sábado, 9 de novembro de 2019

Vencendo no trabalho de forma diabística


Estou meio afastado do reduto por conta do trabalho. Já entrei com tudo, quero apresentar resultado para a diretoria para fazer a minha fama já logo no início. Já andei observando que os caras do trabalho são meio "paradões", vou poder usar isso ao meu favor, fazendo um papel de super ativo, assim eu me destaco entre todos. São estratégias!

Estou bem animado no trabalho, quero fazer um bom networking aqui porque a minha intenção é chegar ao topo. O céu é o limite para os diabistas. Viver só em função de faveladas, usar bombas falsificadas, vender dogão ou lanche na garagem da mamãe não é coisa de vencedor. Eu quero é sempre mais!


Estou sendo bem simpático com minha secretária e já andei perguntando para ela várias coisas sobre os outros funcionários e meu "concorrentes". Eu sou doente por poder e dinheiro, farei de tudo para me destacar. Eu sou um excelente estrategista e já percebi várias formas de poder subir e mostrar que eu sou um alfa no trabalho.

Aquela depressão de outrora parece ter passado. Na real eu gosto desse clima de competição e de briga por poder.  Eu ainda serei alguém muito grande, me aguardem, haters fedorentos! Agora estou indo a um boteco tomar uma pinga gostosa com alguns amigos e quem sabe azarar algum broto. Bom final de semana, diabistas!

Um abraço do Pobre-diabo!

domingo, 3 de novembro de 2019

O status profissional que eu tanto queria!

(Não consegui colocar imagens. Atualizo depois)

Saber reconhecer o erro é o que faz você realmente evoluir na vida. Por muitos anos eu não quis reconhecer que eu era apenas um beta fedido e isso fez com que eu perdesse muito tempo com coisas que nada me edificaram. No final você aprende que quase tudo se trata de ilusões e extremismos. 

O mal do beta é não reconhecer que é só mais um no mundo. Não bastando isso, o animal fétido quer ainda se comparar com os alfas, que estão no topo da cadeia alimentar alfabetística. Aí é que vemos as maiores idiotices do mundo, como idiotas fazendo cursos PUAs para serem descolados com as mulheres, retardados que se entopem de bombas falsificadas para se exibirem e retardados que se acham empreendedores abrindo negócios lixos, achando que serão ricos e poderosos.

O que eu posso dizer é que depois que eu recebi a revelação divina da Filosofia Diabística eu aprendi que não devemos superestimar nossas capacidades. No fundo, tudo acontece de acordo com nossas capacidades, esforço, estratégia e muita sorte. Juntando estas com o abandono das ilusões e extremismos são a chave para o sucesso. O bom é que aprendi isso muito cedo e usei ao meu favor para ter um grande crescimento profissional.

(Imagem)

Então betinha, pare de perder tempo com coisas idiotas e foque em coisas importantes. Pare de sonhar com contos de fadas, pois eles não existem. Pare de chorar aos pés de mulheres e gaste suas energias ganhando dinheiro, pois ele pode te dar tudo. Aprenda de uma vez por todas que é só o dinheiro que salva e que não existe dinheiro fácil e nem sucesso sem esforço. Se a vida fosse fácil, qualquer retardado abriria uma lanchonete fedorenta na garagem da mamãe ou um hot dog em cinco sócios.

Como vocês sabem, aceitei um emprego novo, com um salário bem atrativo. Vou ter que parar com as consultorias, mesmo sabendo que elas seriam promissoras, mas no momento que estou passando eu preciso da estabilidade desse emprego e a condição social que ele me dará. Só entende isso quem já teve cargos elevados, em que as pessoas te respeitam e não te vêem somente como um beta fedido. Nesse novo emprego terei ainda mais visibilidade e serei visto como um verdadeiro alfa profissional. Chupem haters fracassados!

Ser recebido com sorrisos marotos por secretárias e estagiárias gostosas não tem preço. Na sexta eu já estava conhecendo toda a equipe e uma mina de 21 anos já se engraçou comigo, provavelmente adora sair com pessoas de bom status profissional e financeiro. Se eu vendesse lanche vencido na garagem teria esse mesmo status? Não vejo a hora de arrasar os corações dos brotos que adoram caras bem sucedidos. Little devil está ansioso!


Um abraço do Pobre-diabo!

terça-feira, 29 de outubro de 2019

Cuidado com amigos manginas!


Hoje o tema do post será um pouco diferente do usual e tem a ver com algumas situações chatas que aconteceram comigo envolvendo alguns caras que eu pensava que eram meus amigos. Sinceramente, é muito difícil ter uma amizade verdadeira com betas, pois é só aparecer uma mulher no meio do caminho ou qualquer situação que envolva dinheiro, que o imundo irá te largar, isso quando não foder a tua vida. Já falei aqui de uns camaradas betas B e C que eu tenho, que conseguem ser mais zoados do que eu.

Um deles eu considerava irmão, pois temos amizade desde a adolescência e sofremos os mesmos bullyings por sermos betas fracotes, covardes, feios e escrotos. Eu emprestei um dinheiro no começo do ano para ele, pois seus negócios estavam com problemas. Nessa semana fiquei sabendo que ele se mudou e foi morar em outra cidade. Fiquei sabendo também que ele abriu um salão para a esposa dele. Por fim, ele sumiu e não me atende mais. Ou seja, o dinheiro e a mulher feia dele fizeram ele esquecer a amizade que tinha comigo e ainda me dar um calote.

Pior ainda foi o que aconteceu com um outro amigo meu, mais beta ainda. Pois bem, há uns dois meses nós saímos para curtir a night e azarar alguns brotos. Nesse dia eu lembro que eu usei um colete de couro e um boné aba reta virado para trás, porque queria passar um visual bem descolado e irreverente. Já ele estava vestido com calça social e camisa cor vinho, um estilo mais moderno.

Eu e meus amigos curtindo uma festa de arromba!!!

Nesse dia, pegamos um combo de frisantes para chamar a atenção dos brotos, mesmo eu odiando tomar essa merda. E até que deu certo, mas só barangas vieram. Uma delas era feia mas magrinha e tinha uma bunda bonita até. Já cheguei nela, começamos a conversar e vi que ela tava na minha. Lembro que eu saí para fumar um cigarro de cereja e lá fora conheci mais um broto e conversei por uns 5 minutos, peguei o celular e voltei para finalizar o meu xaveco. Porém, quando cheguei, meu amigo que é mais feio e tosco do que eu já estava beijando o meu broto.

Eu tinha ficado chateado, mas acabei deixando de lado pois estávamos numa balada e lá ninguém é de ninguém e ainda tinham outros brotos para azarar. Então eu acabei conversando com a amiga dessa mina, que era horrenda, e já levei ela para o meu carro e lá transamos. Como o saldo da noite foi positivo, acabou que eu nem liguei para o que aconteceu, até acreditei que meu amigo não fez por maldade de chegar no meu broto e roubar ele de mim, podendo até estar bêbado. 

O que aconteceu foi que esse meu "amigo" simplesmente sumiu depois disso. Não respondeu mais minhas mensagens e me bloqueou de seus contatos. Por causa da correria do dia a dia eu acabei que nem o procurei mais também. Eis que aquela amiga feiosa me mandou mensagem ontem e contou que sua amiga estava noivando com meu amigo e fizeram até festa. Isso mesmo, betas, em dois meses o cara já estava noivando com aquela mulher e largou como um pedaço de bosta o seu velho amigo e não foi capaz de nem me convidar para a festa.


Eu marquei de me encontrar com essa feiosa e já fomos direto para o motel. Confesso que broxei, pois além de ela ser muito feia, eu estava muito triste. Mas aconteceu ainda pior, ela me contou que naquele dia da balada, na hora que eu fui fumar, meu amigo começou a falar mal de mim para o broto, falou que eu vivia na zona, que devia ter doenças venéreas e que era um fracassado depressivo, o que fez com que o broto me largasse e tivesse ficado com ele. Depois disso ela me contou que a amiga dela lhe disse que ele tem inveja de mim por conta de meu sucesso profissional e cortou laços de amizade comigo por ter medo de eu ser "concorrência" contra seu broto. Para finalizar, ele ainda não me convidou para a festa.

Isso foi como uma facada em meu peito, uma traição. Esse cara era como um irmão para mim, confiava muito nele. Foi aparecer uma feiosa na jogada que o cara jogou mais de 15 anos de amizade no lixo. Confesso que fiquei muito mal ontem e hoje e até tive uma crise de choro, pois ainda estou sensível por conta da depressão. Mas como sou um diabista aprendi que não posso me abater e tenho que sempre ser forte. Pelo menos aprendi algo: sempre me afastar de manginas, pois não são confiáveis e a primeira mulher que aparecer entre vocês e eles é capaz de os traíras fazerem  qualquer coisa para destruir sua reputação, te humilhar e te descartar.

E assim eu continuo nessa jornada diabística, sempre aprendendo cada vez mais, seja na luta ou na vitória. Só a Filosofia Diabística salva!


Um abraço do Pobre-diabo!

domingo, 27 de outubro de 2019

Um Pobre-diabo feliz!


Saudações diabísticas, betosos fedidos! Expliquei nós últimos posts a vocês que não estava muito bem nos últimos dias por conta de minha depressão. Mas as coisas tem melhorado e a notícia que dou para vocês é que aceitei o emprego. O motivo foi pela segurança mesmo, principalmente por causa da situação econômica brasileira. Não está fácil para ninguém!

Terei um cargo elevado na empresa, digamos assim. O salário é quase igual ao anterior e os benefícios são excelentes. Pelo que percebi, vou ter bastante trabalho, porém não vão ser tão difícil como o emprego anterior. O que posso dizer e que estou bem animado e não vejo a hora de começar. Principalmente para meu estado mental essa decisão e a melhor, inclusive tenho grandes chances de chegar a cargos ainda mais elevados. É claro que um momento de decisão assim não passaria despercebido, não é mesmo? Teve festa para comemorar! Que lugar melhor que um templo da luxúria para isso?

Fui lá e transei com duas damlux extremamente lindas e gostosas, níveis da Amanda Lee. Com todos os gastos foram R$800,00 em prol do meu prazer diabistico. Pensem comigo, gastei em um único dia o quanto e o Passarinho e o Roliço ganham o mês todo. Quer ser feliz? Quer transar muito? Quer viajar? Quer ser respeitado? Quer luxo? Esqueça Puas, cursos idiotas e bombas falsificadas. Só o dinheiro pode te dar tudo isso. Por isso que eu digo sempre: abandonem as ilusões e extremismos e se desenvolvam de forma diabística. O sucesso está logo alí!



Um abraço do Pobre-diabo!

quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Tempos de luta, tempos de glória: um Pobre-diabo que não desiste!


Saudações, camaradas diabistas! O fim e o início dessa semana foram ótimos para mim, afinal, pude descansar bem e refletir bastante sobre minha vida diabísticas. Não é novidade para ninguém que eu sou um beta B mais feio que cu cagando, escroto, sem graça, alcoólatra, fumante, depressivo e com distúrbios mentais graves. A diferença é que eu aprendi a conviver com tudo isso e foi a Filosofia Diabística que me ensinou. Carrego esses problemas desde a minha infância, mas ao invés de me entregar, eu aceitei o desafio de sempre me superar na vida, nunca aceitar a derrota e tenho acumulado vitórias a minha vida toda, obviamente com muita dedicação e esforço.

A racionalidade nesse ponto foi fundamental, pois se assim não fosse eu poderia hoje ser um fracassado como muitos aqui do reduto, a exemplo de um que faz uso de anabolizantes falsificados para se exibir para faveladas e atualmente comercializa salgados vencidos na garagem de sua pobre mãe, ganhando uma miséria. Ou poderia estar no lugar de um marmanjo imaturo e mentiroso que fica gravando vídeos toscos de games na internet e por ser vagabundo brinca de ser empresário, abrindo um hot dog com 5 sócios, que só dá dá juízo, mas o papai os cobre para que o filhinho fracassado não entre em depressão. Diferente disso, eu tenho lutado muito e obtido muitas vitorias. Por mais que muitos aqui torçam para meu mal, saibam que não tem dado certo, pois eu não desisto nunca, não me entrego.


Nesses último dias resolvi não pensar em nada que me trouxesse ansiedade, como é o caso do trabalho. Quanto à ótima proposta de emprego que recebi, tenho até a semana que vem para aceitar. O mais engraçado é como o meu excelente currículo e experiencia fizeram tudo por mim, não precisei fazer absolutamente nada. Isso fez com que me sentisse muito bem, afinal, quem diria que aquele betoso escroto que eu sempre fui seria esse verdadeiro alfa profissional e financeiro? Tenho muito orgulho disso e o conselho aos mais jovens que eu dou é que não percam tempo, pois a vida passa rápido demais! O mercado dá preferência sempre aos mais preparados e atualmente aos mais jovens. Se esforcem sempre! Não caiam na conversa fiada de fracassados metidos a especialistas de mercado financeiro e empreendedorismo, pois todos eles não sabem bosta nenhuma e não têm dinheiro nem para comer um x-salada. Nunca se esqueça do seguinte versículo:

"Quem sabe faz, quem não sabe ensina!"
(Diabisticidades, cap. 6, versículo 66 - Bíblia Diabística)

Hoje eu estou tão feliz que acabei de abrir uma garrafa de whisky e um charuto Cohiba. Ainda não comentei  aqui com vocês de um broto que caiu aqui no  meu colo. Ela é prima de um amigo meu, tem 37 anos e é muito, mas muito mesmo, gostosa. Ela aparenta ter uns 24 anos,  loira, toda sarada, siliconada e ganha bem (é advogada e tem um escritório conhecido). Ela tem um filho de  15 anos que mora com o pai dele, um velho rico que deixou muitos bens para ela. Ainda estamos conversando e ela já mandou várias fotos sensuais para mim que me deixaram muito excitado. Hoje ela vai vir aqui na minha casa tomar um bom vinho comigo e assistir um filme. Não vejo a hora de transar bem gostoso com ela. Dependendo de como for, talvez ela se torne minha "namoradinha".

O interessante é que a nossa vida parece uma roda gigante, as vezes estamos por cima e as vezes por baixo, mas o importante mesmo é nunca desistir e nunca esquecer que só a Filosofia Diabística e o dinheiro podem salvar os betas.


Um abraço do Pobre-diabo!

sábado, 19 de outubro de 2019

Será que volto a ser empregado?


Saudações diabísticas, meus companheiros. Não consegui postar essa semana, pois na terça tive uma crise forte de estresse, comecei a beber pinga adoidadamente e confesso que quase fiz besteira. A partir desse episódio comecei a pensar no que realmente importa na vida. Para alguns é ter uma família, uma companheira e filhos. Para outros é ter sucesso profissional. Tem ainda aqueles que só são feliz tendo dinheiro e os minimalistas que procuram a felicidade dentro de si e das pequenas coisas.

Eu passei a vida me dedicando ao máximo na questão profissional. Nas horas de folga eu sempre procurava a alegria no álcool, nós cigarros e nas prostitutas. Será que isso realmente tem me feito bem ou só prejudicou ainda mais minha mente betosa doentia? Depois da crise que tive procurei um psiquiatra e ele me receitou vários remédios, pois disse que estou em depressão profunda e o que mais me afetou foi a demissão ocorrida em julho. Só que para usar esses remédios terei que parar de beber e isso é uma decisão extremamente difícil para mim.


Ainda não comecei a tomar os remédios, decidi pensar um pouco mais. Desde quarta estou praticamente o dia todo bebendo e fumando por conta da ansiedade e estresse. Ontem recebi uma proposta de trabalho na mesma função que tinha na antiga empresa, com um salário quase igual. A decisão são é difícil, pois estava gostando de ser consultor, pois tem horários mais flexíveis. Mas acho que  pode ser uma boa, pois terei mais segurança e isso acalmará minha mente diabísticas.

Enfim, tenho uma semana para decidir. Por mais que eu tenha boas referências, bom networking e qualificação de dar inveja, trabalhar assim é bem arriscado. É só ver a vida que a maioria dos otários metidos a empreendedores levam: muito estresse, ganho volátil e trabalho exorbitante. Mas voltar a trabalhar em uma grande empresa fará eu voltar a trabalhar muito e viver sob muita pressão. Os rendimentos na empresa acredito que podem ser maiores e a expectativa de crescimento profissional existe. O que vocês fariam?


Um abraço do Pobre-diabo!

sábado, 12 de outubro de 2019

Você também pode vencer e eu te digo como!


Estava eu andando despreocupado na hora do almoço pela rua. Diferente dos outros dias, eu estava tranquilo. Aquela ansiedade e estresse que me perseguem o tempo todo me deram uma folga. Passei a refletir e pensar que ao invés de reclamar da vida eu preciso ter mais gratidão. Olhem para mim, um beta B mais feio que cu cagando, escroto, ridículo, alcoólatra, fumante e com sérios problemas mentais, mas ainda sim tenho uma vida e uma história de sucesso. Ao invés de reclamar e chorar preciso agradecer mais por minha vida diabística de sucesso. 

Nasci em um lar simples e pela minha condição de betoso asqueroso tinha tudo para ser um fracassado na vida. Mas não me entreguei, lutei muito e luto até hoje. Vejam quem eu sou agora, um consultor de nome forte no mercado, já tive posições elevadas em grandes empresas, tenho um ótimo patrimônio, uma boa grana investida, já transei com inúmeras mulheres de todos os tipos, as quais muitas delas a quase totalidade dos betas aqui jamais irão conseguir chegar perto, já fiz viagens incríveis e tenho uma vida muito confortável. Isso não é motivo de felicidade ao invés de eu viver amargurado e estressado?

Qual foi o meu segredo? Simplesmente fazer a coisa certa, não desistir e pensar sempre lá na frente. Desde muito jovem, por conta de meu QI elevadíssimo (sou super dotado), sempre planejei minha vida de forma estratégica. Posso dizer que as ilusões e extremismos nunca fizeram parte da minha vida. Só posso ter pena desses coitados que compram cursos de ações, trading, criptomoedas e marketing digital. Pior ainda os que compram cursos de coaching. Sabe o que são esses cursos na verdade? Vigarista tentando te vender algo que eles mesmos não aplicam, pois sabem que não conseguem e que dificilmente você vai conseguir algo com isso. São tão mau caráter que apenas citam ações e opções únicas que tiveram crescimento elevado, mas que eles mesmos na época não conseguiram prever com suas análises técnicas furadas. Cita. 1 caso entre um bilhão, como se fosse fácil. Nunca será! 


Enfim, não quero me delongar sobre esse assunto, pois betas insistem em buscar o caminho mais fácil e sempre se foder. Percebam que eu posso dar inúmeros exemplos, postar estatísticas oficiais, muitos dados e fazer cálculos avançados de lógica, explicando que não vai dar certo, mas betas insistem em se iludir. Eu tenho muitos anos de experiência em matérias de empreendedorismo, finanças e mercado financeiro, tudo o que eu afirmo não é da boca para fora. Apenas eu busco abrir os olhos da nossa comunidade betística, mas se não querem ouvir, o problema não é meu. Mesmo assim estarei aqui para ajudar a todos, seja por mensagem ou e-mail, tento sempre aconselhar os amigos betas. 

Consultei minha psicóloga e meu psiquiatra e ambos recomendaram que eu desacelere um pouco minha vida e foque nas coisas boas, abandonando um pouco o negativismo. E é isso que eu estou tentando fazer agora. Quero aproveitar mais minha vida, sair mais, jogar papo fora com os amigos, flertar com as garotas, me deliciar  mais com minhas damlux, viajar e focar mais em meu bem-estar. Cuidarei mais da minha saúde física e mental e é isso que eu sugiro para todos os betas. Não adianta querer tudo rápido. Vejam que a maioria dos ricos demoraram muitos anos para chegar lá, além de terem muita sorte e ideias foras do comum. Não vai ser um curso de mercado futuro que vai te fazer ser um Warren Buffett em 6 meses, concorda? 

O segredo da vida está no trabalho duro, na estratégia e no equilíbrio, aliados com o abandono das ilusões e extremismos. Todos os meus conhecidos que seguiram esses caminhos hoje são vencedores e muitos estão até melhor do que eu. Agora, todos aqueles iludidos e extremistas, que sempre procuravam os caminhos mais fáceis, todos estão na merda. A vida sempre cobra o seu preço, meus amigo. Tudo o que você faz hoje, você pagará amanhã. Pra finalizar, eu quero dizer que tradings, criptos, forex, arbitragem não darão certo e que só servem para fazer golpistas tirarem seu precioso dinheiro e ficarem ricos. Sendo assim, escolha lutar, brigar pelo seu sonho e nunca desistir. O trabalho duro, a inteligência e a estratégica são os únicos capazes de te fazer vencer!. 


Um abraço do Pobre-diabo!