aumenta absurdamente ao ponto de você ter que ser um verdadeiro galã e ter muita grana para sair com uma mulher de alto nível (lembrando que a namorada do nosso amigo é nota 3,5, sendo fácil de pegar). Agora imagine os estupros que o beta com baixa auto estima, covarde e sem confiança estaria submetido caso a mulher fosse minimamente superior a ele ou mesmo sendo feia percebesse suas fraquezas?

A culpa é dos malditos dos manginas. O que nós betas podemos fazer? Apenas seguir a Filosofia Diabística, abandonar os extremismos e ilusões, focar a nossa vida e alegria em nós mesmos e lutar até sagrar para ganhar dinheiro, pois é somente ele que pode salvar o beta. Amém, irmãos?


Um abraço do Pobre-diabo, o destruidor de manginas!


Obs:
- As férias diabísticas continuam a todo vapor! Estou tomando elixir dos deuses todos os dias e isso está me preocupando, pois estou com medo de virar alcoólatra, além de estar criando uma pancinha nojenta. Pelo menos os braços estão legais, devido a musculação e dieta que estou fazendo;
- Essa noite o pai Diabo papou uma dama simplesmente deliciosa. Lembrei da namoradinha do entregador de pizza e morri de pena. Enquanto eu sou um leão que devora carne boa e gostosa, ele é um cãozinho sarnento que só roe osso;
- Dormir e acordar a hora que quer é simplesmente divino. Poder gastar com o que você quer é sensacional. Esse é o foco da Filosofia Diabística e em atingir a independência financeira! 

sábado, 16 de dezembro de 2017

Por que não ser um matrixiano?



Como todos os betas da Diabosfera sabem, estou em período de férias da minha escravidão (trabalho) e vivendo no glorioso modo de vida Ultra Fucking Diabisticus ativado. Quero aproveitar a vida sem limites nesse mês, apenas para sentir o gostinho de como será a minha vida quando eu atingir a glória diabística. O motivo disto é concluir se realmente vale a pena o nosso esforço em buscar uma renda passiva capaz de nos desobrigar de trabalhar e nos fazer viver plenamente e não como eternos escravos. Essa semana já transei com duas damas da luxúria gostosas e com uma civil nota 5. Almocei e jantei praticamente todos os dias fora e só em restaurantes bons, fazendo um tour gastronômico pela cidade. Semana que vem vou viajar para Santa Catarina, curtir alguns dias de praia. Quer saber? Este pobre-diabo, beta B e mais feio que cu cagando está ADORANDO tudo isso! 

Alguns matrixianos levantam questões de que não vale a pena poupar/investir, pois o dinheiro será corroído pelo inflação e que o certo é torrar tudo com mijo de rato (bombas falsificadas), roupas swag do Justin Bieber (que são ridículas em adolescentes, imagine em caras que beiram os 30 anos), com motos fakes de pobre que imitam esportivas, com vileiras do cabelo sarará e indo para raves e bailes Funk. Esses estrumes fedidos humanoides não consideram que nosso objetivo de vida é ser feliz, se livrar do trabalho e pensar nas mulheres unicamente como fonte de prazer sexual. Eles só pensam apenas no presente e com a cabeça minúscula que eles têm no meio das pernas. Só pensam no agora e em torrar tudo para se exibir para os outros. 

Essas são as famosas medianas que um conhecido matrixiano pega por aí. Para mim para ser mediana teria que melhorar muito! 

O problema desses excrementos humanos é que a vida deles se baseia em mulher e eles procuram atalhos ridículos para chegar a isto, destruindo o seu patrimônio futuro, sem conseguir atingir o seu objetivo que era pegar mulher gostosa, então se contentam com vileiras, faveladas, gordas e horrendas, que se atraem por seus braços inchados iguais linguiça (pensem o quão fútil deve ser uma mulher para se atrair por uma escória dessas). Os animais não pensam no amanhã, apenas no hoje, fazendo burrada atrás de burrada, que trará graves consequências para o seu futuro. Esses estercos não consideram que terão vidas horríveis depois dos 35, pois estarão impotentes (devido ao mijo de rato), pobres, feios, carecas, enrugados, cheios de doenças, altamente dependentes do SUS e com mulher gorda e filhotes para sustentar. Que vidão, hein? 

Um beta diabístico só pensa no seu próprio prazer e não se ilude com mulheres, pois todas são iguais, utilitaristas e amantes do dinheiro. Para tanto ele se prepara na vida e busca ganhar o máximo possível de dinheiro e poupa/investe para multiplicá-lo, pois a sua glória depende da grana. Seu futuro será de poder, paz, tranquilidade e prazer, pois o dinheiro compra tudo. Quer viajar? Ele pode. Quer transar com panicats? Ele pode. Quer comer naquele baita restaurante chique? Ele pode. Enfim, ele pode tudo, pois ele venceu na vida. O infeliz do matrixianismo carpe diem, por sua vez, não terá dinheiro nem para viajar uma vez por ano para o litoral de pobre perto da sua cidade (mas ele terá braços de linguiça, olha só que vantagem, hein?). 

Na cabeça do matrixiano ele vai ser o cara da foto de cima quando for velho. Isso só existe para quem tem grana, meu amigo. Você será o cara da foto de baixo

Lebre-se sempre que, depois que você atingir a glória diabística, enquanto você estiver comendo aquela gostosa, depois de degustar aquele vinho importado saboroso, terá um matrixiano carpe diem todo suado entregando pizzas para complementar o salário e pagar pensão, as contas da sua mulher gorda e dos seus filhos horrorosos e as prestações dos seus empréstimos. Será que valeu a pena sua vida fútil de matrixianismo que durou poucos anos para ter esse sofrimento eterno de vida? Ele será um velho, pobre, feio, asqueroso, ridículo e cheio de problemas de saúde advindos do mijo de rato. Não terá dinheiro sequer para comer uma boa comida. Verá que mulher nenhuma olhará mais para ele e que nem uma dama da luxúria ele tem condição de pagar, apenas cracudas de vintão. Só então perceberá que o foco de sua vida deveria ter sido o dinheiro e não as vagabundas que hoje mal olham para ele, justamente porque elas só querem dinheiro! 

O que nós betas diabísticos queremos é viver plenamente. Andar se exibindo com braços de linguiça e peito de ginecomastia inchado é coisa de retardado fútil (mas o lixo ambulante ainda acha que terá o corpo do Jeff Seid, sendo que ele gasta o salário anual do excremento por mês em seu corpo, utilizando ergogênicos de qualidade, tendo acompanhamento médico e a melhor dieta). Andar com gordas e faveladas não tem graça para nós. Andar de moto usada de pobre não nos dá prazer. Entregar pizzas para complementar a renda torrada em mijo de rato é algo abominável. O que buscamos é viver de verdade. O trabalho destrói nós betas, por isso buscamos a todo custo a tão famosa e preciosa renda passiva. Já imaginou não precisa trabalhar e viver sem ter medo de faltar algo no fim do mês? 

Exemplos de otarios matrixianos que ao invés de fazer algo útil da vida para ganhar dinheiro, resolveram fazer essa merda com seus corpos, achando que pegariam gostosas com isso. Além de ridículos, comprometeram a sua saúde e sempre serão pobres e a chacota de todo mundo

Já pensou você poder ter todos os prazeres possíveis e ter condições de pagar por isso? Já imaginou você viajando para a Europa, conhecendo belos lugares e transando com as mais belas mulheres de todas as culturas? Já imaginou você andando com o seu carro poderoso e arrancando suspiro das ninfetas interesseiras? Já pensou que lá na frente você será um sultão poderoso e não um pobre coitado, vivendo nas filas do SUS, casado com uma gorda fedida, com filhos horrendos, comendo marmitex, andando de Belina enferrujada e frequentando botecos de mendigos bebuns, como será o futuro do nosso amigo matrixiano aqui do blog (só lembrando que atualmente ele leva as ficantes para comer batata frita em boteco com sinuca. Só imaginem o nível das pervas)? 

Nunca foque sua vida em mulher. Foque a sua vida em você mesmo. Faça de tudo para garantir a sua felicidade plena. O que buscamos é não depender mais do trabalho e esse é o foco. A grande verdade é que mentiram a vida inteira para você dizendo que dinheiro não traz felicidade... 


Um abraço do Pobre-diabo, o honesto


Obs:
- Estamos aguardando as provas do entregador de pizza bombado. Queremos que ele mostre as fotos do seu shape, das gostosas que pega que são melhores que a Amanda Elise Lee, da sua moto esportiva de R$3.500,00 e do seu salário de R$1.500,00. Mostre como sua vida de rei é superior a de nós betas. Eu provei o que pediu, agora é sua vez. Vai fugir, covarde? 

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

As férias diabísticas de um pobre-diabo


Imaginem uma pessoa feliz. Agora multiplique por 10. Esse sou eu. Como havia falado para a comunidade diabística, estou de férias! É indescritível a sensação de felicidade, tranquilidade e alívio que estou sentindo. Parece que tirei um peso de 200kg das costas, visto que eu passo por um estresse elevado no meu trabalho e ainda levo os problemas para cara, não sendo raro eu passar noites nervoso com coisas a resolver no trabalho. Mas isso passou, pelo menos por um mês, pois eu serei feliz na essência! Vamos ter aqui no reduto um gostinho do que é viver conforme a Filosofia Diabística! 

Como havia prometido aos camaradas no post Uma vida idílica de alfa por um mês, essas férias não serão apenas umas férias. Elas serão AS FÉRIAS! Serão férias completamente diabísticas! Como eu havia falado, o plano é comer bem, transar bem, viajar e me divertir ao máximo. Essa brincada começou nesta segunda, dia 11 de dezembro. Acordei às 9h, o que para mim é muito tarde, e a sensação era de de alívio, paz e tranquilidade. Já fui direto em uma panificadora alto nível aqui de casa e me deliciei em um croissant, um pão de queijo recheado e uma torta de limão, acompanhados de um delicioso café especial. Que delícia! 

No almoço, fui à uma churrascaria ótima (e muito cara também). Comi até meu estômago diabístico não aguentar mais. Cheguei em casa e deitei no sofá com a barriga para cima, que depois do almoço assumiu proporções um pouco elevadas, e dei uma cochilada deliciosa. Ao acordar, senti que o little devil estava nervosão, querendo destruir alguma moça inocente. Sem perda de tempo, abri meu celular e procurei alguns contatos, porém nenhuma estava disponível, na verdade a maioria nem me respondeu. Procurei então por uma adorável dama da luxúria e encontrei! Pensem em uma loira alta, linda e gostosa. Não deu outra, ela foi papada aqui pelo Dad PD! 

Vocês botam fé que tem um sujeito aqui no reduto que diz que desenvolvimento pessoal é essa merda aí da foto? O cara gasta todo o seu salário para ficar com uma merda de corpo e se sujeita a sair para comer batata frita porque não tem um puto no bolso. Ainda diz que se vestir roupas de adolescentes tipo Justin Bieber, mesmo sendo um tio de 32 anos, e andar em moto de 3k, parcelada em 72 vezes, faz dele um vencedor na vida e comedor de modelos fitness gostosíssimas. Ledo engano, amigo, usando mijo de rato (bombas falsificadas) você só estará destruindo sua saúde (o pior é que nem plano de saúde esse desgraçado tem), torrando sua grana e passando ridículo. Só o dinheiro fará você ter poder e ser um homem de verdade! 

Depois disso, ainda fiz meu treino de musculação e fechei a noite comendo em uma steakhouse gourmet, com uma carne deliciosa, e uma cerveja geladíssima, considero um valor muito alto o meu prato, porém não liguei, pois o plano é viver intensamente nesse um mês. . A sensação de prazer foi tanta, que me senti completamente realizado e quando cheguei em casa apenas deitei na cama, com um sorriso enorme de vencedor e relaxei.  Tomei dois copos de elixir dos deuses e tirei uma deliciosa soneca. Como que alguém pode dizer que dinheiro não traz felicidade? Como alguém pode dizer que gosta de trabalhar? A verdade é que só o dinheiro salva, meus camaradas, ainda mais se você for uma beta B mais feio que cu cagando como eu. Saldo de gastos do dia: aproximadamente R$500,00 (que é o salário do nosso amigo entregador de pizza aqui do blog). 

Na terça e quarta eu segui o mesmo cronograma, porém sem transar e consumindo mais elixir dos deuses (cervejas artesanais). Estou conversando com uma gatinha que conheci através de uns camaradas. Ela não é uma beldade, diria que é nota 5, porém ela apresenta uma anca e nádegas lindas. Quero ver se até sexta eu vou para a cama com ela, que daí contou aos camaradas no sábado como foi. Enfim, o importante é estar feliz, realizado, tranquilo e cheio da grana. Homem sem dinheiro, não é homem. É um cocô. Não adianta achar que mijo de rato falsificado irá te fazer vencer na vida. Corpo de linguiça e roupas do Justin Bieber em um marmanjo de 30 anos é ridículo e não traz imagem de vencedor. O máximo que vai fazer é atrair gordas faveladas com seu corpo inchado ridículo. Procure ganhar o seu dinheiro, cara, isso é o mais importante. Esse negócio de "dinheiro não traz felicidade" é a maior mentira que te contaram. 

O que posso dizer de tudo isso é que essa vida está sendo ótima, entretanto sabemos que é caro manter o padrão que eu quero. O que acham dessa vida que estou levando nesse mês. Vocês tem alguma ideia do que fazer? Pretendo sair com uma dama da luxúria na sexta e ver se fim de semana marmito a menina que fiquei conversando. Já que é para gastar esse mês, estou pensando em mostrar meu poder financeiro a levando em um restaurante francês e já pedindo um espumante para a gata se impressionar (pensem que humilhante deve ser o entregador de pizza tendo que levar as faveladas para boteco comer batata frita em uma moto velha). Espero que essa vida de alfa te ajudem a  se animar também e lutar para vencer na vida. 

Acordar e não ter nenhum compromisso e sabendo que o mês está garantido é uma sensação incrível! Comer comidas boas, beber elixir dos deuses até não aguentar mais, transar com deliciosas damas da luxúria e ter dinheiro sobrando no bolso é a vida que eu pedi aos deuses. Só assim o homem é feliz em sua plenitude. Viver conforme a Filosofia Diabística é a salvação do beta. 


Um abraço do Pobre-diabo, o sultão! 


Obs:
- No último post postei alguma provas que um excremento tanto pediu. Esse ser ignorante e arrogante teve que engolir que esse reduto é 100% honesto. Agora está na hora de ele provar o seu shape, sua moto e suas roupas ridículas do Justin Bieber e como ele atrai gostosas nota 9, que fazem a Amanda Elise Lee parecer um lixo (como ele mesmo disse). Mostre as gostosas que caem aos seus pés, estamos curiosos. Estou esperando as provas! Vai fugir, sua cadela? 

sábado, 9 de dezembro de 2017

Diaboladas #7

Muito boa noite, caros betas diabísticos! Como é sabido em toda a Diabosfera, todo início de mês temos as famosas Diaboladas (e para quem ainda não sabe) que é um formato de post em que este Pobre-diabo lista algumas notícias com destaque nacional/internacional, complementadas por ácidos comentários diabísticos, que nos fazem refletir acerca da penosa condição de humilhação, fracasso, desespero e abandono que incautos betas sofrem por não conhecerem a revolucionária Filosofia Diabística. Alguns poucos ainda são resistentes em aceitar a superioridade deste conglomerado de conhecimentos que veio para estourar a boca do balão, detonar geral, tornar o beta um cara supimpa para dedéu, além de salvar o pouco de dignidade que ainda sobra para seres desprezíveis como nós, meros mortais betísticos.

Com o intuito de se expandir ainda mais, mesmo já tendo atingido os seis continentes, a Filosofia Diabística precisa cada dia mais ser complementada pelos conhecimentos aprendidos mediante o sofrimento de nossos profetas diabísticos, os quais penam nesse mundo vil para adquirirem conhecimentos que serão transmitidos de geração em geração afim de fazer com que nossos próximos não sofram patavinas de nada do que já passamos! Enfim, vamos às notícias!!!



Para quem não está antenado nas notícias, nos últimos dias o Naldo Benny foi preso. Ele agrediu a sua esposa, mas essa não foi a razão dominante de seu encarceramento. A razão da sua prisão foi o porte ilegal de uma arma que ele disse que sequer sabia onde estava, porém sua queridíssima mulher indicou aos policiais a localização a fim de vê-lo se foder ainda mais do que ele já estava fodido. Após uma calorosa discussão motivada pelo ciúme (que alta autoestima desses dois), ele se achando o bicho-grilo em decorrência de sua outrora fama, desceu o cacete na mulher e esqueceu que ela detinha o poder máximo de foder a sua vida simplesmente pelo fato de ser mulher. Muito mais motivada pelo fato de agora estar casada com um fracassado que sequer reflete a imagem daquele cara de sucesso com quem se casou, ela não pensou duas vezes antes de o denunciar por violência doméstica. Ainda não saiu o exame de corpo de delito, mas assim como aconteceu com o Vítor (da dupla com Sorocaba) em que a mulher o denunciou por agressão e depois retirou a denúncia mesmo não sendo comprovado nada, o Naldo vai se foder por ser um beta burro que não percebe que seu patamar de ex-rico é a exata motivação do asco que sua mulher, que até há pouco o admirava, sente. 

Borocoxô que só ele, ao invés de juntar os cacos e proteger o pouco de dignidade que ainda lhe restava, fez um vídeo chorando pedindo perdão pelo que fez. Além de estar na pindaíba, ele não percebeu que tombou o jipe com a sua esposa. Não que qualquer agressão justifique algo, mas esse foi o motivo que ela estava esperando para dar o pé na bunda do mocorongo fracassado que não percebeu que a sua oportunidade já passou.



Ao invés de ser burro como o beta anterior, esse beta botou para quebrar. Assim como todo beta viciado em extremos sensoriais, esse mocorongo após três anos de relacionamento com sua mulher decidiu se casar. Assim que os problemas financeiros vieram (sempre eles), além de ser um chato de galochas, sua esposa estava disposta a pagar 2000 euros para matá-lo, pois sua presença lhe causava ânsias de vômito. Porém, o que ela não contava era que o assassino contratado seria amigo de seu marido e como um amigo leal lhe contaria as intenções de sua querida esposa. Ao simular a morte do marido e publicar fotos dele nesse estado, "ela riu-se quando viu as imagens" o que demonstra o total descaso dela com o homem que um dia a amou. Com todas as provas em mão, esse homem, serelepe que só ele, as entregou à polícia, condenando sua amada esposa pelo seu crime.

Esse beta merece nosso respeito, pois ao invés de se humilhar para ter a atenção de uma pessoa que o desprezava, agiu de forma a juntar provas de que ela queria exterminar a sua existência. Ao invés de se sujeitar ao poder bucetificante, ele juntou forças e vingou a sua existência. Bem-aventurado o beta que prova ser digno de respeito, aleluia!



Esse caso foi enigmático! Porém, obviamente por ter sido com um homem, não tomou as proporções devidas caso ocorresse com uma mulher. Ao ser interpelado por uma mulher branca e loira para que saísse da fila porque ali não era seu lugar, esse nobre beta demonstrou o poder do dinheiro! Como venho defendendo há muito tempo, apenas o dinheiro salva! Tanto que essa foi uma das respostas dele à ela, ao dizer que ele era apenas "um negro com dinheiro". Nem usuário de mijo de rato, nem empresário fake (anote-se: sócio em barraquinha de cachorro quente com outros seis mortos de fome), mas sim alguém que sabe o poder que o dinheiro pode ter. O que ele fez? Sambou na cara do preconceito ao mostrar que apenas o dinheiro importa! E foda-se o resto...

EXTRA: BLOGUEIRO DIABÍSTICO HUMILHA MATRIXIANO

Pobre-diabo em seu confortável carro junto com o extrato de sua conta bancária. Será que a noite promete?

O blogueiro conhecido como Pobre-diabo, mentor da famosa Filosofia Diabística, apresentou neste sábado provas que derrubaram por terra boatos que colocavam em jogo a veracidade das informações postadas no reduto betístico diabístico, provando de uma vez por todas que ele é 100% honesto. Essa notícia causou um alvoroço em toda a Diabosfera, pois Pobre-diabo já se envolveu em outros conflitos com blogueiros, tendo desmascarado e rechaçado todos eles. Betas de todos os lugares do Brasil, componentes dessa seleta patota, esperaram ansiosamente pelas informações e hoje comemoram a vitória de seu líder e o seu reconhecimento supremo, sendo admirado ainda pela sua competência, sabedoria, humildade, humanidade e honestidade, principalmente.

Se PD é reconhecido como um excelente blogueiro e 100% honesto, o mesmo não acontece com o sujeito mais matrixiano da blogosfera, conhecido pelas alcunhas de "entregador de pizza" , "roliço", "usuário de mijo de rato" , "braço de linguiça", entre outros, que é e sempre foi a maior chacota de toda a Internet e não entende bulhufas de nada, achando que venceu na vida porque tem um braço gordo cheio de estrias (além de tetas decorrentes de ginecomastia) e beija gordas faveladas compradas com batata frita que na grande maioria são diaristas e faxineiras com o primeiro grau incompleto, além de serem banguelas e bafentas.

Enquanto esse João-Ninguém torra todo o seu salário mínimo com bombas falsificadas e precisa fazer bicos em pizzaria para não morrer de fome, Pobre-diabo foi visto em seu carango automático, com o teto solar aberto e duas garotas gostosas em seu interior, traquinas que só elas, as quais ele chama de "damas da luxúria", indo direto para um local supimpa que ele chama de "abate", local este regado a uma bebida divina e poderosa denominada "elixir dos deuses". 


Um abraço do Pobre-diabo!


Obs:
-O que acham de agora pedirmos para o entregador de pizza roliço provar o seu "shape", que ele diz ser fodástico (quase um Jeff Seid), as gostosas nota 8 que pega (melhores até que a Amanda Lee), o seu salário de empreendedor e sua incrível moto Ninja? Nada mais justo, já que ele foi quem mais pediu provas da honestidade deste Pobre-diabo.

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

MANUAL DE SOBREVIVÊNCIA DIABÍSTICA DO BETA

Introdução

Seguindo os inúmeros pedidos que tenho recebido no email diabístico (pobrediabo@protonmail.com), estarei repostando em algumas quartas-feiras os posts de maior sucesso do blog que foi perdido. Assim, trago para vocês, nobres betas, um texto muito importante para refletirmos acerca dos extremismos que as vezes acometem alguns de nós e como a consciência do nosso lugar nos ajuda a não sermos engolidos pela matrix.

____________________________________________


Há   um   vasto   número   de   livros,   artigos   e   texto   sobre   questões   de desenvolvimento pessoal, abrangendo assuntos de várias matérias. Considero isto extremamente importante para nós betas, pois abre a nossa visão para o mundo e de como funcionam as relações humanas, analisando as questões sob uma ótica que perpassa o simples contato físico, oral, visual, e que ocorre antes de tudo em nossa própria mente. Buscar estes conhecimentos e refletir sobre eles nos ajuda a tomar atitudes, evitar outras, mudar a forma de pensar e de agir, com o fim de sobreviver a este terrível mundo alfa-betístico. Se o beta não deseja evoluir, pode abandonar tudo isso e simplesmente viver como um Zé ruela perdedor ou voltar a ser como toda a escória existente, que possuem seus olhos vedados para a realidade.

Não estou falando aqui de Pick-up artist (PUA), em que tenta-se ensinar homens a seduzir e conquistar mulheres, MGTOW (Men Going Their Own) em que homens combatem o feminismo e decidem contrapor-se à sociedade, evitando contato com mulheres, enaltecendo a individualidade suprema masculina e pregando contra o casamento (também sou contra) ou movimento da real, que desmascara as mulheres e suas artimanhas, mas não é tão bem definido, assemelhando-se ao MGTOW, o qual apresenta ideias mais rígidas, todavia diferindo-se, às vezes, em alguns aspectos, como o marriage strike absoluto deste último. Existem, também, outras formas de agir ou “movimentos”, como os soshokukei danshi (herbívoros) e os hikikomoris, existentes no Japão, em que os primeiros possuem desinteresse sexual e pensam somente em si ( alguns parecem muito afeminados) e os segundos que são mais antissociais, aficionados por vídeo games, desenhos e não saem de casa, permanecendo conectados à internet o tempo todo (parecem com um indivíduo brasileiro que vindo de um blog anterior ao blog do Pobre-diabo, que misturava questões da real, com financeiras imediatistas, pregando viver com um baixíssimo consumo e status, a fim de poupar bastante dinheiro para uma vida idílica no futuro.

Pois bem, como sou um beta muito introvertido, com indícios de autismo, desenvolvi muito bem o meu lado observador e crítico, por isso gosto de conhecer tudo, fazer as devidas relações e, por meio das observações, análises, contraposições e experiências, criar meus sistemas e, a partir destes, minha forma consolidada de pensar e meus planos de ação. Como já devem ter percebido, não gosto de ficar assumindo bandeiras, como as citadas no parágrafo anterior, pois acredito ser algo muito simplório e medíocre você assumir um lado e esquecer-se de tudo o que existe nesse mundo, acrescentando que não somos exatamente iguais e nossa realidade também não, por isso uma forma única de ser não gerará a satisfação máxima de nossas expectativas e vontades, dentro de nossas possibilidades, considerando o nível alfa-betístico que nos encontramos.

Antes de assumir a preferência por qualquer um dos movimentos, é importante destacar que o que vale, de fato, é apenas se a nossa vida será melhor, isto é, se seremos mais felizes (ou menos tristes). Assim, conhecendo todos os lados e abstraindo o que há de melhor em todos eles, podemos elencar o que trará melhorias para o homem beta. Neste texto não será abordado o material completo do estudo, mas algumas dicas infalíveis para o beta se aperfeiçoar. Esse texto a partir de agora será considerado sagrado, tornando-se um manual diabístico de como o beta deve ser e agir, a fim de não ser engolido pela maldade, egoísmo e egocentrismo alfístico, sobrevivendo a este mundo cruel, sujo e insano. Sendo menos teórico e mais pragmático, como nós betas devemos ser, vamos às dicas do “Manual de Sobrevivência Diabística do Beta”:

MANUAL DE SOBREVIVÊNCIA DIABÍSTICA DO BETA

As frases deste manual estão no imperativo, pois são mandamentos sagrados que os betas deverão seguir caso queiram evoluir e sobreviver da melhor forma possível no nicho alfa-betístico. Lembrando que o objetivo deste manual é trazer melhorias físicas, psicológicas, emocionais e sociais para os betas e prepará-los para uma vivência menos sofrida. Salienta-se que utilizei o termo “diabística” por ser elaborado por mim, o Pobre-diabo e fazer referência à minha pessoa; o termo “diabólico” passaria uma imagem de algo perverso e malvado, o que não teria nada a ver com o tema. Seguem os 25 mandamentos:

1. Ocupar a cabeça com outras atividades e hobbies
Desenvolver outras atividade e hobbies faz bem para o psicológico e social do beta, evitando estados clínicos de depressão e desenvolvendo o lado psicológico e social. Nestes meios se criam amizades e até relacionamentos (sexuais).

2. Praticar musculação
A musculação altera o corpo masculino para melhor, dando volume, que se traduz em mais autoestima e poder. Além de garantir um corpo mais bonito, que é mais atrativo para as mulheres e mais intimidador para os outros homens, a musculação traz benefícios à saúde e longevidade.

3. Desenvolver o nível intelectual
Desenvolver o nível intelectual é importante em todos os sentidos, tanto profissional, pois sendo mais inteligente poderá galgar trabalhos e remunerações melhores, como social, tendo o beta mais assuntos para conversar, tornando-se mais atrativo e diferenciado.

4. Desenvolver o traquejo social
Este é um dos mandamentos mais importantes. Saber lidar com as pessoas, ser bem quisto, saber conversar e agir no meio social, garantem que o beta não seja um estranho no meio das pessoas, passando a imagem de ser um perdedor e fracassado sem graça.

5. Cuidar da aparência
Isso é óbvio. Uma melhor aparência além de tornar a pessoa mais atrativa, causa uma boa impressão e até dá um ar de credibilidade. Pessoas desleixadas imprimem em seus rostos a imagem de serem desorganizadas e erradas, não passando confiança.

6. Policiar-se com relação à postura
A postura que você tem faz com que todas as pessoas ao seu redor, automaticamente, imaginem como você é. Ou seja, dependendo de como é sua postura, você será considerado um retardado mental ou alguém normal.
Portanto, sempre se policie e não transmita uma imagem negativa. Depois de certo tempo você acaba acostumando.

7. Cuidar da imagem transmitida
O beta deve sempre se auto avaliar e imaginar como as pessoas devem estar o enxergando. Deve sempre pensar em todas as possibilidades, afinal, as pessoas são cruéis e pensam sempre o pior do beta. Assim, deve sempre buscar transmitir uma boa imagem de si, cuidando da aparência, da postura, da forma de agir, de falar e o que falar.

8. Demonstrar confiança e competência
Esses são atributos de alfas. Betas que aprendem a demonstrar confiança e competência são mais felizes nos ambientes profissionais, fraternais e amorosos. Falar com autoridade ajuda muito. Ninguém gosta de ficar perto de pessoas que exalam o cheiro do fracasso.

9. Buscar conhecimento sobre múltiplos temas e aprender novas coisas 
Saber falar sobre tudo é uma habilidade muito importante no convívio social. A pior coisa que tem é aquele clima de não ter assunto para conversar com alguém depois de ter dado um bom dia ou ser interpelado sobre um assunto simples e banal e não saber dar continuidade à conversa. Passa-se uma imagem de chato, causando repulsa nas pessoas.

10. Buscar elevar seu nível financeiro
Não é dúvida para ninguém que ter dinheiro, além de dar conforto, significa possuir poder. Ou seja, ter dinheiro significa ter felicidade;

11. Não se apaixonar
Apaixonar-se é uma das coisas mais idiotas que existe, pois o homem se ilude e cria expectativas de algo irreal. Neste estado, o homem idealiza determinada mulher e não enxerga tudo o que é inerente a ela, como os seus instintos hipergâmicos e eugenistas. Assim, o betas deverá sempre ser desapaixonado, olhar as mulheres com a racionalidade devida, pois uma mente lógica não o colocará em apuros, como aconteceria se você agisse com paixão, dando ouvidos aos sentimentos, que de inteligente não tem nada!

12. Não idealizar as mulheres
Atitude normal de manginas, idealizar as mulheres significa você se considerar inferior a elas. Fazendo isso, você já se coloca em uma situação de perdedor perante elas. Portanto, nunca idealize uma mulher e a enxergue como ela enxergaria você, ou seja, apenas sob um olhar do que o que ela tem a te oferecer.

13. Não ter pena de ninguém, nem de você mesmo
Betas costumam ser pessoas boas. Pessoas boas costumam possuir empatia e pensar no próximo, muitas vezes tendo pena e agindo com compaixão. Saiba que as outras pessoas não terão pena de você e farão de tudo para te deixar para baixo e ganhar o seu espaço. Não tenha pena de ninguém e faça o que for para ser o melhor e se dar bem. Não tenha pena de você, pois ninguém terá.

14. Não se iludir com mulheres novinhas, lindas e gostosas.
Isso é uma coisa que acontece muito com betas. Ficam idealizando mulheres estilo princesas. Muitos acreditam que quando serem velhos vão inclusive casar com meninas de 18. Isso é a coisa mais idiota que existe. Se o cara é beta e não pega nem baranga, quem dirá sendo velho. Para o beta que quer esse tipo de mulher é apenas pagando GP ou arrumando uma sugar baby.

15. Não ser bonzinho
Ser bonzinho é algo natural para os betas, pois além de não gostarem de ser mal, têm medo de agir no sentido de confrontar as pessoas. Isso não traz nada de bom para o beta, pois sempre será o capacho de todo mundo, nunca demonstrará confiança e não ganhará respeito sendo assim.

16. Ser competitivo
Isso é algo que o beta deve ser, sempre buscando ser o melhor e se diferenciar dos demais. Não adianta ficar na mesmice, não fazendo nada para melhor, e depois chorar que a vida está ruim. Sendo competitivo o beta sempre procurará ser o melhor, tendo como fim sempre ganhar mais dinheiro, a fim de ser liberto.

17. Não se desculpar
O beta não deve sair se desculpando quando erra ou quando desagrada alguém. Perceba que pessoas orgulhas impõe respeito e ninguém mexe com elas.

18. Encarar qualquer pessoa, seja homem ou mulher
Um homem de respeito não deve nunca olhar alguém com medo. Isso é algo que betas fazem, baixam a cabeça para qualquer um por pura covardia. Por isso, se quer transmitir respeito, jamais baixe a cabeça para alguém.

19. Não deixar que zombem da sua cara
Nunca deixar ninguém fazer piada com a sua cara ou humilhar em público. Isso transmite uma imagem extremamente negativa. Se a reação do beta é dar aquele sorriso amarelo ou ficar vermelho e quieto será pior ainda, todos o olharão como fracassado e fraco. Se alguém fizer esse tipo de coisa, o beta já deve na hora encaram, intimidar e enfrentar a pessoa que falou.

20. Não demonstrar medo
Medo é a pior coisa para um homem. Todos sentem nojo de uma pessoa medrosa. Mulheres chegam a vomitar olhando para um beta medroso. Sendo medroso jamais se conseguirá nada, nem profissional, nem com mulheres.

21. Falar em bom tom, com autoridade e nunca gaguejar
Falar em bom tom mostra que você tem confiança. Pessoas que falam baixo e gaguejam demonstram não terem certeza de nada e serem pessoas fracas.

22. Não demonstrar timidez
Timidez traz a imagem de ser fraco e sem confiança alguma. Mulheres têm nojo de homens tímidos. Alfa pode até ter um certo grau de timidez; betas não. Betas tímidos, além de perdedores, são chacotas e causam asco nas fêmeas.

23. Não se derreter com o jeitinho meigo da mulheres
Homens, principalmente betas, quando veem uma mulher bonita com seu jeitinho delicado e meigo se derretem. Nesse estado os idiotas fazem qualquer coisa pela mulher, acreditam em tudo que elas falam e até aceitam ser cornos.

24. Jamais ser mangina
Esse é o principal mandamento do beta. Jamais ser mangina! Homem nenhum deve ficar aos pés de mulher nenhuma. Quanto mais mangina o beta for, mas humilhado será pelas mulheres. Nas relações o mangina tem toda a sua vida sugada, junto com suas energias, seu dinheiro, sua felicidade, seu tempo e suas forças.

25. Não abrir mão do que é seu
Nunca abra mão do que é seu em prol de ninguém que seja. Não abra mão de um centavo sequer. Sempre pense em você e em sua satisfação.


Um abraço do Pobre-diabo!


Obs:
- Sábado próximo serão postadas as provas que o nosso amigo braço de linguiça (entregador de pizza) pediu. Postarei fotos comprovando que tudo o que eu posto sobre minha vida é verdadeiro e que esse reduto é 100% honesto.