sábado, 31 de março de 2018

Vale a pena ter uma vida frugal para ficar rico?



Muito já se falou da diabosfera sobre economizar, investir e empreender objetivando uma boa renda passiva no futuro ou mesmo uma vida idílica possuindo Camaros e loiras gostosas ao lado. Observa-se uma infinidade de analistas e consultores financeiros em sites, blogs, redes sociais e YouTube, dando suas dicas "infalíveis" de como se ficar rico poupando e investindo (mesmo esses caras sendo uns completos fracassados). 

As dicas e contas sempre são as mesmas: economizar, evitar pagar juros e investir em títulos que deem o maior retorno possível. A partir daí temos várias dicas que vão desde as normais até as mais toscas, como por exemplo, abrir mão de tomar um cafezinho por dia e investir esse valor fará você ter mais de 200k em 30 anos. Em cima desse exemplo vários outros seguem a mesma lógica: deixar de comer fora, não ter carro, não ter casa própria, pagar aluguel ao invés de financiar, importar coisas, comprar pela internet, comprar coisas usadas etc, etc e etc.

A real é que esses estudos sugerem uma mudança nos gastos com o objetivo de reduzi-los e aplicar o que foi poupado com juros compostos atrativos. A menos que a pessoa seja retardada mental, não há nada de espetacular nessas conclusões, são na verdade óbvias até demais. O que acontece é que a maioria das pessoas são materialistas e consumistas, colocando todos os seus sonhos e vontades em cima de bens materiais visando, principalmente, o exibicionismo para se obter aceitação pessoal e dos outros. Torram tudo o que tem e ainda se endividam, consultando depois esses "especialistas" que dizem o que devem comprar ou não.

Dá para ter pequenos prazeres sem gastar muito. Estou falando do churrasco, betas, porque essa gostosa aí não deve ser nada barato... 

Indo direto ao ponto agora, vale a pena levar uma vida frugal com o sonho de ficar rico no futuro? Eu diria que vale a pena sim, desde que você não viva como um mendigo retardado e que não fique passando vontade em tudo, porque senão de nada adianta ter mais dinheiro no futuro mas ter sacrificado os melhores anos de sua vida e querer curtir a grana depois de estar velho, feio, careca, pançudo, fraco, broxa, com artrite, osteoporose e diabetes. Eu defendo que o beta deve sim poupar e investir visando o futuro, porém não pode abrir mão de bens essenciais que fortalecerão seu psicológico e darão uma boa qualidade de vida. A própria psicologia explica que quanto mais papéis sociais você tem mais feliz você é, então não fique trancado dentro de casa e vá se divertir, beta! 

Eu considero que vivo de certa forma uma vida frugal. Procuro sempre comprar roupas boas, duráveis e baratas, evitando marcas, compro itens de qualidade usados e já depreciados (como eletrônico), como em lugares com bom custo benefício e não sempre, pechincho ao máximo tudo que vou comprar, evito comprar coisas supérfluas, não compro itens de consumo para exibição (acho isso muito idiota) e não pago juros de forma alguma. Por outro lado, considero uma burrice extrema você abrir mão de fazer coisas que te farão feliz hoje para curtir apenas depois dos 60 anos, quando a vida já ter perdido o seu brilho. Isso não quer dizer que você deva sair por aí gastando tudo, mas que o mínimo conforto deve ter sim.

Sendo assim, as coisas que eu considero que o beta jamais deve abrir mão de ter é fazer, mesmo que consuma um pouco de seu orçamento e atrasem em certo tempo sua independência financeira, objetivando sua saúde mental e qualidade de vida, são:


- Carro: item indispensável para um beta. Garante conforte e transas. Mulheres têm nojo e veem como fracassado caras que andam de ônibus ou que têm moto velha. Quanto melhor o seu carro melhor você será visto e mais respeito ganhará, tanto de homens como de mulheres. É claro que você não deve se enfiar em dívidas para ficar andando de carrão, mas pelo menos um carro para te dar um pouco de conforto você tem que ter. Um homem com mais de 20 anos sem carro não pode ser chamado de homem. 


- Hobby: o beta tem que ter ocupações que façam bem para sua mente e corpo. Eu faço musculação, luta e jogo futebol no momento, atividades que eu considero másculas e viris. Não inventem de fazer aula de dança, porque isso é coisa de beta abobalhado e fracassado. Lutas como Kung Fu, Hapkido, Ninjutsu e outras com espadas são ridícula, não faça isso pelo amor de Deus, não de motivos para ser chacota dos outros, isso é coisa de beta abobado. RPG, Magic e Games são coisas vistas como de beta bobão, então se você gosta disso faça escondido e não fale para nenhuma mulher para não causar nojo nela e ser visto como um cara infantil. 


- Cervejas: esse é um dos principais itens da minha lista, sendo necessários para minha sanidade mental, pois sem esses elixires eu não seria feliz. Elas elevam minha mente para outra dimensão, acalmam essa minha mente doentia e me deixam mais social. Cigarros são bons acompanhamentos, embora não necessários.


- Boas comidas: se tem algo que eu não abro mão é de comer bem. Não quero dizer que é necessário frequentar restaurantes caros, mas sim comer boas comidas. Pense que você poderia estar gastando isso com remédios se estivesse esse doente, então aproveite sua saúde para comer bem! Não sou de comer essas comidinhas frescas gourmet, adoro carne assada, lazanha, hamburgueres e pizza, gastando o que for para comer isso e ser feliz. 


- Mulheres: com relação a elas estou considerando-as como item de consumo mesmo, ou seja, para serem degustadas e no máximo proporcionarem uma boa companhia em determinados momentos. Arrumar namoradinha e esposinha para suprir carências infantis é coisa de beta fracassado e mangina. Eu só penso em sexo, por isso considero as damas da luxúria neste item. Como tenho excesso de testosterona no meu corpo, eu penso em sexo o tempo todo, então as damas são necessárias para mim e tenho consumido elas toda semana, dependendo gastos consideráveis para elas. No final você vai perceber que elas são mais gostosas, transam melhor, não brigam com você e ainda irão custar menos que um relacionamento. 

Esses itens para mim são indispensáveis para minha felicidade. Dirigir meu possante depois do trabalho e parar num barzinho para me refrescar com uma deliciosa cerveja acompanhada de um hambúrguer artesanal com muito bacon não tem preço! Depois disso, fechar a noite degustando uma loira deliciosa, com uma bunda maravilhosa sentando no membro gigante diabístico é simplesmente sensacional (como foi a gostosa que comi ontem). Vale a pena poupar e investir? Com toda a certeza, mas viver a vida é importantíssimo, afinal, não vamos viver para sempre e de nada adianta querer curtir quando estiver velho e seu pau não subir mais.

Não estou aqui pregando que você deve viver uma vida carpe dizem, pelo contrário, você deve se desenvolver ao máximo, trabalhar muito e ganhar muito dinheiro para poder investir sempre mais. O que você não deve é esquecer de aproveitar os momentos da melhor forma possível, sempre considerando o melhor custo benefício. Foque suas finanças para ter um futuro tranquilo e de conforto. Não seja como alguns caras por aí que torram tudo o que tem em bombas falsificadas, comprometem sua saúde e suas finanças e para piorar gastam tudo o que tinha guardado abrindo uma lanchonete na garagem da mamãe no subúrbio, sendo que é óbvio que vai falir isso. Seja inteligente, racional e curta sua juventude!


Um abraço do Pobre-diabo!