sábado, 14 de setembro de 2019

Ficar rico empreendendo?


Como todos sabem, faz cerca de 3 meses que fui demitido de um emprego em que eu tinha um ótimo salário, porém com uma responsabilidade gigantesca, que me levou a um estresse fora do comum, além da acentuação do meu alcoolismo e vício em cigarro. É claro que não foi nada fácil perder o emprego dessa forma e a segurança que ele me trazia, sendo isso ainda algo que me deixa pensativo às vezes, pois hoje eu tenho que correr atrás do meu dinheiro, não tenho mais aquele salário gordo que caia na minha conta automaticamente todo mês. 

Alguns idiotas sem conhecimento algum do mundo me pintavam como um adorador da CLT e um inimigo do empreendedorismo, o que nunca foi verdade. O que eu sou sim é um especialista nesses assuntos, portanto, abomino qualquer ilusão e extremismo. Promessas de elevados ganhos sem fazer nada é a chave certa para o fracasso, afinal, não existe dinheiro fácil e nem sucesso sem esforço. Se você pesquisar na internet vai ver que os dados não são nada animadores, afinal, se fosse fácil qualquer idiota abriria uma lanchonete na garagem da mamãe e ganharia 20k por mês e ainda abrindo uma rede de franquias em menos de 2 anos (o Roliço dizia isso, pasmem). 

Em uma rápida busca você encontra vários anúncios mentirosos desses, sempre prometendo uma oportunidade única de ganhar bastante dinheiro de forma fácil. Tem um idiota aqui do reduto que tem o nome de um personagem do Dragon Ball Z que tenho certeza que deve acreditar

Poderia citar muitos nomes aqui de charlatães que prometem elevados ganhos e para tanto vendem cursos caríssimos para você. Mas não vou fazer isso não, afinal, compra essas merdas quem quer, pois burros sempre existiram e sempre existirão nesse mundo. Ontem mesmo saiu uma pesquisa sobre empreendimentos, contatando que 75% fecham antes dos 5 anos. E você idiota ainda acredita naquele mentiroso que fala que sabe fazer 6 dígitos em 7 dias? Ou aqueles mentirosos que dizem multiplicar seu dinheiro facilmente por 3, 5 ou 10 vezes? Será que os animais não entendem que esses golpistas só querem te vender cursos? 

Se você quer se dar bem nos empreendimentos, antes de tudo terá que abandonar toda e qualquer ilusão e extremismo. Deve se ater unicamente nos números, no que é racional. As grandes empresas, aquelas sólidas e sustentáveis, além de terem bons capitais iniciais e de giro, fazem pesquisas profundas quanto ao mercado de seus produtos, projetos de viabilidade, análise da concorrência, inovação, análises de marketing, estudos sobre o design dos produtos, pesquisas de consumo, análises robustas sobre os estoques, linha de produção, fornecedores, transportes, sustentabilidade, imagem da empresa etc etc etc.

Esse é o ponto comercial que o Roliço abriu na garagem da mamãe no subúrbio. Com certeza esse mega empreendimento deve faturar facilmente 1 milhão por mês. Segundo ele, em 1 ano já estaria com pelo menos 6 franquias abertas. 

Aí vem dois idiotas fracassados e de baixo QI, um falando que abriu um dog com 5 sócios (que milagrosamente em 6 meses está valendo mais de 100k, sendo que antes valia 15k) e o outro uma lanchonete na garagem da mamãe, ambos sem nada de dinheiro, querendo falar em empreender? Sinceramente, tenho muita pena desses coitados. No fundo eles sabem que só estão se afundando e fodendo os coitados dos seus pais, os quais lhes emprestaram dinheiro e nunca receberão de volta, além de ter que pagar toda a dívida que eles irão acumular. Pobrezinhos, dos pais em terem filhos tão burros e aproveitadores. 

Muitos idiotas se iludem achando que terão lucros altos sobre o faturamento. Você sabia que a maioria dos empresários não tira nem 5% de tudo que faturam? Apresentei esses tempos uns dados de que 4 de 5 empresas fecham antes de 4 anos. Aí você vem querer falar de empreender se você nunca teve bosta nenhuma e nunca fez dinheiro? Você merece apanhar por ser tão burro. Para empreender você precisa ter condições. E não caia no papo daquele Érico que fala que você não precisa nem ter o produto antes, que é só vender e pronto, como se ele fosse o Deus das vendas. Que eu saiba ele vende cursos e ilusões para iludidos que pensam que o dinheiro cai do céu. 

Esse é o novo negócio do Chuppa Pau, vender hot dog e x-salada de forma sustentável, sem poluir a natureza com combustíveis fósseis. Em 1 ano acredito que já estará faturando 1 bilhão por ano. 

Empreender te fará rico? Dificilmente se você for uma betoso sem dinheiro. Mas, se você tiver boas condições financeiras, trabalhar muito, tiver um bom projeto, um bom processo, um bom produto, boa estratégia, boa ideia e muita sorte, pode ser que em alguns anos você poderá estar ganhando um bom dinheiro, mas nada incomum também, não vai estar andando de Porsche Cayenne por aí não. Outra coisa, se acha que vai ser patrão e não mais funcionário pau mandado do chefinho está enganado. Cada cliente vai ser pior que um chefe e você trabalhará horrores, as vezes até mais que 15 horas por dias! 

Além disso, nunca esqueça a enorme concorrência que enfrentará e que o mercado já é dominado pelos grandes, os quais cada vez mais são donos de tudo. Entrar não é difícil e até dá para ganhar um dinheiro, desde que tenha condições, boa estratégia, paciência, trabalhe muito e tenha dinheiro para investir, porém se acha que terá uma rede de franquias ou uma multinacional em 5 anos, então esqueça. Aconselho você que comece a jogar na loteria, pois será mais fácil. 



Um abraço do Pobre-diabo! 

quarta-feira, 11 de setembro de 2019

Beta + dinheiro = muito sexo


O post anterior causou um debate encalorado sobre minha relação com uma damlux (dama da luxúria). Daisy é simplesmente perfeita, é daquelas garotas que aonde vai faz o mundo parar para observá-la desfilar. Homens ficam embasbacados perante ela e não podia ser diferente, afinal, seu rosto lindo, seus olhos claros, seu corpo delicioso, sua pele jovem e mais alva do que a neve, seus cabelos longos e sedosos, sua bunda grande e redonda e seus seios apetitosos não têm como não deixar qualquer um hipnotizado. Como eu disse há duas semanas aproximadamente, ela virou minha “namoradinha”, mas o que isso quer dizer? Unicamente que saímos juntos, causei inveja geral e transamos loucamente, porém com um presentinho fixo, nada a mais por hora.

No sábado passado fechamos em 500 reais a noite e posso dizer que arrebentei a boca do balão. Foi ótimo ver a cara de espanto de todo mundo no bar ao ver uma aberração como eu com uma diva daquelas. Era nítido os caras olhando com desgosto para suas companheiras feias ao me ver com aquela deusa do pecado. Bebemos bastante e nos divertimos muito. Melhor ainda foi na saída, entramos no carro e ela foi brincando com o little devil até a minha casa. Depois que entramos, fizemos um sexo louco já na sala, depois fomos para a cozinha e finalmente meu quarto. Demos uma pausa para um soninho, porém, de madrugada já acordei com sua boca massageando o “gigante diabístico” e já iniciamos mais uma brincadeira. Dormimos. Ao acordar, agora foi a minha vez, pois não tinha como aguentar ver aquela bunda grande e redonda de fio dental na minha frente. Acordei ela e já iniciamos mais umas peripécias, que começou de ladinho e depois tomou proporções loucas – e gostosas. Por fim, tomamos um café e a deixei em sua casa.


A moçoila estava realizada. O garotão aqui também. 500 reais foi caro? Absolutamente não! Saímos de noite, humilhei todo mundo ao me verem com uma beldade, ganhei uma carícia oral no carro, transei três vezes e de forma incrível. Uma namorada ou esposa custa muito mais do que isso e o benefício não chega nem perto. Se duvida disso, eu vou explicar. Você pode até falar que gasta pouco com sua namorada/esposa, porém vai ver que isso não procede. Primeiro porque sua namorada é feia, gorda, chata e não sabe transar, logo, o preço dela no mercado “damluxístico” seria baixíssimo, tipo uns 50 reais. Segundo que sempre que você sai vai gastar algo, seja restaurante ou motel, vai gastar sim e muitas vezes só para ouvir uma conversa chata e para nem transar. Terceiro que vocês não vão transar gostoso e, mesmo que façam sexo, o que é raro, vai ser sem graça, pois o corpo dela é feio, ela não sabe fazer direito e ainda tem nojinhos. 

O que eu paguei foi praticamente de graça pelo que recebi em troca, afinal, sendo damlux ou não, sempre pagaremos de alguma forma. Mas como nada é para sempre, mandei mensagem para a querida e doce Daisy hoje de tarde, pois já estava com saudades. A resposta dela foi fria, como se não me conhecesse, como se tivesse me descartado de sua vida amorosa. Foi daquelas mensagens que são padrões das damlux: “Oi amor, estou te esperando em meu local. Faço completinho desde que a higiene esteja em dia. Meu presentinho é 350 (500 completo). Venha logo, estou te esperando e você não irá se arrepender. Beijinhos!”.

É obvio que não fiquei chateado, pois nosso contato era apenas profissional e visando unicamente o prazer, como deve ser a vida de um beta diabístico. Fiz esse post e os outros dois tratando a Daisy como “namoradinha” apenas para debater sobre relacionamentos e mostrar para os betas que o que importa de verdade é o nosso bem. Esse negócio de viver em função de mulher é ridículo. Ver caras inteligentes como um amigo nosso que fica falando em estratégias para fazer um “socialzinho” nos ambientes e no Instabosta, tudo para chamar a atenção e “pegar muié” é triste e só mostra como o beta é um ser fracassado. Mais triste ainda é ver caras como o roliço que se entopem de bombas falsificadas e colocam sua saúde em risco só para chamar a atenção de faveladas de 35kg. Ou ainda o outro tiozão do reduto que mantem um casamento infeliz com uma gorda problemática, achando que a “exclusividade” de seu corpo cheio de gordura, flácido e feio é melhor que sua felicidade, liberdade e prazer.


No fundo, tudo são interesses. Nós queremos transar; elas querem conforto e emoções. O que você beta pode oferecer? Quanto você pode pagar? Quanto mais você tem em termos de dinheiro, social e beleza, mais acesso a vaginas de qualidade tem. Já para elas o que manda é a beleza, ou seja, quanto mais linda e gostosa, melhores caras elas podem ter. Resumindo, tudo se trata do quanto de barganha você tem no mercado. Se você é beta e pobre, então se contente com notas baixas. A única forma de um beta reverter isso é através do dinheiro, pois ele é o maior afrodisíaco de todos. O problema de todos os betas é que acreditam nos contos de fadas e que vão encontrar uma mulher que os ame de verdade, sem nenhum interesse. Ou também os idiotas que acham que vão burlar o sistema e vão conseguir namorar Amandas Lee, mesmo sendo feios, asquerosos e pobres. Patético.

Enfim, betosos, eu não assumi nenhum relacionamento sério com a Daisy, apenas curtimos momentos gostosos juntos. Acredito que até mesmo ela que é linda, inteligente e divertida iria me fazer enjoar depois de certo tempo, caso estivéssemos namorando (e ela não fosse damlux), pois no fundo todas as mulheres são iguais, assim como a maioria dos homens também são. A única forma de fazer diferente e romper com o ciclo de fracasso que o universo destinou a nós betas é através da Filosofia Diabística. Agora, estou indo para um templo da luxúria aproveitar mais um pouco dessa vida que só a FD e o dinheiro proporcionam. Já estou preparado para hoje: cigarro de cereja e piteira no bolso, além do dinheiro na carteira para comprar whisky e espumantes. O presentinho das minhas princesas da promiscuidade também já está separado. Daisy agora é passado. Estou na pista para encontrar a próxima damlux que roubará o meu coração por algumas horas. 


Um abraço do Pobre-diabo!

quarta-feira, 4 de setembro de 2019

Diga NÃO ao negativismo e SIM à Filosofia Diabística!


É incrível como betas tendem a ser negativos, invejosos e rancorosos. Aqui no reduto vemos muito disso. Toda hora tem betinha chorando por não beijar novinhas lindas na boca, por ganhar mal ou por se sentirem rebaixados perante alfinhas playboys ao verem sua vida de ostentação e sociabilidade perante as mulheres.  Tem até os haterzinhos virgens que morrem de inveja de mim por eu ter uma vida amplamente diabística. Sinceramente isso aqui está parecendo uma reunião de adolescentes problemáticos. 

Se eu fosse pensar como muitos negativistas aqui permaneceria a vida toda como um fracassado problemático, afinal, eu sou um beta B mais feio que cu cagando, ridículo, escroto, sem graça e doente por poder e dinheiro. Mas diferente disso eu sempre decidi por lutar e dar meu sangue pelo sucesso, não é a toa que cheguei aonde cheguei, sem ter tido absolutamente nada na vida. Quando eu crítico pessoas iludidas e extremistas é porque o que eu mais desejo é ver betas vencendo na vida e não se afundando ainda mais por conta desses engodos. 

Entendam que a Filosofia Diabística não tem nada a ver com esses negativismo e sim com o abandono das ilusões e extremismos, priorizando o pensamento absolutamente racional. Não se iludir não significa ser negativo, significa ser realista e maduro para priorizar projetos efetivos para sua vida. Significa você enxergar que existe um "funcionamento" do sistema e nós betosos estamos fora dele, por isso precisamos saber como devemos agir e qual estratégia usar. Não adianta chorar e espernear, pois nada vem de graça nessa vida. 


A Filosofia Diabística está aí para tirar as vendas dos olhos dos que estão cegos. Ficar querendo se comparar com alfas ou ficar chorando que é um beta desprezado pelas mulheres não vai resolver nada. Somente o dinheiro pode te fazer vencer, somente ele é capaz de tirar você dessa situação de ostracismo social. Só que o dinheiro nunca vem fácil, como alguns animais pregam por aí, ele é difícil de se obter e requer esforço, inteligência e estratégia. Não é abrindo uma lanchonete na garagem da mamãe ou um dogão em 5 sócios que você vai vencer. Isso não é empreendedorismo, isso é burrice! 

Todos sabem que fui demitido de um emprego de altíssimo nível e remuneração e agora estou apostando em uma área nova profissional. Semana passada tive uma reunião com empresários, a fim de fechar um contrato que me renderia uma boa grana. Infelizmente não fechamos contrato, pois apostei em um valor muito alto, porém o que importa é que estou dando as caras e fazendo contatos, uma hora virão os frutos. A Filosofia Diabística não falha! 


Fiquei triste? É claro que não, hoje às 16h tenho outra reunião, amanhã e sexta tenho outras. O importante é não parar. Você só é derrotado quando assume o fracasso e deixa de lutar. Eu estou muito feliz nessa nova fase, estou tendo mais tempo para mim e para curtir a vida. Tenho bebido e fumado todos os dias, mas não como antes que era uma espécie de fuga da realidade, hoje faço isso por puro prazer mesmo.

Agora mesmo já estou alcoolizado, pois estou tomando whisky desde manhã, e espero que passe o efeito até a hora da reunião. Saindo de lá já irei direto para um bar experimentar uma cachaça top que o dono disse que chegou lá e depois vou sair para jantar com uma damlux deliciosa que virou minha "namoradinha", a qual carinhosamente chamo de Daisy (em homenagem a uma linda e talentosa atriz). Ela ainda pede seu "presentinho" quando nos vemos, mas estamos nos curtindo bastante e acredito que mais um pouco isso mudará.


Só a Filosofia Diabística e o dinheiro salvam, então pare de chorar como uma marica e vá à luta, betoso! 



Um abraço do Pobre-diabo! 

quarta-feira, 28 de agosto de 2019

Dar a volta por cima é muito mais gostoso! Chupem invejosos!


Saudações, camaradas diabistas. Hoje é um dia muito feliz para mim, o dia em que eu selo a grande vitória diabística em minha vida profissional. Confesso que entrei nesse lance de consultoria um pouco descrente, afinal, sempre evito criar muitas expectativas porque o fracasso sempre é mais certo do que o sucesso. Porém, tudo aconteceu da forma que jamais imaginei, abrindo-se muitas portas para mim, negócios excelentes. Para quem riu de mim quando estava desempregado, saibam que hoje estou muito melhor do que quando estava empregado, inclusive ganharei bem mais. Tudo isso se deu devido ao meu esforço fora do comum durante toma minha vida, sempre dei tudo de mim no trabalho, bem como em minhas especializações e experiências.

Só quem vive isso sabe como é bom quando te veem como alguém importante, alguém de sucesso. Hoje escolhi meu melhor terno, de cor bege, sapatos de couro marrom bico fino, gravata azul clara, um lenço branco no bolso superior para dar aquele ar de elegância, o poderosíssimo relógio Tag Heuer, pulseira e anel de ouro e, para arrebentar a boca do balão, uma boina italiana xadrez. Antes de ir, fumei um cigarro de cereja e tomei duas doses de whisky, para ir mais tranquilo e confiante. Ao chegar para a reunião com os dirigentes, fui recebido com muito respeito e pude sentir novamente aquela sensação de ser alguém diferenciado, como outrora era na antiga empresa em meu elevado cargo. Todos aqui sabem que eu sou doente por poder e dinheiro e jamais aceitaria menos do que isso. O fracasso não é uma opção.

As vezes nos sentimos incapazes, mas quando você tem bastante experiência e realmente estudou para isso não tem erro. Falei com autoridade e surpreendi os presentes. E não estamos falando de valores pequenos e sim de valores bem altos que a empresa trabalha. Para tanto, não seria qualquer consultoria que eles procurariam e fechariam contrato, até porque eles pagam muito bem para isso. Procurei manter a calma e fazer o que sempre fiz de melhor: usar a minha incrível inteligência. Depois de algumas horas, posso dizer que surpreendi a todos e pude ver o olhar de empolgação deles. Não fechamos o contrato nesse primeiro contato, porém marcamos outra reunião para sexta e tudo indica que vamos fechar. Uma coisa é fato: vou encher o bolso de dinheiro se der tudo certo e isso é chuchubeleza! Supimpa!

 
Ao mesmo tempo que fico muito envaidecido por ser um profissional de alto nível e altamente gabaritado, fico com pena de caras fracassados que a única coisa que sobrou para sobreviverem é fazer trabalhos braçais e burros, como um sujeito que humilhantemente teve que se apropriar da garagem da sua mamãe e montar uma espelunca que ele chama de lanchonete, vendendo salgados vencidos, tendo que colocar os pobres dos velhinhos de seus pais para trabalhar de graça, tudo para que o marmanjo fracassado, que nem o ensino médio tem, ganhe 1,5k por mês de lucro. Tem também fracassados que por terem baixo QI se acham empreendedores e abrem barraca de cachorro quente junto com 5 sócios. O pior ainda é quando esse mesmo animal, que não tem saídas na vida por ser burro e preguiçoso, decide passa vergonha abrindo canal no YouTube falando de games, não ganhando nem 100 reais por mês para passar toda essa vergonha.

Betosos, de uma vez por todas, não caiam nessa de achar que conseguiram grandes resultados fazendo poucas coisas. Não existe dinheiro fácil e nem sucesso sem esforço. O post retrasado intitulado “Ganância: a armadilha para o fracasso (criptomoedas, ações, opções, trading, MMN etc)” eu desmistifiquei todos os discursos mentirosos de espertalhões que só querem tirar seu dinheiro vendendo ideias enganosas inaplicáveis. Os mentirosos falam de um jeito tão sedutor que enganam vários idiotas que acham que terão lucros de 100% todo mês ou que multiplicarão por 10 seu patrimônio a hora que quiser. Pilantras! Safados! Vigaristas!

Não canso de dizer que só a Filosofia Diabística salva e eu sou um exemplo vivo disso. Quem segue seus maiores ensinamentos, ou seja, abandono das ilusões e extremismos e vivências na mais completa racionalidade e estratégia, aproveitando ao máximo suas oportunidades, dando seu sangue, não tem como não vencer. Enfim, eu fiquei até umas 18:00 em reunião e como estava muito tenso, tive que sair de lá e ir direto ao templo cervejístico, onde tomei 4 copos de elixir dos deuses (cervejas artesanais) e fui aliviado para minha diabo-caverna. Agora estou fumando um delicioso cigarro de cereja e degustando um poderoso whisky, com minha autoestima às alturas, por ser um vencedor, por ser um verdadeiro beta diabístico!


Um abraço do Pobre-diabo!

domingo, 25 de agosto de 2019

A Filosofia Diabística fortalece sua mente e te faz vencer!


Antes de mais nada quero deixar claro que esse texto não é motivacional, coaching, PUA, auto ajuda, ou qualquer outra merda que serve mais para levar teu dinheiro. A Filosofia Diabística vem salvando milhões de jovens betas pelo mundo, como seus ensinamentos mais preciosos. E sabe o que é o melhor da FD? Ela não é comercial, é totalmente de graça e foi feita para nós betas, sofredores das maiores agruras que o destino poderia nos proporcionar. Para comemorar, abra sua cerveja, whisky, vodka, cachaça, pinga, rum ou conhaque e brinde comigo e brinde comigo! 

Como todos sabem, eu sou um beta B mais feio que cu cagando, um filhote de urubu, um verdadeiro pedaço de bosta fedido de braços e pernas, escroto, ridículo, sem graça e problemático. Eu tinha tudo para ser um fracassado na vida, por sempre me diminuir devido à minha condição e por sempre ter baixa autoestima. No entanto, depois que a Filosofia Diabística me foi revelada em sonhos pelas maiores divindade do universo, depois de uma noite regada a muito álcool, hoje posso divulgá-la e salvar a vida de muitos betas. 

Por eu seu o maior representante da Filosofia Diabística, muitos a confundem com meu estilo de vida, uma vez que eu sou um ávido consumidor de elixir dos deuses (cervejas artesanais, whisky e cachaça) e da fumaça sagrada (cigarros de cereja e charuto cubano), além de ter uma forte paixão pelas Damlux (damas da luxúria), as deusas do pecado, as sacerdotisas da promiscuidade, as rainhas da devassidão. Entendam, betosos, meu estilo de vida não tem nada a ver com a FD e eu só vivo dessa forma porque são uma espécie de antídoto para controlar essa minha mente doentia e depressiva.


A Filosofia Diabística é simples e seus fundamentos principais são o abandono das ilusões e extremismos e viver na mais completa racionalidade e estratégia. E ponto final! O que importa par ao beta se não é o dinheiro? Usar bombas falsificadas vai fazer você ser alfa? Abrir barraca de cachorro quente com 5 sócios vai te fazer ser alfa? Abrir lanchonete na garagem da mamãe na favela vai te fazer alfa? Criar canal no YouTube igual o retardado do Passarinho vai te fazer alfa? Fazer cursos de trading da EmpiriCÚ vai te fazer ser alfa e rico? Não! O que vai te fazer vencer vai ser abandonar ilusões de querer soluções milagrosas, colocar a mão na massa e se desenvolver de forma diabística!

Procure fortalecer sua mente, desenvolver suas habilidades, ganhar conhecimento e ampliar seu networking. Conhecimento ninguém tira de você, nunca esqueça disso. Depois que eu fui demitido, confesso que fiquei chateado e com medo de não conseguir voltar a ganhar o que eu ganhava. Porém, por eu seu um diabista, consegui facilmente, devido ao meu bom currículo e experiência, bons contatos e agora estou fechando excelentes contratos de consultoria. Acredito que vou trabalhar menos e ganhar ainda mais do que eu ganhava. 

A única coisa que importa é o dinheiro. Ele compra qualquer coisa, te dá conforto, prazer, luxo e paz. Com ele como do bom e do melhor, ando de carrão automático, viajo para onde quero e transo com as damlux mais maravilhosas. Ontem mesmo eu fiz amor com uma loira linda e gostosa, nota 9, mulher que você só vê em revistas e na TV. Quando que um homem qualquer, até alfas conseguiriam isso? Vai fica se gabando por comer lixo? Ou vai dizer que a vida do casadinho pançudo com sua mulher gorda feia e seus 3 filhos ranhentos é melhor do que a minha? Essa desgraçada vida é a que 99% dos betas está destinado a seguir. Só se salvam os diabistas. Vale a pena ou não seguir a Filosofia Diabística?


Um abraço do Pobre-diabo! 

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Ganância: a armadilha para o fracasso (criptomoedas, ações, opções, trading, MMN etc)


Quero falar sobre uma das maiores causas de derrotas, que já levou e ainda leva milhões de pessoas ao fracasso e miséria: a ganância. Refleti sobre isso depois de passar hoje o dia inteiro bebendo whisky e fumando em casa. Ser ganancioso por si só não é errado, desde que você ganhe o seu dinheiro de forma inteligente, sustentável e segura. Eu mesmo sou muito, tenho um desejo intenso e fora do normal pelo dinheiro ao ponto de colocá-lo em primeiro lugar na minha vida. O problema da ganância é quando ela vem acompanhada das ilusões e extremismos, maiores engodos da vida dos betas. Essas duas palavras são as responsáveis pela desgraça de qualquer pessoa, pois fazem com que você acredite que existe dinheiro fácil e sucesso sem esforço, fazendo escolhas idiotas, comprometendo toda a sua vida e o seu futuro e o de sua família. 

Entendam, betas, ninguém NUNCA irá te dar dinheiro. Entenda que o dinheiro não se multiplica assim do nada, pois de algum lugar ele tem que sair e geralmente vai sair do seu bolso e entrar no de algum espertinho. Os juros altos não são fáceis de andar ao nosso favor, pelo contrário, geralmente eles nos fodem através dos juros altos dos bancos. Você acha mesmo que vai adivinhar todos os movimentos do mercado e vai fazer fortuna com daytrading? Sabia que mais de 90% de quem faz trading tem prejuízo? Sabia que 1% apenas consegue fazer um dinheirinho mixuruca? O mesmo vale para os animais que arrotaram arrogância ao se intitularem especialistas em criptomoedas, forex, opções, mercado futuro e caralho a quatro. 

Os "especialistas" sempre prometem ganhos elevados sem esforço. Ostentam riqueza fácil e muito luxo, falando que têm a chance da sua vida e você não pode deixar escapar!

Por que esses estelionatarios que poluem o YouTube e prometem multiplicar seu dinheiro por 3, 5, 10 e 15 vezes não multiplicam sua própria fortuna em mil porcento ao invés de vender cursos para idiotas como você? Pense comigo, se o Filipo Ciranda tem 10 milhões de patrimônio, porque ele não faz isso virar 100 milhões e na sequência 1 bilhão, 10 bilhões e assim por diante? Um conselho  que te dou ao ouvir qualquer "especialista" em trading, ações, opções e criptomoedas e seus discursos mestirosos usando palavras em inglês para impreciosar: mande todos eles tomar no meio do cu.

Mas pior que os otários que caem nesses contos da carochinha, são os coitados que acreditam em coisas ainda mais absurdas, como o caso da Unick Forex e sua promessa de 3% ao dia de juros, aliados com uma plataforma de Marketing Multi Nível idiota. Se 1% ao mês já é difícil de conseguir em investimentos por aí, imagine 3% AO DIA? Existem outros casos de empresas grandes caindo por conta de suas pirâmides ter se tornado insustentável, como o caso da JJ Investimentos, o GBB Bitcoin, Telexfree etc, etc etc, lembrando que até vários artistas caíram nessas furadas. Uma rápida pesquisa no Google nos mostra uma infinidade de empresas golpistas que arruinaram a vida de milhões, sempre oferecendo ganhos altos sem o mínimo de esforço.

Já pensou perder facinho 50k assim com essas promessas ilusórias? Quantas damlux, elixir dos deuses e Cohibas daria para pagar? Ainda bem que meu dinheiro está bem investido de forma diabística! 

Mas vejam que a ganância burra não está só nesses exemplos que eu dei. Muito otários caem nos famosos MMN da vida, fazem investimentos idiotas por conta em ações e outros fundos e até se metem a emprender sem ter feito qualquer análise de viabilidade, sem ter condições financeiras e sendo burro. Os exemplos clássicos que eu dou são de um sujeito que abriu uma barraca de cachorro quente com 5 sócios e outro idiota que abriu uma lanchonete lixo na garagem da mamãe, sendo que ambos falaram que em 1 ano teriam franquias poderosas de alimentos, como o China Food, e estariam lucrando pelo menos 20k ao mês, sem precisar trabalhar. (eles realmente afirmaram isso). 

Eu sei que deve ser muito triste perder tudo assim de forma boba e ver que foi feito de trouxa, mas sinceramente essas notícias me deixam muito feliz e saltitante, pois acho que gananciosos burros tem mais é que se foder mesmo. Por que não estudam, se esforçam e buscam ganhos sustentáveis? Tudo o que eu ganhei na vida foi com muito esforço, inteligência e sorte, únicas formas para quem nasceu beta e pobre como eu. Por fim, percebam que a Filosofia Diabística nunca erra e seu maior ensinamento de abandono das ilusões e extremismos, vivendo na mais completa racionalidade e estratégia se aplica em todas as áreas da vida, seja no financeiro, profissional e até particular.

Só a Filosofia Diabística e o dinheiro salvam o beta!


Um abraço do Pobre-diabo! 

domingo, 18 de agosto de 2019

Adianta fingir ser alfa para pegar mulheres?


A pior coisa que betas podem fazer é tentar querer imitar alfas ao ver o sucesso sexual deles. Betoso imundo, entenda que não se trata apenas de usar roupas descoladas, de se encher de bombas falsificadas ou de copiar o estilo irreverente de algum alfa. O físico superior, a mente forte, a extroversão, a coragem, as experiências, as condições etc dos alfas são inerentes a eles, ou seja, eles não escolhem ou fingem ser o que não são, apenas agem normalmente.  As mulheres automaticamente ao ver um homem reconhece se é um alfa ou um beta, não adianta fingir. Um beta querer emular um alfa, além de previsível é a coisa mais ridícula do mundo, pois não tem como esconder isso.

Quem aqui não lembra do Roliço braço de linguiça querendo ensinar betas a serem descolados? O idiota falava para usar roupas do Justin Bieber, usar bombas falsificadas e comprar uma moto ninja usada. O Passarinho é ainda mais burro, no post passado falou que betas devem se vestir como Zé droguinhas, ouvir funk, mentir muito e gastar dinheiro com combos caros, como se isso fosse fazer o maldito do beta deixar de ser ridículo e ganhar o respeito de todos além da atenção de mulheres lindas e gostosas. Aí os maricas ficam chorando porque não recebem atenção de mulheres, mas não enxergam que são asquerosos e causam nojo. Se você é beta, deve procurar mulheres no seu nível! 

O que acontece na verdade é que são as mulheres que escolhem quem elas querem. Você pode emular ter o melhor papo, decorar as melhores piadas, copiar ginga de maloqueiro, tatuar os braços ou usar roupas transadas, mas qualquer mulher ao te olhar vai enxergar um beta fedorento, pois isso não tem como esconder. Procurem ser felizes por vocês mesmos e não para ficar querendo agradar aos outros ou se exibir para mulheres. Sabe aquelas gatinhas que andam de mãos dadas com betas? Isso é coisa da TED ou porque ela curtiu mesmo o cara, mas isso é algo pontual, não é uma regra, é exceção. Simples assim. Não queira forçar a barra, pois nenhuma mulher é obrigada a dar atenção para um beta nojento como você. 

Esse não vai ser você não, betinha, pare de sonhar com a princesa encantada. Trate de ganhar dinheiro e ser feliz, senão vai acabar sendo um fracassado como dois animais mentirosos conhecidos aqui do reduto

Enquanto vejo betinhas com mentalidade de adolescentes chorando porque não ganham atenção de garotas lindas (mesmo sendo ridículos, chatos e pobres), eu como sou um diabista, aproveito todo o poder que o dinheiro pode me dar, afinal, só ele te dá conforto, luxos e prazeres. Fim do ano vou para a Europa, como e bebo do bom e do melhor, dirijo verdadeiras máquinas e transo com damlux que são mulheres lindas, verdadeiras capas de revistas. Vocês acham que eu tenho tempo para chorar por causa de mulher? Eu quero é dinheiro, só dinheiro, pois ele compra tudo, porra!

Agora me respondam, o que adianta ficar emulando algo que você não é e mentindo ou fingindo que tem dinheiro? Você até pode enganar alguma mulher por uma noite (difícil, pois elas são muito mais espertas do que você imagina), mas no dia seguinte ela vai ver como você é um bosta e vai te largar. Qual a graça de viver uma mentira? Não é melhor você se destacar pelo que é, como eu que me destaco por uma boa posição profissional/social e financeira? No fundo todos sabemos que betas fedidos querem a atenção e amorzinho de uma mulher, mas não é com essa vida de mentiras que vão conseguir.

Primeiro vocês devem se enxergar. Se você é beta, feio, tosco e chato, por que acha que uma novinha linda vai te querer? Uma mulher melhor que você beta só vai te querer se você tiver algo a oferecer. Se vocês querem evoluir, não é com PUAs, jogos sociais ou coaching que vão conseguir, pois são coisas idiotas de fracassados imitadores e limitados. Apenas a Filosofia Diabística pode abrir seus olhos e te levar ao sucesso. Não adianta fingir o que não é, pois uma hora todos vão ver como você é um fracassado, como o Roliço e o Passarinho são. Dinheiro é o maior afrodisíaco que existe e só ele pode transformar a vida de um betoso, nunca esqueçam disso. 


Um abraço do Pobre-diabo! 

quarta-feira, 14 de agosto de 2019

Uma nova fase profissional diabística


Como todos já devem ter percebido, eu gosto de viver cada momento da vida com intensidade. Ser mediano para mim não serve e a derrota nunca será uma opção. Toda vez que vejo pessoas conformadas com a vida, pregando a simplicidade e o minimalismo (não no sentido de estilo de vida, mas como uma forma de se conformar com sua inabilidade em ganhar dinheiro), eu fecho meus punhos e imagino dando duríssimos jabs e cruzados em sua cara, só não fazendo isso por medo de ir preso. A grande verdade é que não existe dinheiro fácil e nem sucesso sem esforço. Apenas sobreviver é o que faz essa quantidade absurda de fracassados mundo a fora.

Se você ainda não entendeu, betoso, esse mundo é injusto, cruel e selvagem, aqui reina a lei da selva, a lei do mais forte, ou seja, se você quer algo, vai ter que lutar com todas as suas forças, se especializar e usar de sua melhor estratégia. Entenda, ainda, que tudo piora se você nasceu beta, pois aí todas as forças do universo estão contra você. Não é nada fácil alguém que nasceu feio, cheio de traumas, em família ignorante e sem condições financeiras se destacar e isso é óbvio, mas não adianta chorar igual uma marica, pois ninguém vai te dar nada de graça! Por isso que destaco a importância da Filosofia Diabística, a única capaz de salvar os betas, pois prega o abandono das ilusões e extremismos e a completa racionalidade e estratégia na busca do sucesso.


Eu sou um beta B mais feio que cu cagando, traumatizado, ridículo, escroto e com uma mente doentia que beira ao retardo mental. Além disso, sou alcoólatra, fumante, tenho insônia e agora estou desenvolvendo vício em jogos de azar. Não bastasse isso, possuo uma carga enorme de testosterona em meu corpo, o que faz com que eu tenha tesão o tempo todo, o que acaba por drenar grande parte de minha energias, que poderiam estar concentradas em coisas inteligentes, em coisas fúteis, como assistir vídeos de seres humanos copulando, enquanto minhas mãos fazem movimentos repetitivos na vertical. Por fim, ainda, gasto bastante tempo – e dinheiro – com as minhas maiores paixões, as minhas Damlux (damas da luxúria), também conhecidas como deusas do pecado, sacerdotisas do prazer e rainhas da promiscuidade.

Enfim, eu poderia estar aqui chorando como alguns, afinal, fui descartado como um papel higiênico cheio de bosta no meu antigo trabalho, onde ganhava um ótimo salário, porém, como eu já disse, a melhor opção para mim sempre é ir à luta. Felizmente tenho um bom networking e bons amigos, pessoas com potencial, até porque eu sempre evitei andar com pessoas fracassadas, ignorantes e rasas, como o Passarinho e o Roliço, que nitidamente são animais que fedem a burrice e fracasso. Abrimos PJ, estamos fazendo vários contatos e temos recebido bons retornos, posso dizer que isso muito me surpreendeu. Olhando para o meu passado, posso dizer que não me arrependo de nada do que fiz até agora, mesmo tendo trabalhado como um cavalo, horas e horas de estudo, muitas noites sem dormir, muito estresse e muitas lágrimas, pois foi isso que me fez ser o que sou hoje.


Posso dizer que toda aquela tristeza da semana passada passou e agora estou animado para essa nova fase. Essa semana já cortei o cabelo, fiz um corte transado, deixei um cavanhaque, comprei um terno novo da Hugo Boss, sapato de bico fino, três gravatas de seda, uma boina italiana e uma francesa. Mudanças assim são boas e essenciais para melhorar a nossa autoestima. Para brindar a essa nova fase, logo ao acordar já abri minha melhor garrafa de whisky e já tomei três doses. Agora estou indo almoçar em um restaurante de alto nível com meus colegas, a fim de falar em negócios e, é claro, tomar um bom vinho. Ao sair pretendo ir a um templo cervejístico comemorar a vitória e depois visitar uma maravilhosa damlux, com quem pretendo fazer muito amor. Sucesso, aí vou eu!!!


Um abraço do Pobre-diabo! 

sábado, 10 de agosto de 2019

Do fundo do poço ao sucesso!


Um copo, dois copos, três copos, quatro, cinco, seis, sete, oito... Era assim quem eu estava ontem de noite tentando contar quantos copos de álcool eu tomei. Realmente hoje eu posso dizer que sou um alcoólatra. Se isso não bastasse, ainda sou viciado em cigarros, e hoje tenho fumado quase 2 carteiras por dia. Se ainda não bastasse isso tudo, eu ainda tenho repetido essa rotina dia após dia. Ontem, porém, eu estava mais feliz e contarei isso na sequência. 

Posso dizer que depois que fiquei desempregado as coisas pioraram ainda mais. Antes eu bebia e fumava para aliviar o estresse e pressões diárias do trabalho e da vida. Hoje eu faço isso porque não consigo encontrar outra razão pra não fazer. Para ser mais claro, é como se isso fosse um remédio para a minha tristeza, e realmente é, além de preservar minha sanidade mental. Hoje eu ando com um cantil de bolso com whisky para qualquer lugar que eu vou, pois o efeito inebriante me faz bem e sem ele fico irritado e deprimido. 

Essa semana eu estive bastante ausente do reduto por conta disso, passei a semana toda em casa bebendo, fumando, lendo e fazendo projetos para o futuro. Durante a semana toda passada eu tomei banho um dia só e comi só porcarias que pedia por aplicativo. Dormia no sofá da sala, às vezes caído no chão de bêbado e até na lavanderia em cima das roupas sujas. Ontem minha casa estava com um fedor desgraçado, eu estava com um cheiro nojento de bunda suja, cu cagado, pinto com esmegma podre, bafo de merda e sovaco fétido de suor. 

É assim que eu estava me sentindo essa semana

Foi então que finalmente a iluminação transcendental diabística tomou conta de minha menta doentia de um beta B mais feio que cu cagando. Acendi um charuto Cohiba, tomei mais 2 doses de whisky e comecei a fazer alguns contatos pelo celular. Tenho 2 conhecidos que há um bom tempo sugeriram de fazermos uma parceria, pois ambos, assim como eu, possuem excelente formação e experiência. A ideia é prestarmos consultorias, principalmente para as empresas que já tivemos contato durante todos esses anos (foram muitas).

É claro que não é nada seguro no início, mas terei a liberdade que tantos aqui procuram e, caso dê certo, não trabalharei mais sob tanta pressão. Acredito que será uma ótima ideia, principalmente porque o mercado de trabalho está péssimo e extramamente concorrido, mas no nosso caso temos muito networking e isso facilitará bastante. Para se ter noção, já tive 4 convites para trabalhar em empresas grandes, porém os salários eram praticamente metade do que eu ganhava, sendo assim, o que estarei perdendo se arriscar nessa nova empreitada?

Só sei que estou muito animado com essa ideia, tanto que acordei hoje às 7:00, já abri uma cerveja, acendi um cigarro de cereja e comecei a fazer meus planejamentos.  Mais tarde estou pensando em até brincar com uma damlux. Confesso que essa semana eu estava com os piores sentimentos, me sentindo no fundo do poço, porém essa oportunidade abriu meus olhos e acredito que teremos sucesso. Essa parceria ainda vai render muito. Nunca se esqueça que o sucesso só depende de você! Viva a Filosofia Diabística! 


Um abraço do Pobre-diabo! 

sábado, 3 de agosto de 2019

A beleza só diminui; o dinheiro só aumenta.


No post passado eu destaquei como a beleza é muito cultuada em nossa sociedade. Uma pessoa bem afeiçoada sempre será mais atrativa sexualmente do que qualquer outra pessoa. Mulheres lindas e gostosas fascinam os homens, os quais são capazes de dar tudo o que tem para poder tê-las (na verdade achar que vão tê-las). Os homens galãs, enquanto jovens, por sua vez, atraem muitas mulheres, tendo acesso a um número maior de parceiras sexuais do que qualquer outra pessoa, unicamente por terem características físicas agradáveis aos olhos delas. 

Vale lembrar que tanto para homens, como mulheres a beleza atrativa dura muito pouco tempo e depois dos 30 anos todo o brilho de outrora praticamente deixa de existir. Outra coisa a se destacar é a diferença do uso completamente diferente da beleza para homens e mulheres. Homens bonitos utilizam sua beleza unicamente para fazer mais sexo, escolhendo qualquer mulher, bastando apenas ser bonita, não ganhando bulhufas a mais por isso. Mulheres, com o tempo, por sua vez, mais espertas, procuram parceiros que possam agregar em suas vidas em todos os sentidos, trazendo segurança e conforto, principalmente.


Aí o betoso reduz sua parca existência a apenas usar bombas falsificadas e ficar se vestindo como um adolescente otario, como o Roliço, apenas porque melhorando seu visual consegue atrair algumas poucas feiosas de sua favela. O animal gasta toda a sua energia com coisas fúteis, enquanto poderia utilizar o tempo e potencial ao seu favor se desenvolvendo de forma diabística e melhorando seu financeiro e seu profissional, que é o que de fato importa. O idiota só esquece que a beleza é passageira, o dinheiro (quando bem cuidado) não, sendo este último o maior afrodisíaco de todos, capaz de te proporcionar qualquer coisa! 

A verdade é que ao passar do tempo as mulheres mudam suas cabeças e cada vez mais querem segurança e conforto. Depois que têm filhos então, a prioridade muda completamente, sendo os filhos o foco de suas vidas, restando ao homem apenas ser o provedor, não merecendo atenção alguma deles disso (sexo muito menos). Toda aquela preocupação delas em se cuidar mais em termos de beleza e também dar mais atenção ao homem passa. Aí o cara também deixa de se cuidar, se acomoda e apenas sobrevive. No final, você vê aqueles casais feiosos, mulher gorda, feia e chata e o cara pançudo e careca, sendo apenas um escravo que sustenta a família sem ter direito a nada, nem a um sexo de 10 minutos mal feito.


Sabem o que é o pior? É que esse destino é assim para praticamente todo mundo. Não ache que vai encontrar uma mulher exceção, pois com o tempo todas ficarão flácidas, feiosas, gordas e reduzirão drasticamente o apetite sexual e isso em pouquíssimo tempo. Observe que a maioria depois dos 25 anos já caminham a passos largos para isso. E nós não somos diferentes, também vamos ficando cada vez mais escrotos, cabelo começa a cair, uma pança nojenta começa a crescer e rugas aparecem. No entanto, como a beleza têm um peso menor para nós, com dinheiro tudo isso é compensado facilmente, já para elas é mais difícil, pois homens, como são burros, só enxergam a beleza delas e mais nada (por isso que só se fodem). 

Aí no fim você vê que com 35 anos aqueles homens e mulheres, que outrora eram atraentes, agora são velhos, sem brilho, sem graça e o corpo está irreconhecível. Aqueles idiotas que quando jovens eram alfinhas, hoje são aqueles tiozões pançudos querendo fazer graça achando que vão atrair alguém, quando na verdade são os ridículos. Depois você observa aquele beta que escolheu se desenvolver de forma diabística, demonstrando todo o seu poder financeiro, social e profissional, sendo um verdadeiro molhador de calcinhas, atraindo todo e qualquer tipo de broto ao passar com sua BMW e seu terno da Hugo Boss.


Portanto, betosos, se você é beta, coloque na sua cabeça que você nunca atrairá uma gostosa com sua beleza, só atrairá mulheres feias como você. Pare de chorar e aceite o que é. Se quer gostosas, as damlux estão aí para isso. Se não quer pagar, então procure alguém compatível com você, simples assim. Entenda de uma vez por todas que a única coisa que vai fazer você ter uma vida de verdade é o dinheiro, ele é capaz de te garantir conforto, luxo, prazeres e muito sexo. Nunca se esqueça que só a Filosofia Diabística e o dinheiro podem salvar os betas. 

O que você preferiria: ser bonito, mas morar na favela e andar de moto velha com sua magrela de 35kg,  ou ser feio, mas morar em um condomínio de luxo com piscina e andar de Audi R8 com duas panicats?


Um abraço do Pobre-diabo! 

domingo, 28 de julho de 2019

Beleza e dinheiro são tudo!


Agora que estou desempregado tenho saído mais e aproveitado mais o meu tempo ocioso. Obviamente que minha mente sempre está enebriada por conta dos elixires dos deuses (cervejas artesanais) que aumentam a minha percepção de mundo, ao ponto de eu me transformar praticamente em um filósofo grego. Quando eu fumo um cigarro de cereja o ciclo se completa e então a realidade observada de um beta B mais feio que cu cagando vira teorias e mais teorias de nossa sagrada Filosofia Diabística.

Pois bem, desde quinta eu tenho saído bastante sozinho, com alguns amigos e também com alguns brotos. Fui de lugares tranquilos à lugares badalados, de locais de diversão à locais de azaração. Em todos eles eu observei muito a dinâmica social, até porque além de um beta B eu sou um autista altamente observador que beira ao retardo mental. As quatro moedas de troca principais nesses ambientes são: em primeiro lugar a beleza, segundo a juventude, terceiro a demonstração de riqueza e quarto o destaque social.

Eu e meus amigos indo curtir a night

Caras bonitos e jovens, alfas e semialfas (chega dessa porra de "Chad"), fazem a festa com a mulherada, as melhores já são deles. Depois tem os que não são tão bonitos, mas são jovens, tem destaque social e demonstram riqueza nos locais, como por exemplo, em camarotes com bebidas caras, os quais se igualam aos anteriores e atraem muitas mulheres gatas. Depois disso vem todo o resto que brigam pela sobra, os quais são: os feios, os pobretões, os invisíveis socialmente e os velhos.

Agora imagine se além de feio, você é pobre, isolado e velho, você está condenado ao esquecimento e a ser duramente rejeitado. Se você é feio, mas pelo menos é jovem, tem algum destaque social e algum dinheiro, você ainda consegue algo. Agora se você é mais velho e não tem dinheiro, então esqueça amigo, você é visto como um cocô ambulante. Alguém sem dinheiro sempre será visto como um fracassado. Um homem mais velho só atrai uma fêmea jovem e não tão feia se ela ver nele algo que traz segurança, conforto, luxo e que irá fazê-la atingir seus objetivos. É uma especial de olhar paterno por parte delas mesmo. Ou seja, prepare muito bem o seu bolso. 


No entanto, saibam que aquele sexo de qualidade e com desejo sempre será dos alfas, é só vocês observarem a natureza. Para os outros sempre sobrará o resto. Para compensar isso é só se você tem um destaque social poderoso, ao ponto de ser praticamente um famoso ou se você tem muito dinheiro mesmo ao ponto de bancar um broto como uma verdadeira princesa, cheia de luxos. Notem que estou falando de mulheres jovens e de qualidade. Ou seja, se você beta quer uma mulher compatível com você, então esqueçam as novinhas, as lindas, as gostosas e as que são destaques sociais e profissionais. 

Se o betoso não quer sofrer tanto e quer uma companheira, então a procura deverá focar em mulheres "piores" que você, principalmente na questão financeira, e que entre as mulheres ela não se destaque, principalmente em questão de beleza. Além disso, se a beleza dela for muito superior a sua, então saiba que você terá que compensar isso com bastante dinheiro. A mesma coisa acontece se ela for muito mais jovem que você, já prepare para pagar as contas dela, a aula de inglês, o financiamento do carro, o aluguel e a faculdade.

Oi betinha, por que você não me quer? Por que fica chorando igual uma marica de as novinhas lindas não te olharem? 

Não adianta lutar contra a natureza, meus caros, todos gostam de coisas bonitas, jovens e de qualidade, tanto homens como mulheres. Eu tenho plena certeza que essa minha cara feia de bode velho já não atrai mais ninguém. Teria outra forma de eu ter acesso a mulheres capa de revistas se não fossem damlux? É claro que não! O que falta para o beta é se enxergar. Se você não atrai ninguém por ser feio e pobre, então não culpe o mundo por isso, escolha se desenvolver de forma diabística ou aceite o que vier. Amor não existe, você é importante pelo que tem a oferecer e não pelo que é, por isso a única solução para o beta é ter dinheiro.

Por fim, betosos, nunca esqueçam que se você quer coisas de qualidade na vida, em todos os sentidos, então saibam que isso custará caro. Quer comer lagosta em um restaurante top? Quer tomar whisky de qualidade? Quer dirigir um Mustang? Quer fazer viagens internacionais de qualidade?  Então se prepare, pois irá pagar caro e gastar muito dinheiro. Quer uma mulher jovem, linda e gostosa? Então se prepare, pois igualmente irá pagar caro por isso. Cada qual com sua barganha. Uma mulher feia, gorda, pobre e velha você não quer, não é, espertinho? Por que as lindas, novinhas e gostosas vão ter que querer um ser repugnante, betoso e sem nenhum atrativo como você então? Só a Filosofia Diabística e o dinheiro salvam. 


Um abraço do Pobre-diabo! 

quarta-feira, 24 de julho de 2019

Existe algo pior do que ser feio?


Como eu sempre destaco aqui no reduto, o dinheiro é o único capaz de salvar o beta, porém, em um momento de profunda reflexão, proporcionado pelas degustação de elixir dos deuses (cervejas artesanais), eu pensei: existe algo pior do que ser feio? Pensem comigo, dinheiro é algo que com esforço, inteligência e sorte você conquista, e a beleza? No meu caso, nem pagando milhões de reais em cirurgias plásticas tem como me deixar menos feio.

Na verdade eu não sou feio, eu sou horroroso, ridículo e tosco, como sempre digo, sou um beta B mais feio que cu cagando, que até o próprio Satanás quer longe. Não tenho dúvidas que possuo o super poder da invisibilidade social e o dom supremo de secar vaginas. Se você acha que vai me ofender me xingando, saiba que não vai conseguir, pois talvez você nunca tenha visto alguém tão escroto e ridículo como eu, alguém que causa ânsia de vômito em qualquer pessoa, acredite se quiser. 

Só quem é feio sabe como é ruim ser rejeitado em todos os lugares aonde vai. Seja na escola, faculdade, barzinho, balada, trabalho ou qualquer outro lugar, se você é feio você está condenado a ser ostracizado, a não poder ter acesso aos prazeres que qualquer pessoa comum tem. Percebam que a beleza é a sua porta de entrada, sendo assim, quem que gosta de ver coisas feias? Quando você vê uma mulher gorducha e feiosa, você morre de amores por ela? Se não, então por que você beta fica chorando de as gatas não olham para você?


É muito triste ser feio como um cu cagando, é triste ver alfas e semi-alfas tendo acesso a uma vida social e sexual de dar inveja, no entanto o que você está fazendo para mudar sua situação? Você acha que usar bombas falsificadas como o Roliço vai fazer você deixar de ser betoso? Acha que ficar trancado no quarto fedendo a sêmen, mentindo que é famoso no YouTube como o Passarinho, com um sonho iludido de ser empreendedor com um carrinho de hot dog vai te fazer mudar de vida? 

Como eu sempre digo, não culpe os outros, não culpe o mundo pelo seu fracasso. Todos querem coisas boas, todos querem coisas bonitas, todos querem coisas prazerosas. O que fazer então se você é um betoso escroto? A resposta é simples, você precisa cuidar minimamente de sua aparência para não parecer ainda mais horrendo, tipo emagrecendo e cuidando do seu visual, e, principalmente, ganhando dinheiro, pois só ele pode te dar poder, conforto, luxo e prazer. 

Enfim, existe ou não algo pior do que ser feio? Acredito que existe sim. Ser burro como o blogueiro conhecido como Picca Pau, ser iludido e extremista como o Roliço e ser pobre são coisas ruins demais. Obviamente que ainda existem as pessoas que nasceram na extrema pobreza ou com deficiências físicas terríveis, essas sim têm problemas sério que não se comparam aos seus. Eu sou feio, mas tenho boas condições financeiras e posso ter acesso a uma vida prazerosa. Como e bebo do bom e do melhor, moro bem, tenho um bom carro e transo com damlux deliciosas. O que posso querer mais sendo um beta B?

A grande questão não é você ser betoso, mas o que você está fazendo para se tornar atrativo.


Um abraço do Pobre-diabo! 

domingo, 21 de julho de 2019

Balada e mulher bonita não foram feitos para betosos


Tanto sexta como sábado eu saí com o objetivo de curtir a vida adoidadamente e para isso preparei o visual matador, composto por: calça bege, camisa branca slim, colete de couro, coturno urbano, relógio Tag, corrente de ouro e uma poderosa boina francesa (substituí a italiana, pois acho que a francesa te deixa mais sofisticado). Convidei dois amigos betosos pra curtirmos a night. Esses dois amigos são betas B e C, tão feios e escrotos quanto eu, mas obviamente eu ganho deles nesse quesito disparado, pois pareço um filhote de urubu de tão feio que sou. 

Na sexta fomos a um bar de bom nível social. Lá vi muitas mulheres lindas, as quais eu pediria em casamento ali mesmo (caso fosse um beta mangina). Não preciso nem dizer que éramos completamente invisíveis lá para as mulheres, não é? Mas pelo menos conversamos bastante, bebemos e rimos muito. Fizemos uma aposta de que se eu tomasse um toco da mais feia do bar eles pagariam a conta. Eu crente que venceria, pois sou horroroso e um secador nato de vaginas, fui xavecar uma feiosa que em sã consciência eu jamais xavecaria. Para minha surpresa, ela ficou toda animada, acredito que por causa do meu estilo fashion, e em menos de 1 minuto de conversa ela começou a me beijar. 

Confesso que fiquei com ânsia, pois ela era compatível com minha feiura e eu não estou acostumado com isso. Meus amigos riram muito e tiraram fotos inclusive, fazendo com que eu me arrependesse de ter feito isso. Dei uma desculpa para a moça e fui embora. Isso estragou a minha noite, ainda mais por eu estar acostumado com damlux maravilhosas, verdadeiras panicats. Até que fiquei com um pouco de pena da garota, pois era muito feia e sei como é chato ser rejeitado, mas pasmem, no tempo que fiquei lá vi outros caras tentando a xavecar, inclusive ela deu toco em alguns. 


Fiquei mal depois disso, imaginando como as mulheres lindas devem se sentir ao me beijar, devem sentir um nojo e uma vontade imensa de vomitar, mais do que eu senti. Betas têm que entender que se não são atrativos, não adianta ficar chorando que não têm o amorzinho de uma gata. Se você não tem barganha física e nem financeira, se contente ou em ficar com mulher feia ou ser solteiro para sempre. Por isso que sempre digo que a única saída para o beta é ter dinheiro, único capaz de lhe dar felicidade, paz, conforto, luxo e prazeres. Ou vai dizer que o único problema da sua vida é não ter uma magrela de 35kg no seu pé que te cobra atenção, presentes e faz infernos mentais? 

No sábado decidimos ir a uma balada. As humilhações não foram poucas. Contei 11 tocos que eu tomei, da menos feia até às horrorosas. Se acham que eu fiquei triste, pelo contrário, nem liguei, pois já é normal isso para mim, principalmente por ser um amplo conhecedor da Filosofia Diabística. O que acho mais ridículo sobre isso é quando betas dizem: "vamos para tal balada? Lá vai ter muita gostosa". Será que os imundos não percebem que são feios, pobres e ridículos? As mulheres querem caras legais e atrativos assim como vocês também querem mulheres assim. Então parem de chorar e com essas merdas de blackpill toscas. 

Enfim, como no meu caso eu adoro ter liberdade, tendo pavor de ser escravo como os casadinhos fedorentos, não ligo de ser rejeitado e não namorar uma beldade, pois não tenho barganha para isso, a não ser que eu pegasse uma para sustentar, coisa que eu não quero, pois amo muito meu dinheiro. Conseguem entender o porquê de eu amar tanto as damlux? Elas não me trazem problemas, são sincesas, lindas, gostosas, fazem um sexo maravilhoso, não reclamam das minhas bebidas e cigarros e quando termina a nossa noite de amor, simplesmente vou para casa e elas não me ligam, não pedem nada, não cobram nada, não enchem o saco e não reclamam. 


Um abraço do Pobre-diabo! 

quarta-feira, 17 de julho de 2019

Uma nova vida diabística


Saudações, betosos. Hoje foi um dia diferente dos outros, acordei sem ressaca, pois não precisei beber para dormir essa noite. Olhei o sol batendo pela janela nessa manhã linda e levantei da cama. Ao me olhar no espelho do banheiro não vi mais aquele rosto cansado de sempre e aquelas olheiras de muitas noites mal dormidas. Isso não quer dizer que fiquei menos feio, afinal, eu sou um beta B mais feio que cu cagando, um filhote de urubu, uma verdadeira aberração da natureza, mas pelo menos estava com uma fisionomia mais agradável. Comecei então a refletir no que posso fazer para melhorar minha vida diabística. 

Como não tenho como mexer na minha cara horrorosa, a não ser que algum dia consiga fazer algum transplante de face, decidi que vou cuidar mais do meu físico, com boa dieta, ginástica e exercícios físicos. Quanto ao meu estilo, acredito que já está bem supimpa e tem chamado sempre a atenção dos brotos. Ao sair tenho andado de calça Jogger, suspensório, paletó suede bege, camisa listrada, coturno urbano, relógio Tag Heuer, corrente de ouro, pulseira de couro e, para lacrar, a poderosa boina italiana. Quando estiver em um estilo mais sport e descolado, estou pensando em começar a usar bandana.


Quanto às minhas finanças, posso dizer que estou muitíssimo confortável. No entanto, não vou exagerar nos gastos, afinal, estou desempregado. Já negociei meu carro e vou pegar um mais simples, obviamente que automático e que minimamente chame a atenção das garotas. Estou pensando ainda em algumas opções para investir melhor meu dinheiro, pois eu estou demasiadamente conservador (esse nome me dá nojo). Como sei que alguns falarão para eu empreender, já respondo de antemão que essa também pode ser uma opção, porém de forma planejada e inteligente e não de forma infantil como alguns iludidos e extremistas pregam aqui. 

Em relação ao meu estilo de vida, continuarei vivendo de forma diabística, porém sem excessos. Quero diminuir os cigarros, substituindo-os por cigarro eletrônico com essência de cereja. Quero parar com os destilados também, pois são pesados e têm feito mal para mim, vou continuar só com os elixires dos deuses (cervejas artesanais) mesmo, pois refrescam a minha alma, relaxam e me fazem feliz. E as damlux (damas da luxúria)? Ah, as damlux, as deusas do pecado, as sacerdotisas da promiscuidade, as rainhas da devassidão, as princesas da libertinagem, essas eu não posso abandonar, pois são donas do meu coração e fazem parte da minha vida diabística.


No começo foi bem difícil para mim ter sido despedido e mudar completamente minha rotina, porém depois dessas duas semanas posso dizer que já estou me acostumando. Ter vivido em um ritmo tão frenético por tanto tempo fez com que eu não conseguisse desacelerar e isso me custou muito estresse e depressão, embora tenha me concedido uma excelente condição de vida atualmente. Agora quero fazer algo novo, algo para marcar minha vida. Quem sabe fazer uma viagem poderosa? Ou um intercâmbio? Ou ainda uma tatuagem de âncora no braço? A única coisa que eu sei é que só a Filosofia Diabística salva!


Um abraço do Pobre-diabo!