quarta-feira, 31 de outubro de 2018

2 anos de muitas diabices!


Alegrai-vos, betas, pois o reduto diabístico faz 2 anos de existência! Entres altos e baixos estamos aqui sobrevivendo a esse mundo anti-beta, unidos buscando uma vida melhor, através dos mais preciosos ensinamentos da Filosofia Diabística, sucesso entre todos os betas! Os parabéns não são para mim, nem para o reduto, os parabéns são para todos nós betas diabísticos!

São tantas histórias nesses dois anos, que lágrimas estão escorrendo de meus olhos ao lembrar. Quanto aprendizado, quanto ensinamento, quanta experiência! O reduto se fortaleceu e hoje tem a sua própria cara, ou seja, a cada de todos os betas diabísticos! Para vocês terem ideia, eu estava na praça de alimentação de um shopping esses dias e vi um beta chamando o outro de "beta B", o que fez eu refletir como o nosso movimento está dissuadido e já virou tendência nacional! Outro dia vi dois betas com uniforme de colégio em uma panificadora comentando sobre um post que eu acabara de postar. Nós diabísticos somos referências! 

Obviamente que não foram só coisas boas que aconteceram em nosso reduto. Como não lembrar do dia 27 de agosto de 2017, o fatídico dia em que o primeiro reduto diabístico foi tirado injustamente do ar e que causou grande agitação, furor e tristeza em toda a Diabosfera? Pois bem, nesta triste data ocorreu o que a história chamou de a "Diáspora Diabística", em que houve a dispersão de milhares de betas para outros lugares da internet, alguns nunca mais retornando, tamanho o desgosto. Mas não desistimos, tiramos forças de onde nunca imaginaríamos que teríamos e reerguemos o reduto internacional diabístico, que veio para ficar e com ainda mais força. Conseguimos reagrupar a comunidade beta e continuar com a nossa jornada diabística. 


E os duros ataques que o reduto recebeu, inclusive de blogueiros impostores? Quem não lembra daquele desonesto sem vergonha que criou três blogs diferentes e mais de 20 perfis falsos, floodando quase 90% de seu blog e atacando o reduto incansavelmente? E quando os betas se uniram para o desmascarar? Foi sensacional! E as humilhações que promovemos aos caras mais mentirosos, ridículos e arrogantes entre os betas, ou seja, o Conservador e o Picca Pau, mais conhecidos como Roliço braço de linguiça e Passarinho chupa pau? Esses matrixianos foram destruídos pelos betas, saindo várias vezes daqui com o rabo entre as pernas! 

Sabemos que ainda não acabou e temos muito o que crescer amigos, pois a Filosofia Diabística tem muito o que amadurecer ainda. Já tivemos até uma Assembleia Geral, ocorrida em 25 de outubro de 2018, que entrou para a história ao definir os rumos da famosa Filosofia Diabística. Vamos juntos inovar e crescer ainda mais, camaradas, pois o nosso objetivo é o desenvolvimento pleno diabístico, que é o único capaz de promover o sucesso e a felicidade plena. Ainda tem muita coisa a se criar, novas teorias a serem estudadas, como a original Teoria da Evidência Diabística, que foi um marco para o ramo do estudo conhecido como Ciências Diabísticas. Temos ditado tendências e muito temos que criar e aperfeiçoar ainda, como a chamada Psicologia Diabística, que será algo que me debruçarei a partir de então. 

Enfim, esse post está aberto para vocês falarem o que quiserem, principalmente quem se lembrar de histórias, curiosidades ou dicas que já foram ditas aqui no reduto, mas que podem ser muito importantes para todos. Comemorando, eu estou agora tomando o meu sexto como de elixir dos deuses (cerveja artesanal), na forma de uma deliciosa IPA. Comprei um cigarro eletrônico e estou usando ele agora com uma doce essência de cereja. Não vejo a hora de fumar ele no barzinho de alto nível que eu costumo ir, o que trará uma boa imagem de sofisticação, ainda mais eu estando com a minha boina italiana, um cachecol e meu lindo e poderoso Tag no pulso. 

"Oi gente, vocês viram o Pobre-diabo? Ficamos sabendo que o salário dele já caiu na conta..." 

Por fim, para que nunca se esqueçam, faço questão de repitir: só a Filosofia Diabística e o dinheiro podem salvar o beta! Junte-se comigo e vamos brindar à todos nós betas diabísticos que fazemos desse reduto um sucesso estrondoso em todo o Brasil! 


Um abraço do Pobre-diabo! 

domingo, 28 de outubro de 2018

Domingo de eleições de um pobre-diabo!


Um ótimo dia, betas desse Brasil. Não postei ontem porque estive ocupado. Teve confraternização do trabalho e depois um churrasco com amigos. Bebi e fumei muito e quando vi já era meia noite e não pude postar o post que já estava pronto sobre política. Para fechar com chave de ouro só precisava ter degustado duas "damlux" (damas da luxúria), mas mesmo assim foi ótimo o meu sábado, visto que passei ele inteiro sob os efeitos transcendentais desse líquido maravilhoso, nos presenteado pelas divindades do universo, que nos acalma e refrigera a nossa alma. 

Hoje como é dia de eleições não posso dar meu posicionamento político por causa da lei eleitoral, visto que esse reduto é acessado por milhares de betas do Brasil e do mundo. Então, a mensagem que deixo para os senhores é que votem com consciência, com o intuito de tentar mudar nosso país. Não sou nenhum inocente para achar que vai mudar totalmente, pois muitas coisas independem apenas do ramo político, até porque temos uma economia porca, desorganizada, quase na totalidade baseada em produtos primários e refém de bancos. Porém, pelo menos a nossa parte podemos fazer!


No mais, já votei e estou em casa tomando elixir dos deuses, essa iguaria sem igual! Por enquanto, para acompanhar, estou assando uma peça de picanha e estou fumando meus cigarros de cereja. Já deixei um charuto Cohiba aguardando para depois das 19h quando selarmos a nossa vitória. Daqui a pouco chegam 3 amigos betas B e C, tão escrotos e feios como eu, para nosso churrasco de comemoração e já vão trazer mais cervejas ainda. Hoje será uma festa de arromba, quem sabe até trazemos alguns brotos para azararmos aqui! 

Enfim, estou com a minha camiseta do Brasil, já comprei várias bombinhas, rojões, traques e estalos para quando sair os resultados comemorarmos a nossa vitória!  Quero deixar consignado aqui que se vencermos, irei degustar 3 damas da luxúria gostosas juntas amanhã! E vocês, betas, como irão comemorar?


Um abraço do Pobre-diabo! 

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

1ª ASSEMBLEIA GERAL DIABÍSTICA


Saudações diabísticas, senhores betas! Eu, Pobre-diabo, tomei a liberdade de convocar a todos betas do Brasil para esta assembleia  nacional para definirmos os rumos do reduto diabístico e da famosa Filosofia diabística, que para muitos betas já se tornou um guia para a vida, praticamente uma religião! O motivo disso é porque o reduto se aproxima de seu segundo aniversário de existência e muitas coisas aprendemos nesse tempo, assim há a necessidade de lapidarmos nossos conhecimentos e organizarmos ainda mais nossa fraternidade diabística. Para tanto, conto com a colaboração de todos para discutirmos os pontos fundamentais elencados por mim e analisados através de sugestões de centenas de betas aqui no reduto e através do e-mail diabístico.

Pois bem, tendo em vista o grande crescimento de nossa fraternidade diabística e do grande apreço que todos têm pela Filosofia Diabística, que veio para ficar e transformar a vida de muita gente, sendo praticamente uma revolução do pensamento realista que existia até então, é necessário que sejam definidos vários pontos importantes, principalmente as premissas, princípios e objetivos gerais. Quero deixar claro aqui que nossa reunião é democrática e todos tem voz aqui, no entanto, é necessária parcimônia nas sugestões e conclusões, além de objetividade, lógica, coerência e inteligência, que são os nossos pilares, juntamente com o abandono das ilusões e extremismos. Por fim, elaboraremos a ata desta reunião que será publicada oportunamente.

Superada esta primeira fase, vamos definir a nossa pauta sobre os seguintes temas, que servirão de regra no reduto diabístico:

- Glossário diabístico (definição dos termos próprios usados no reduto, além de gírias e expressões diabísticas);
- Manuais de ação diabística (manuais de como agir em determinadas situações sendo um beta);
- Cultura diabística (assuntos gerais relacionados à cultura dos betas diabísticos e que agreguem para a nossa vida);
- Classificações betísticas diabísticas (avaliar as classificações Alfa-betísticas já estabelecida de e discutir se necessitam de ajustes);
- Criação da Psicologia diabística (estudar a necessidade em se criar a Psicologia diabística, ramo da Psicologia que estuda a mente betística sob o enfoque do Diabismo);
- Temas gerais diabísticos (dieta diabística, exercícios diabísticos, culinária diabística, estilo de vida diabístico - diabístico's Lifestyle - esportes diabísticos, moda diabística, artes marciais diabísticas etc) 
- Assessoria de marketing diabístico (equipe para cuidar da imagem do reduto e da FD);
- Coaching diabístico (treinamentos com o fim de ajudar os betas em determinadas situações);
- Assessores gerais diabísticos (para cuidarem da manutenção do espaço aqui no reduto e seu bom andamento);
- Definir os princípios, premissas e mandamentos da Filosofia Diabística;
- Definição de líderes regionais da Filosofia Diabística;
- Treinamentos de conselheiros diabísticos para aconselhar sobre relacionamentos, mercado de trabalho, socialização etc;
- Treinamento de filósofos diabísticos para fortalecer a FD;
- Criação da Fraternidade diabística (espécie de maçonaria);
- Criações de novas teorias diabísticas (como a TED);
- Criação de cursos diabísticos para auxiliar os betas nas mais diversas áreas da vida. 


Considerações Finais

Cabe esclarecer que a nossa fraternidade diabística não tem fins lucrativos. Nosso único objetivo é nos unirmos e salvarmos a vida de milhões e milhões de betas que têm sofrido as piores agruras do mundo por terem nascidos betas, verdadeiros excrementos da natureza. 

Peço que os betas se manifestem sobre os temas, seja aqui ou pelo e-mail. Sua participação é fundamental! Lembrem sempre que a união faz a força e que só a Filosofia Diabística pode salvar o beta! 


Brasil, 25 de outubro de 2018,



Pobre-diabo

sábado, 20 de outubro de 2018

Como (não) ter um encontro via apps de paquera


Eu vos saúdo com a paz da filosofia diabística, amém, betas? Tenho percebido ultimamente que muitos betas deste reduto têm demonstrado uma certa carência invadindo seus corações iludidos, o que de certa forma me enche de uma raiva terrivelmente diabística a ponto de ter vontade de arrancar suas cabeças deformadas e fazer embaixadinhas com elas e depois as chutar até suas caras ficarem destruídas para que seu velório seja com caixão fechado. A dádiva de ter prazer da solidão não é um dom que é digno de todos, pois muitos betas buscam preencher suas carências afetivas com aporrinhações infernais e exigências infindáveis decorrentes de suas péssimas escolhas para os seres humanos femininos. E depois ainda eles vêm aqui declarar suas angústias como se isso já não fosse previsível. Sério mesmo? Um sonoro "vai tomar no olho do seu cu" caso a carapuça te sirva.

Cansado e em casa sem nada para fazer, resolvi utilizar um app de paquera para passar meu tempo e de repente tchum! Uma mulher com seus 22 anos, aparentemente nota 6, deu match comigo! Eu nunca curtiria uma foto minha se estivesse olhando no celular a minha cara mais feia que cu cagando e meu jeito mais ridículo que o do Batoré misturado com o Raul Gil. Provavelmente ela deve ter gostado da minha descrição, pois eu disse ser totalmente extrovertido, estiloso e de bom gosto para os deliciosos néctares das divindades, elixires dos deuses, sucos que alegram a alma, ou simplesmente as cervejas artesanais. Papo vai, papo vem, não precisei fazer muito esforço e marcamos um horário. Comecei a me arrumar para ir encontrar a referida manceba. Fui ao banheiro, removi minha roupa e me olhei no espelho enquanto fazia a dança da tromba giratória do elefante. Sério, às vezes fico impressionado quando olho meu enorme e poupudo membro diabístico, essa anomalia peniana que causa furor e pânico nas damas da luxúria da casa de fornicação que geralmente frequento. A fama deste brinquedo da diversão feminina é tanto que lá várias me intimaram só para conhecer a fama de tripé que possuo. 


Com banho tomado, então era hora de preparar a vestimentária diabística para convencer aquele broto para o acasalamento. Olhei meu guarda roupa e selecionei um perfil matador: uma calça jogger vermelha com uma camiseta florida laranja, um coturno urbano, um sobretudo de couro e minha tradicional boina italiana.  Como acessórios, uma corrente de ouro e meu Tag Heuer, a fim de selar a vitória. Combinamos de nos encontrar já num templo cervejístico e para eu não perder tempo já me direcionei para lá a fim de degustar minhas deliciosas cervejas artesanais. Passados 30 minutos do horário combinado e nada. Passaram-se mais 15 minutos e nada. Completou-se 1 hora nada. Eu já tinha perdido minhas esperanças quando de repente vi uma monstruosidade adentrar aquele lugar sagrado. Eu já estava há uma hora bebendo e nem assim o álcool conseguiu me fazer não reparar aquela feiura. Notei que era quem tinha combinado comigo, pois ela não parava de procurar alguém no ambiente. A maldita tinha usado uma foto de quando possuía 20 kg a menos para enganar quem estivesse disposto a ser amaldiçoado pelo seu carma de pouca beleza. 

Tentando fugir da desgraça vindoura, fui ao banheiro o mais rápido possível. Fiquei lá um tempo, mas ao sair não me atentei ao detalhe que eu tinha passado a ela meu número de telefone, o qual tocou bem no momento que eu estava indo pagar minha conta. A monstra olhou para mim e sorriu com seus dentes tortos e amarelados, sua cara redonda com bochechas proeminentes, o que me causou um ataque de pânico, pois como estou acostumado a degustar deliciosas e perfeitas damas da luxúria, encostar naquele conjunto desgraçado de feiura e gordura seria totalmente desrespeitoso com meu mal acostumado membro diabístico. Fiz que estava passando mal e que não poderia ficar. Ela me olhou feio (porque sua cara era muito feia) e disse que tinha gastado um valor legal com Uber e pediu pelo menos uma carona, mas lhe respondi que também tinha usado esse serviço. Tive que pegar um taxi para poder me safar dessa enrascada, o que me deixou  irritadíssimo, pois além de perder tempo e dinheiro, não transaria essa noite. Porque diabos eu tenho que só me foder nesse mundo vil? Por que apenas posso degustar das delícias desse mundo quando estou em um templo da fornicação e gasto todo meu dinheiro? 

Essa é a gata que vai dar match com você nos aplicativos de paquera, beta. Esqueça as loiras gostosas se você não tem barganha para isso! 

Morrendo de vergonha de alguém me ver com aquela desgraça, imediatamente me retirei de lá. Depois de muita raiva, tempo perdido e decepção, cheguei em minha casa. Resolvi mandar mensagem para minha estagiária, a qual chamarei de Valentina (em homenagem a uma talentosa atriz).  - É aí, Val, vamos barbarizar essa noite? Quis falar uma frase de impacto, mas acho que soou meio brega isso, tanto que ela visualizou e nem respondeu. Tentei ser mais descolado e insisti: - Responde aí, gata, hoje é tudo nosso, será da hora! Novamente ela visualizou e não respondeu. Ela que vá a merda, pensei eu, e comecei a mandar mensagens para alguns contatinhos antigos e nenhuma respondeu e o porquê disso é obvio: quando a mulher vê que não vai conseguir nada de você ela automaticamente te descarta, como é o meu caso, que não fico paparicando e deixo bem claro que não quero relacionamentos. Talvez se eu fosse mais cafajeste e fizesse promessas vis seria diferente, mas eu não sou desses. Como última opção, decidi ir ao templo da luxúria.

Chegando lá, escolhi uma mesa estratégica bem localizada no lado de fora ao ar livre e já comprei um frisante, estabelecendo ali o meu território. Certo que tudo estava sob o meu domínio e diferente não podia ser, visto que a combinação da minha vestimenta diabística, associada com minha corrente de ouro e meu Tag me conferiam poder e minha boina italiana e a garrafa de frisante conferiam a sofisticação de um exímio bon vivant, selei minha vitória acendendo um delicioso charuto Cohiba. Agora era só esperar as donzelas chegar e estabelecer aquele gostoso clima de azaração. Comecei a receber olhares de desejo por parte das gatinhas e olhar de respeito por parte dos caras, pois todos reconheciam o meu poder ali e sabiam que quem mandava naquela porra toda era eu.

É assim que eu estava me sentindo naquele momento. Só o dinheiro e o poder podem salvar o beta! 

Então, duas mulheres deliciosas desfilaram em minha direção e sentaram comigo. Eram simplesmente perfeitas, fazendo com que o coito com elas não fosse uma opção, mas sim uma obrigação, um dever divino! O membro diabístico se enrijeceu na mesma hora e até fiquei com medo de ele quebrar dentro da calça, visto que havia pouco espaço ali para algo tão imenso crescer ainda mais! Na hora lembrei da garota que encontrei tempo antes pelo app de paquera. Era covardia estabelecer comparação dela com aquelas deusas que estavam na minha frente, pois compará-la com elas seria a mesma coisa que comparar um Fiat Uno 99 com uma Lamborghini Gallardo, uma mortadela podre com um bife de Chorizo Angus ao ponto menos ou mesmo a magrela favelada de 35kg do Conservador com a gatíssima da Lana Rhoades. As doces garotas pediram uma dose e não pude negar, concedendo o desejo delas (cada dose era R$50,00), fazendo isso parte da estratégia que é demonstrar poder, inclusive isso faz com que o serviço das meninas seja ainda mais de qualidade.

As meninas não paravam de rir dos causos que eu contava e isso se dava por eu ter estabelecido um clima de poder, autoridade e respeito ali. Em determinado momento, ambas passaram as mãos em minhas coxas e convidaram-me para acasalar. Como sou macaco velho, perguntei se o serviço era completo e a resposta foi positiva. Nesse momento eu estava decidido a levá-las para o ninho do amor, quando olho o celular e vejo uma mensagem da Valentina: - Didi, estou num barzinho, quer vir aqui me ver? Que duvida cruel! No entanto, como sou um estrategista nato e prefiro o certo ao duvidoso, respondi que chegaria lá dentro de uma hora e meia, que seria o tempo de fazer amor com aquelas duas princesas, tomar um banho e para lá deslocar. Fomos para o quarto e ver aquelas mulheres peladas na minha frente fez eu amar ainda mais a Filosofia Diabística e a libertação que ela proporciona a nós pobres betas. Nessa uma hora conversamos, namoramos, transamos, brincamos e rimos muito. Ali eu era um sultão com suas lindas odaliscas obedientes, que faziam tudo para me agradar. O little devil foi o que mais se divertiu, brincou muito e adentrou a todos os orifícios que podia. Enfim, finalizamos o nosso relacionamento de amor e parti para a próxima.


Cheguei ao barzinho e desanimei, pois não era compatível com meu nível socioeconômico. Parecia o tipo de lugar que fracassados como o Conservador frequentava para comer batata frita, jogar sinuca e pegar faveladas ou o que o Chuppa Pau frequenta para levar a sua gordinha feia parar comer porção de coxinha de frango gordurosa e tomar cerveja vagabunda, típico lugar de coitados que ganham um pouco mais de um salário mínimo. Enfim, ao entrar lá logo de cara me senti totalmente desconfortável. Só tinham jovens de 18 a 20 anos, com estilos idiotas (até cara com regata tinha lá), dando gargalhadas sem compostura, vários semialfas cafinhas e o pior: nas mesas só tinham garrafas de litro de cervejas contaminadas por milho puro, praticamente só via Kaiser lá (até deu ânsia de vômito aqui), parecia boteco de pobre mesmo. Percebi vários olhares de riso ao me ver, pois meu estilo estava incompatível lá, muito sofisticado para aquele tipo de ambiente pobre financeiramente e culturalmente. Eis que olho para o lado e vejo uma cena que me deixou extremamente irritado: a estagiária estava sentada no colo de um moleque com cara de idiota. Ao me ver ela levantou correndo e veio em minha direção, me deu um abraço e falou: - Olha galera esse é o Di! Percebi que o pessoal ficou com um sorrisinho no rosto, então nem cumprimentei ninguém e fechei a cara.

Ela falou para eu sentar com eles e eu já falei logo de cara que não podia e tinha que ir embora. Ela insistiu e disse que daí nós poderíamos ir embora juntos. Será que ela achou que eu era um taxista? Ela estava bêbada e há poucos minutos no colo de outro cara meio maloqueiro e ainda achou que eu ficaria naquele tipo de lugar para no final dar carona ainda? Aqui não, mocinha, sai do meu pé, chulé! Fui embora e na saída comecei a ouvir umas gargalhadas muito altas, que talvez poderiam ser de mim, mas não estava nem aí, não iria me rebaixar ao nível daquelas pessoas sem futuro e frequentar aquela espelunca. Enfim, ainda bem que me deliciei com as minhas lindas damas da luxúria, só aí já ganhei a noite. A lição que fica é que não existem contos de fadas, não existe coisas fáceis! A menina do app estava muito fácil e eu não me atendei a isso. O que salvou minha noite? Sim, foi o dinheiro e o poder, os únicos que podem salvar os betas. Por fim deixo esse sábio versículo para vocês:


Portanto, amigos, em verdade em verdade vocês digo: abandonai as ilusões e extremismos e sigam a Filosofia Diabística se quiserem vencer.


Provérbios de Pobre-diabo 17:17


Um abraço do Pobre-diabo!



Obs:
Quero deixar aqui minha nota de repúdio contra a Folha de São Paulo e sua reportagem sem vergonha, vagabunda e de mal caráter, acusando nosso futuro presidente de caixa 2 na campanha, em que empresários estariam pagando empresas para mandar mensagens no WhatsApp contra o PT, disseminando fake news. Cadê as provas Folha de São Paulo? Cadê as provas contra o dono da Havan? Que denúncia mais leviana e tosca! Estão com invejinha porque as redes sociais destruíram esse seu jornaleco vagabundo e sem conteúdo ou alguém pagou para vocês escreverem essa merda? E o que dizem de todas as mensagens fakes acusando falsamente Jair de ser misógino, racista, fascista, homofóbico, ditador e terrorista? 

Nosso presidente fez uma campanha sem recursos (apenas míseras doações por vaquinhas), pela internet e sem fundo partidário! Já o seu candidato vermelho teve mais de 20 milhões de fundo! Que justo isso, não???  Sem contar que a campanha do PT gastou mais de dez vezes o que gastou a campanha do PSL. E os gastos bilionários nas campanhas de Lula e Dilma? E toda a sujeira envolvendo grandes empresários e o rombo de bilhões de reais para se manter no poder? Isso vocês esquecem? Canalhas, é melhor Jair se acostumando, que a hora de vocês irá chegar!


quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Poder supera tudo!


Fala betas! Como todos puderam perceber, eu ando muito feliz ultimamente, com a autoestima nas alturas. O porquê disso está no fato de tudo estar dando certo ultimamente. Estou almejando até a uma promoção já e aumentar ainda mais o meu poderio diabístico. Recebi elogios na frente do pessoal e isso fez meu ego melhorar ainda mais. Para fechar com chave de ouro, estou recebendo ainda mais olhares de estagiárias sedentas por poder, que acham que se relacionar com um cara de destaque dará vantagens a elas. Eu adoro isso! Ainda, tiro uma lição disso tudo: cuidado com mulheres em ambiente de trabalho corporativo, em especial as carreiristas. 

Na segunda comecei a trocar mensagens com uma estagiária de 19 aninhos, a qual eu daria nota 7. Na terça mesmo transamos bem gostoso já na saída do trabalho.  A mocinha parecia uma bezerra de tanto que acariciou com a boca o little devil e uma verdadeira vaqueira de tanto que cavalgou, tudo isso para mostrar serviço e tentar me ganhar com sexo. Qualquer betinha já ficaria louco e já faria juras de amor a ela. Como sou um beta diabístico e sei dos interesses dela, irei a marmitar até onde der. Meu foco de vida agora é agregar cada vez mais poder e dinheiro. É nítido que ela só quer me usar como trampolim, mas e daí? Amor não existe mesmo, eu vou é aproveitar! 

Eu, parecendo um bode velho, mesmo tendo 30 anos, e a minha novinha 

Estou sentindo que o pessoal está me olhando com mais respeito tudo porque tive momentos de destaque. Poder é tudo, meus caros. Não perca tempo, dinheiro e saúde usando mijo de rato como aquele idiota do Conservador que nem o ensino médio tem ficava sugerindo. Não perca tempo com negócios furados como esse mesmo otario faz e aquele passarinho fracassado mentiroso. O tempo é precioso, então saiba o usar com qualidade! 

Aproveite o tempo para se desenvolver de forma diabística, melhorar seu currículo, ler, aumentar sua cultura, melhorar seu networking, estudar, se qualificar e melhorar seu social. Poder é tudo nessa vida e anda lado a lado com o dinheiro. Só assim para betas horrorosos como eu poderem ser notados e ser felizes e olha que estamos falando de uma aberração da natureza, um pobre-diabo tão feio quanto um filhote de urubu, uma mistura de Batoré, Cerveró e Raul Gil.

O único caminho para o beta é buscar o dinheiro e o poder e isso não é nada fácil. Um retardado de um blogueiro fedorento falou que tem que se buscar a fama e deu como exemplo Youtubers famosos. O problema disso é que esse retardado infantil não entende que hoje ser um Youtuber famoso está mais difícil que ser jogador de futebol e que apenas 0,00001 das pessoas conseguem ser minimamente notados. Outro blogueiro mentecapto falou que o empreendedorismo é a chave, mas abriu uma lanchonete lixenta com uma merreca que tinha no banco e na garagem da mamãe, já falando que dentro de 2 anos estaria com 10 franquias abertas e faturando 20k por mês. Tem como dar crédito para caras tão burros, iludidos e extremistas assim? 

Desenvolva-se de forma diabística ou terá que se sujeitar a isso, como o fracassado do Chuppa Pau e do Roliço que se acham empresários de sucesso, mesmo ganhando 1,5k por mês e explorando os pais.

Nao siga exemplos de fracassados, aliás, evite andar com eles também! Já se imaginou tendo que andar de moto velha, gastar tudo o que tem com bombas falsificadas e não ter grana para nem comprar uma coxinha, tudo isso só para se exibir para faveladas horríveis com seus braços de linguiça? Ou ainda ter que abrir uma lanchonete na garagem da mamãe, vendendo lanches vencidos e colocando os pais para trabalhar como escravos para não sair no prejuízo? Já se imaginou gravando vídeos idiotas que só causam vergonha alheia nos outros, achando que será um Rezende Evil, ou abrindo negócio falidos com mais 5 sócios? Já se imaginou sendo um mentiroso esquizofrênico que abre blogs só para ter atenção de alguém e ganhar centavos de Adsense como aquele fracassado desonesto que fechou o blog recentemente?

Pois bem, não siga esses exemplos negativos, procure se aprofundar cada vez mais na Filosofia Diabística, abandonando sempre todas as ilusões e extremismos. Nunca se esqueca: só o poder, o dinheiro e a Filosofia Diabística podem salvar o beta!


Um abraço do Pobre-diabo! 

domingo, 14 de outubro de 2018

Namorar mãe solteira?


Saudações diabísticas, nobres betas! Eu estive muito pensativo esse fim de semana. Fui à um churrasco com vários amigos, somente eu sozinho, um era casado e três estavam com suas namoradas. Dois desses, estavam namorando há pouco tempo e sempre foram dois betas B, muito zoados, daqueles que já sofreram muitos bullyings na vida. Como eu sabia que ia estar sozinho, quis colocar um estilo em mim, para não parecer um bobão perto deles. Vesti uma camisa branca e fechei todos os botões, até o da gola, calça jeans bem justa e deixei ela dobrada até ficar meia canela, sapato mocassim sem meias, paletó bege e uma boina italiana. Como acessórios, coloquei meu relógio quadrado da Teg Heuer e uma correntinha de ouro. 

O rosto dos betas não era mais aquele rosto amargurado de beta fracassado, era um rosto feliz (a maioria dos betinhas é carente e precisa ter namoradinha para se sentir amado). O motivo era simples, eles estavam namorando. Então, me apresentaram suas namoradas: uma era uma loira, muito bonita e siliconada; a outra uma morena magra, mas com corpo fitness e um bumbum bem apetitoso. Ambas tinham 30 anos e eram muito elegantes. Estranhei muito isso, pois os caras não têm barganha para mulheres bonitas assim, são betas B como eu, só que talvez não tão feios tipo eu que pareço um filhote de urubu. 

Comecei a conversar com as duas garotas e elas me falaram que tinham filhos, o que me fez entender o motivo de elas aceitarem aqueles dois exemplares de monstruosidade como namorados. Em determinado momento percebi o olhar de ciúme dos betinhas por eu estar conversando com suas namoradas e elas estarem bem a vontade comigo, e eu, de certa forma, era o mais descolado ali, acredito que como eu estava muito estiloso isso deve ter chamado a atenção das garotas e deixado os caras se sentindo inferiores a mim. Obviamente que o relógio, a corrente de ouro e o meu carro tiveram grande importância nisso, imprimindo uma imagem de poder a mim. 

A loira se parecia com essa milf. Os betas devem ter ficado radiantes com as namoradas, pois nunca namoraram notas maiores que 5. Isso é um perigo, pois o beta não mede esforços para agradar a namoradinha com puro medo de "perdê-la"

Não demorou muito para os betinhas virem correndo já abraçar suas namoradinhas como forma de não dar brecha para perdê-las para um macho superior. Continuamos conversando ainda assim, porém, eu comecei a perguntar sobre os filhos delas (um tinha 5 e o outro 3 anos) para dar umas cutucadas nos betinhas. Depois eu perguntei se as crianças estavam se dando bem com os betas e que isso seria muito importante (sendo cínico). PASMEM: elas falaram que as crianças amavam os betinhas e que já estavam os chamando de "pai". Nesse momento eu quase comecei a rir, mas me segurei.

Depois de um tempo comecei a conversar só com os betas. Eles começaram a elogiar suas namoradas, dizendo como elas eram maduras, como eram mulheres decentes, como valia à pena levar a sério o relacionamento e etc etc etc. Já começaram até a falar os planos de casamento. Eu, como sou um cara educado e não queria destruir o conto de fadas deles, não os critiquei e até disse que isso era legal. Uma pena muito grande começou a dar dos caras, como que podem ser tão idiotas? Não percebem que as mulheres só estão com eles porque eles tem boas condições para cuidar delas e de suas crias?

A ilusão e extremismo é uma doença séria e que afeta todos os betas. O pior é que cega os coitados de uma forma impressionante. Por que quando elas eram jovens e sem filhos não olhavam para os betas e só queriam os alfinhas? Por que agora que já passaram dos 30 e têm filhos querem um betinha bem submisso e com boa condição para se relacionar? Alguém tem dúvidas que eles serão escravizados e virarão cachorros dominados e domados? O pior é ouvir dos excrementos que já querem casar. É tão difícil curtir a vida? É óbvio que elas irão se transformar depois, que só são boazinhas para os conquistar. Depois olharão para os betinhas como cartões de crédito ambulantes e escravos assexuados. 

Acha mesmo que você vai casar com uma loira linda, gostosa, inteligente, ninfeta e virgem, betinha? O máximo que você vai conseguir é ser como o cara aí da foto, isso que a gordinha feia ainda irá te encher o saco e limpar a tua carteira. Contos de fadas não existem, ainda mais se você for um beta! 

Isso que aconteceu só fez eu agradecer ainda mais a dádiva divina que me foi revelada: a famosa Filosofia Diabística e como ela é capaz de abrir nossos olhos! Somando a isso, o acontecimento dessa semana que contei no post passado em que me senti um verdadeiro executivo só aumentou ainda mais a minha autoestima. Isso fez com que eu tomasse uma decisão definitiva na minha vida: vou cuidar mais de mim, da minha aparência e aproveitar ainda mais a vida, não deixando de poupar e investir, obviamente, pois o plano principal da minha vida é atingir a IF e ter a tão sonhada vida idílica.

Minha autoestima está tão elevada que até pensei em comprar um Porsche Cayenne ano 2009, que está na faixa dos 90k, pois eu vi o poder que ele dá. Só de andar na cidade com o pessoal do trabalho eu vi como todo mundo olha para esse carro com olhar de respeito e como a mulherada ama essa máquina. Enfim, o importante é ser feliz, portanto aproveite esse momento para festejar a vida comigo, abra a sua garrafa de cerveja e vamos brindar! Já estou bebendo meu terceiro copo de IPA (elixir dos deuses) e harmonizando com um delicioso charuto cubano. À noite eu estou marcando de sair com um broto, uma verdadeira gatinha que conheci nas redes sociais. No mais, desejo tudo de bom para vocês, amigos, que a vida betística de vocês esteja sendo tão boa quanto a minha! 



Um abraço do Pobre-diabo! 

sexta-feira, 12 de outubro de 2018

Um pobre-diabo executivo


Saudações diabísticas, nobres betas. Sei que posso parecer inconstante, mas hoje estou muito feliz! No último post eu disse que estava depressivo, porém tudo pode mudar de uma hora para outra e foi isso que aconteceu nessa semana. É muito difícil ter uma vida totalmente feliz quando se é um beta B mais feio que cu cagando, covarde, autista e tão odiado pelo mundo que até Satanás teria pena de mim. Mas diferente disso, estou vivendo momentos mágicos e espero que eles não passem tão rápido. 

Tenho estado muito estressado ultimamente pela carga excessiva de trabalho. Inclusive no domingo recebi mensagem do meu chefe pedindo para eu organizar algumas planilhas e resultados. No início eu fiquei com muita raiva, pois domingo é dia de folga, mas é claro que eu não reclamei e fiz o que tinha que fazer, afinal, o topo não é para qualquer Zé ruela preguiçoso e burro, para esses só resta abrir uma lanchonete na garagem da mamãe, abrir um dogão com 5 sócios ou brincar de ser Youtuber retardado, pelo menos não morrem de fome e podem sobreviver comendo arroz, feijão e ovo e andando com uma moto velha ou um Celta ano 2001.

Pois bem, passei empenhado nisso até terça de madrugada. Na quarta de manhã depois que apresentei os resultados meu chefe já chegou perguntando se podia contar comigo e se eu podia viajar junto com o diretor para o auxiliar. Nessa hora meus olhos brilharam, me arrepiei todo e congelei por alguns segundos, pois não estava acreditando. Na sequência, respondi com vigor que sim! Essa é uma excelente oportunidade de crescer ainda mais se o diretor, esse cara que é quase um  ser intocável, lembra de você, ou seja, coisas boas estão por vir em sua carreira, aleluia! Eu estava radiante, saltitante, comecei até a tremer. 

Essa foi a cara que eu fiz quando recebi o convite... 

Ele só mandou eu ir com o terno do corpo, pegar o necessário e voltar correndo, que viajaríamos dentro de uma hora. E foi o que fiz, como um piloto de fórmula 1, fui correndo para casa e lá só peguei 2 cuecas diabísticas, uma sunga (porque lá tem praia), desodorante, escova, pasta de dente, pomada para cabelo, barbeador elétrico e, é claro, dois maços de cigarro de cereja e uma garrafa de whisky. Cheguei no trabalho e já estava o diretor, um supervisor e uma secretaria gostosa no saguão me esperando. O diretor olhou para mim e disse: - Você dirige Diabão? E já jogou as chaves para eu pegar, como se a gente já fosse brother. Eu tentei ser malandro e fiz um sotaque tipo de carioca: - É claro, chefia, xá comigo! Depois fiquei com vergonha de ter parecido um idiota mongoloide, mas acredito que não fui.

Quando olho as chaves, um arrepio toma conta da minha carcaça horrorosa diabística. Alguém aqui já dirigiu um Porsche Cayenne? Pois é, eu iria ter essa honra, acredito que isso foi até uma preparação que os deuses estão fazendo comigo, pois um dia eu terei um, no dia da glória diabística em que finalmente terei a minha tão sonhada vida idílica. Prestativo, já coloquei as malas de todo mundo no porta malas e partimos. Alguns otarios podem achar que estavam me usando para ser shofer deles e secretário, mas isso não é verdade. A coisa mais importante no meio executivo é a pró-atividade, conhecimento, liderança, resolução de problemas e networking. Então primeiro aprenda isso para depois criticar, seu adolescente punheteiro!

O chefe ainda veio dizer que esse é o carro da esposa dele, pois o dele não é tão confortável para viajar. É um outro Porsche, só que esportivo, acredito que seja o Panamera. Enfim, chegamos ao meio dia e já fomos direto almoçar. - Vamos comer algo mais leve, pessoal? Perguntou o Poderoso Chefão. Então mandou que eu fosse em um determinado restaurante, que era só para comer "algo leve". Entramos em um restaurante finíssimo, que eu até me senti um mendigo ali dentro. - Vocês comem lagosta? Perguntou ele. Respondemos que sim, então ele mesmo já fez o pedido de quatro pratos.

Qual você prefere? A decisão de vencer na vida só depende de você, beta. Batalhe muito, abandone as ilusões e extremismos e se desenvolva de forma diabística!

Aquilo mais parecia uma obra de arte, o prato contendo uma bela de uma lagosta com camarões, especiarias e um molho requintado estava simplesmente delicioso! Para acompanhar um bom vinho, que eu nunca havia ouvido falar, mas o chefe falou o seu nome de cabeça. Quando a conta chegou eu dei uma olhadinha disfarçada e quase tive um infarto. Foram mais de 1,6k apenas em um almoço e ele pagou aquilo como se tivesse pagando um x-salada vagabundo, como fazem os peões que frequentam a espelunca do Conservador. Em um único almoço ele pagou mais do que o Chuppa Pau ganha o mês inteiro!

E não parou por aí, às 15h tivemos uma reunião em um hotel que parecia mais um palácio, seguido de um belo de um café colonial. À noite fomos eu um restaurante ainda mais requintado para um jantar de negócios, com pratos sofisticados e vinhos com rótulos nobríssimos, lugar que eu nunca imaginei frequentar um dia. Os executivos ali deviam ganhar mais de 60k, por mês, pois às chaves de seus carros, seus relógios poderosos (Patek Philippe e Rolex eram comuns) e os vinhos que tomavam denunciavam isso. Algumas gostosas estavam na mesa, muito gostosas mesmo, até desconfiei que fossem acompanhantes, pois recebi alguns olhares, que não aconteceriam normalmente, visto que eu sou muito feio, a não ser que elas achassem que eu era um executivo como eles também. O hotel que repousamos era simplesmente um luxo, 5 estrelas e até hidromassagem tinha. Hoje de manhã encontramos mais dois executivos para um papo informal e mais uma vez comemos em um delicioso café colonial. 

Um delicioso exemplar de um prato gourmet servido pelo Conservador roliço. Esse é o prato carro chefe da casa e custa a bagatela de 2 "real". Estão servidos? 

Eu estava me sentindo um verdadeiro executivo e o diretor sempre simpático, demonstrava muita simplicidade, como se aquilo fosse normal. Não sei se fazia isso para se mostrar para nós ou porque tinha pena, por saber que não estamos em seu nível, pois deve ter gastado brincando mais de 10k em um dia com a gente, mas que se dane, eu estava adorando tudo aquilo! Podem me criticar, mas quando você vive no meio da alta sociedade você muda totalmente seus conceitos. Coloque na sua cabeça, betinha: não existe dinheiro fácil se você é um beta pobre! Do contrário, a maioria dos símios que investiram em criptomoedas estariam bilionários. E o que aconteceu? 99% perdeu mais do que investiu (cadê o otário do Cryptoanon?). E os animais que se acham os gurus das finanças? Ou ainda, quem abre negócios falidos sem ter dinheiro? Se fosse fácil, qualquer idiota que abre uma espelunca sem alvará como o Roliço e o Passarinho arrombados estariam ricos e não trabalhando como condenados para tirar 1,5k por mês (que empresários fodas, não?).

Nunca se esqueça só a Filosofia Diabística e o dinheiro podem salvar o beta, então viva com racionalidade e lógica, abandonando todas as ilusões e extremismos. Agora se me dão licença, vou curtir a praia aqui mais um pouco, pois daqui a pouco vou almoçar em outro restaurante finíssimo de altíssimo nível e às 15h pegamos estrada para voltar para casa. Melhor seria se eu estivesse com o Porsche Cayenne só para mim curtindo essa cidade o fim de semana todo. Enfim, hoje de noite, para fechar com chave de ouro, quero degustar uma bela de uma dama da luxúria e não vou economizar, quero pegar uma panicat de verdade. Eu simplesmente amo essa vida de poder e dinheiro, amo o conforto e o luxo! Como está aí a sua vidinha cuidando dos filhotes feiosos, levando bronca da esposinha gorda feia, morando no ap de 42m² no subúrbio e andando de Golzinho 99, betinha casadinho? Só sei que a minha vida vai bem, E MUITO BEM! 



Um abraço do Pobre-diabo! 

sábado, 6 de outubro de 2018

Um pobre-diabo depressivo


Salve, salve, betas diabísticos! Para início de conversa, não estou bem e se qualquer um de vocês me irritar, juro que encherei suas caras feias e gordas de porrada e cuspes. Estou sem paciência pois as coisas realmente não têm ido bem comigo. Não bastasse o estresse do trabalho e as constantes humilhações por ser um beta B mais feio que cu cagando, mais covarde que uma cadela e mais ridículo que uma mistura de Batoré com Tiririca e Raul Gil, voltei a ingerir doses cavalares dos insumos diabísticos da alegria, que são minhas deliciosas cervejas artesanais e meus cigarros mentolados de cereja. É impressionante que quando estou sob efeito deles eu sou uma pessoa mais feliz e animada, as coisas passam a fazer sentido e o mundo fica divertido. Mas basta eu por minha cabeça no travesseiro e adormecer que as coisas voltam a se tornar sem graça do jeito que elas são.

Já estou de saco cheio de como as coisas tem se desenrolado em diversas áreas da minha vida. Tento encontrar uma razão para continuar brigando para viver, mas tenho notado que isso é uma batalha em vão. Qual o sentido de viver? Essa rotina interminável se resume em trabalhar quase toda a semana, folgar final de semana, almoçar, jantar, fazer academia, conversar, às vezes transar e dormir. Por mais divertido que seja gastar meu tempo e dinheiro com as damas da luxúria, isso só ocorre porque meu cérebro diabístico foi irrigado com doses exageradas de testosterona quando fui concebido, o que faz com que minha libido em penetrar orifícios femininos rosados seja quase uma doença. Porém quando eu termino o ato de acasalamento, um arrependimento surge em ter desperdiçado dinheiro e tempo, fazendo com que uma tristeza invada meu já calejado ser. Nem venha me falar que uma namorada seria melhor que as damas da luxúria, pois a diferença entre essas e aquela é que as cortesãs do prazer são mais sinceras e diretas e não tornam sua vida um inferno astral. Basta ver como o passarinho com sua gorda dos sonhos e o gorduroso com sua magrela de 35kg são dominados, torram dinheiro e sequer transam.


Depois disso, vem a encheção de saco de minha família e amigos para que eu "assuma a maturidade" e me case. Sinceramente, ser "maduro" é casar com uma fracassada rodada que tem como meta de vida se reproduzir? Tenho alguns amigos que estavam comentando que após terem ganhado seus filhos, eles perderam totalmente a vontade de transar com suas esposas. Um deles estava comentando que sua mulher engordou tanto na gravidez que ela parece mais uma versão do Jabba the Hutt que aquela delicinha quando começaram a namorar. E pior que isso, os custos para manter a casa (pois sua esposa não trabalha e não aceita que o padrão diminua) são altíssimos, de forma que a ele resta apenas trabalhar e trabalhar. E a diversão desse beta? Seria assistir Faustão aos finais de semana e tomar cerveja de milho barata já que não lhe sobra dinheiro para nada. Daí eu pergunto: isso é ser maduro? Então o fato de eu já ter imóvel quitado, carro pago, dinheiro investido e não possuir dívidas, mas não ser casado quer dizer que sou infantil? Chega a ser cômico como a Matrix domina a mente da geral.

Não estou muito afim de conversa hoje. Então só vou deixar o aviso de que não estou com paciência para aguentar a derrota de betas iludidos e extremistas. Se quiserem apanhar, basta mandar seu contato no email diabístico (pobrediabo@protonmail.com) que eu marco de ir surrar você? Entendido? Então é melhor você JAIR se acostumando, ok?


E não se esqueçam: amanhã é 17 nas urnas. Entendido?


Um abraço do Pobre-diabo.

quarta-feira, 3 de outubro de 2018

ELEIÇÕES 2018: candidatos à presidência e o voto do Pobre-diabo

 

Saudações diabísticas, caríssimos discípulos de nossa amada Filosofia Diabística! Como havia falado para os senhores, vamos conversar um pouco de política, tendo em vista que se aproximam as eleições. Como já perceberam eu não tenho falado sobre isso e nem tenho participado muito aqui no reduto, por falta de tempo mesmo. Tenho trabalhado exaustivamente e isso tem tirado toda a minha energia e me deixado muito estressado, inclusive voltei a fumar e beber muito, praticamente todo dia. Ontem mesmo dormi debruçado na mesa escrevendo esse post, acompanhado do meu grande amigo Jack Daniels.

Enfim, todos já perceberam que eu odeio iludidos e extremistas e ainda mais ignorantes. Quando se refere à política, tudo se agrava, pois a maioria não sabe porcaria nenhuma do que fala, vota tomando como base informações ridículas, não sabe nada sobre propostas de governo, sobre partidos políticos, coligações e nem nada. Eu, além de considerar esses itens, voto conforme as diretrizes da Filosofia Diabística, com um olhar totalmente pragmático da realidade, sendo assim, por mais que eu tenha um ideal, coloco em primeiro lugar a questão lógica, racional, e estratégica. Vocês irão entender logo em seguida depois que eu fazer uma explanação sobre os principais candidatos e a visão diabística sobre eles e seus partidos.


OS CANDIDATOS À PRESIDENTE DO BRASIL


Jair Bolsonaro (PSL) 


Candidato pelo PSL, foi deputado por 7 mandatos e está há quase 30 anos na política. Apareceu nos últimos anos como um salvador da pátria, com seu discurso forte contra a corrupção, contra a criminalidade/violência e à favor dos costumes da família tradicional. Promete mudanças com relação aos direitos humanos, o porte de arma para o cidadão de bem, melhoria das polícias e mais rigor para criminosos. Na economia, de forma bastante simplória cita a meta fiscal e simplificação dos tributos. Teve uma merreca de projetos aprovados em 30 anos, usa um discurso populista e suas votações sempre foram na mesma linha petista. Não é estranho? Porém, é ficha limpa, contra a corrupção e promete acabar com a promiscuidade dos cargos por indicação. Seu único problema é a falta de capilaridade no Congresso e possíveis problemas de governabilidade. Seu partido, por outro lado, embora seja pequeno tem uma visão que me agrada: é liberal, defende a não intromissão do estado na Economia, mais autonomia para o setor privado, descentralização do poder do governo federal e conservador nos costumes da família e religião. É o único com chances de vencer o PT, de acabar com a zona dos cargos por indicação e amizade, e reduzir a corrupção (acabar é impossível, não sejamos iludidos, por favor).

Fernando Haddad (PT) 


O Petista Haddad já foi Ministro e prefeito de São Paulo, tendo pouquíssima aceitação popular e não conseguindo nem se reeleger (tem que ser muito fraco para isso não acontecer). É marionete do Lula, com uma campanha safada de: "Lula é Haddad e Haddad é Lula", só tendo votos por causa disso e da alta porcentagem de pessoas pobres e ignorantes que acham que os benefícios sociais são exclusividade do PT, não se atentando que o Bolsa Família só foi a aglomeração de outros benefícios que já existiam na época de FHC e só foi aumentado o número de beneficiados (bem como a roubalheira), sem contar que Lula pegou uma época de grande prosperidade, boom das commodities e economia favorável para reduzir juros e aumentar o individamento interno. Promete governar para os mais pobres, investir no pré-sal e rever a reforma trabalhista e da previdência. Eu jamais votaria nesse indivíduo, pois detesto o PT, partido com o maior número de corruptos, tendo trazido desastre econômico com Dilma Rousseff, um histórico de namoro com países socialistas fracassados (Cuba, Venezuela etc), bem como CUT e MST, além de não favorecer em nada a classe média, os empresários e a população como um todo, que ganharia com o crescimento econômico, mas prefere medidas paliativas de ganhos miseráveis de esmolas em troca do seu voto.

Ciro Gomes (PDT) 


Candidato do PDT, Ciro Gomes é outro museu na política. É contra a reforma trabalhista e propõe rever a reforma da previdência, além de defender tributação para classe mais altas e redução para os mais pobres. Quer alavancar a economia com a criação de empregos e, diferente do que fez o PT, que deu incentivos ao consumidor, defende os incentivos aos empresários, que, por consequência, criariam mais empregos. Ainda, tentaria lutar contra os altos juros dos grandes bancos e promete limpar o nome sujo dos brasileiros. Só por essa última afirmação já vimos que além de iludido e extremista, ele é um grande mentiroso, querendo atrair votos dos coitados endividados que acreditam que os poderosos bancos vão perder para as pessoas (os bancos mandam, tem o poder. Dinheiro = poder, nunca esqueça disso). Seu partido é meio que indefinido, dizendo-se socialista no início, mas é mais um centrão mesmo, um pouco enamorado com socialismo no que se refere a bem estar social, defendendo a bandeira do trabalhismo. Acho o Ciro um cara muito inteligente, embora seja pavio curto e queime a cara, mas não votaria nele não, ainda mais por seu histórico de namorar a esquerda.

Geraldo Alckmin (PSDB)


O candidato pelo PSDB já é antigo na política, tendo sido várias vezes deputado, prefeitos e governador de São Paulo. Tem alta aceitação entre os paulistanos e fez um governo de estabilidade. No entanto, esteve envolvido em alguns escândalos, inclusive da Lava-jato. Sua prometa de zerar o déficit primário em dois anos é falsa e todo mundo sabe que não é fácil assim. A parte boa é que é um ávido defensor da abertura do país ao comércio exterior, seu foco é na infraestrutura nacional e promete parcerias com o setor privado, com o objetivo de crescimento econômico. Tem uma coligação com vários partidos grandes e representativos, ou seja, mais do mesmo, sempre o poder na mão de um grupo. A parte boa disso é que teria mais governabilidade e capilaridade, o que facilitaria reformas e políticas públicas. O grande porém é que o PSDB é um dos partidos com mais cassações por corrupção, normal de quem se perpetua no poder, pois para o manter é só comprando todo mundo mesmo. A bandeira principal é a do crescimento econômico com distribuição de renda e educação de qualidade. Confesso que votaria nele por sua visão de progresso e pela estabilidade econômica internacional que traria para o Brasil, no entanto, como vemos nas pesquisas, ele não tem chances de ganhar, mesmo com sua propaganda política safada de ataque pesado aos demais candidatos.

Marina Silva (REDE)


A Marina Silva, candidata pelo partido Rede, é uma figura já antiga na política também, tendo mandatos como deputada, senadora e ministra do Lula. Quer passar imagem de pessoa simples, que foi analfabeta até os 18 anos e conseguiu vencer na vida, porém foi a política que a fez ser o que é. Declara uma merreca de um patrimônio que não condiz com os altos salários que recebe há muitos anos e sua história na política. É uma mentirosa que sempre esteve junto com o grupinho do PT. Defende um Banco Central autônomo, superavit primário da economia, revisão do sistema tributários, bolsas para estudantes e melhoria do SUS. Seu partido, o REDE só fala ladainhas de sustentabilidade, nova matriz energética, prioridade às minorias e às crianças e adolescentes. E quando vão pensar no crescimento econômico do país e criação de empregos? Nunca terá o meu voto.

Henrique Meirelles (MDB)


O MDBista Henrique Meirelles sempre foi do ramo bancário, tendo sido um executivo fodástico e poderoso, com um patrimônio de 377 milhões! O cara até está pagando a própria campanha. Também já foi Ministro da Fazendo e presidente do Banco Central. Propõe a reforma da previdência, redução dos gastos públicos e controle da inflação. Propõe investimentos em infraestrutura e melhora do transporte. Até aí ele poderia ter meu voto também. Porém, ele é desconhecido e tem uma miséria de votos, ou seja, nunca irá ganhar! Outra coisa é que ele é do MDB, partido com o segundo maior número de políticos cassados por corrupção. Outra coisa que odeio no MDB é que ele não tem visão própria, ou seja, atira para todos os lados, tanto na esquerda, como direita, sendo um antigo aliado do PT, tudo para se manter no poder. A vantagem do MDB sobre os demais é sua alta representatividade na política.

João Amoedo (NOVO)


Criador do partido Novo, João amoedo é outro personagem fodástico do ramo privado. Possui 425 milhões de reais, tendo sido, além de empresário, um executivo poderoso da área bancária. Com pensamento liberal, ele é à favor da reforma da previdência e trabalhista. Ainda, defende a redução dos gastos públicos e simplificação dos impostos. Defende, também, o porte de arma para os cidadãos. O problema dele é que não tem nenhuma representatividade, não possui parcerias e nem nada. Sendo assim, tenho minhas dúvidas acerca de sua governabilidade se porventura ganhasse. Ele é o meu candidato favorito, ainda mais por simpatizar com o partido Novo, que tem como principal bandeira o livre mercado, sendo o indivíduo gerador de riquezas. Ou seja, sua política seria voltada para o crescimento do país e consequente geração de empregos e estabilidade econômica nacional e internacional. Eu só não votarei nele porque ele terá pouquissimos votos e jamais ganhará, não fazendo sentido algum votar em alguém perdedor, destacando aqui que eu voto de forma estratégica.

Outros Candidatos


Nessa eleição, temos ainda outros candidatos, que por não terem chance alguma de vencer eu só os citarei aqui. Eu esperava que Álvaro Dias tivesse mais votos, pois o considero um bom político, mas a escolha do chato partido Podemos, e sua campanha fraca e sem conteúdo foi um tiro no pé. Cabo Daciolo é o mais engraçado  e divertido de todos, com os seus "Glória a Deus", promessa de arrancar as estátuas da Havan, orar no monte e fazer as árvores votar nele,  fazendo com que às vezes eu suspeite que ele seja um comediante. A única coisa que sei do Eymael é que ele é um democrata cristão. Guilherme Boulos é um playboy sem vergonha que usa a causa dos sem-teto para aparecer na política e garantir seu espaço. João Goulart Filho, filho do saudoso Jango, e Vera Lúcia são dois coitados que ninguém nem sabe que existem.


CONCLUSÃO 


Segundo a Filosofia Diabística, devemos viver seguindo a lógica, racionalidade, e estratégia, abandonando completamente as ilusões e extremismos. Sendo assim, por mais que eu me identifique com o candidato do partido Novo e tenha simpatia pelo candidato do PSDB, sabemos que eles não têm chances de ganhar essa eleição. O mais triste de tudo é ver a quantidade de pessoas ignorantes e mentecaptas que não sabem nem o porquê de sua existência, mas definirão o futuro do país. Nós, betas diabísticos, temos que fazer a nossa parte pelo menos. 

Com relação ao Bolsonaro, mesmo achando que fala muita bobeira, comprometendo-se muitas vezes com isso, e tem parco conhecimento econômico, ele está filiado a um partido liberal que corrobora com meu ideal, é o canditado líder das pesquisas e o único com chances de vencer as eleições, não deixando a quadrilha do PT novamente assumir o poder. Ademais, é ficha limpa, promete combater a corrupção, travar guerra contra o crime e acabar com os ataques aos costumes da família tradicional. Isso é o que temos para as eleições 2018, não ache que existe um salvador da pátria, porque não existe, o que temos apenas é um candidato que pode trazer mudanças e talvez uma esperança para este país.

Nessa eleição eu vou de 17 e você? 


Um abraço do Pobre-diabo!